13 C
São Paulo
segunda-feira, junho 27, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Grãos Solo agradece aplicação de ácidos húmicos e fúlvicos

Solo agradece aplicação de ácidos húmicos e fúlvicos

 

Nilva Teresinha Teixeira

Engenheira agrônoma, doutora em Solos e Nutrição de Plantas e professora do Curso de Engenharia Agronômica do Centro Regional Universitário de Espírito Santo do Pinhal (UNIPINHAL)

nilva@unipinhal.edu.br

CréditoShutterstock
CréditoShutterstock

As substâncias húmicas perfazem aproximadamente 70 a 80% da matéria orgânica na maioria dos solos e são compostas pelas frações humina, ácidos húmicos e ácidos fúlvicos.São derivadas da decomposição da matéria orgânica por meios químicos ou microbiológicos (enzimas).

Saiba mais

Huminaé a fração insolúvel em meio alcalino ou ácido diluído. Possui reduzida capacidade de reação. Já os ácidos húmicos são escurosesolúveisem meio alcalino, e insolúveisem meio ácido.

Quimicamente são muito complexos, formados por polímeros, compostos aromáticos e alifáticos com elevado peso molecular e grande capacidade de troca catiônica. Combinam-se com elementos metálicos.

Já os ácidosfúlvicos representam a fração colorida que se mantém solúvel em meio alcalino ou em meio ácido diluído. Constituem-se depolissacarídeos, aminoácidos, compostos fenólicos, etc. eapresentam um alto conteúdo de grupos carboxílicos, sendo seu peso molecular relativamente baixo.

- Os ácidos húmicos podem elevar em 20% a produção de milho - CréditoShutterstock
– Os ácidos húmicos podem elevar em 20% a produção de milho – CréditoShutterstock

Combinam-se com óxidos de ferro, óxidos de alumínio, argilas e outros compostos orgânicos. Possuem propriedades redutoras e formam complexos estáveis com Fe, Cu, Ca e Mg.

Quanto aos ácidos húmicos, abrangem um complexo de substâncias que se caracterizam por serem coloides orgânicos muito complexos, de elevado peso molecular, apresentarem entre 40 a 60% de carbono, 30 a 40% de oxigênio; 5% de nitrogênio; radicais das mais diversas naturezas, comocarboxílicos, fenólicos, hidroxifenólicos, hidroquinônicos, amínicos, amídicos, imídicos, entre outros; cor negra ou parda; apresentar ação coloidal sobre as argilas;ter alta capacidade de troca catiônica; estruturaestável e grande capacidade de retenção de água.

Já os ácidos fúlvicos apresentam peso molecular relativamente baixo; entre 40 a 60% de carbono; 40 a 50% de oxigênio;1% de nitrogênio e muitos radicais orgânicos, como: carboxílicos, fenólicos, hidroxifenólicos, hidroquinônicos, amínicos, amídicos, imídicos, porfirínicos, etc.

A tabela1 mostra algumas informações sobre as substâncias húmicas.

Tabela 1 “Algumas propriedades das substâncias húmicas

Propriedades Humina Ácidos Húmicos Ácidos Fúlvicos
Peso molecular >100.000 10.000 a 100.000 640 “5.000
CTC (cmolc kg-1) <500 ~1.400 ~500
C (%) >62 51 ” 62 42 ” 47
O (%) <30 45 ” 50 31 ” 36
N (%) >5 3,6 -5,5 2,0 ” 4,1

Fonte: Benites

Benefícios para o solo

Observa-se que, ao introduzir no solo produtos contendo substânciashúmicas, haverá aumento nas cargas do solo, aumentando a capacidade de troca iônica, favorecendo assim a retenção de nutrientes no solo e aumentando a oferta às plantas.

Nota-se, também, que tais substâncias promovem a adição de carbono às áreas, o que melhora a vida microbiológica. Como tais materiais têm ação coloidal, eles beneficiam a estruturação do solo (tanto argiloso como arenoso), tendo ainda a capacidade de retenção de água, o que é importante para o aproveitamento pelas plantas. Ainda, é de conhecimento que os referidos ácidos contribuem para a melhoria da disponibilidade de nutrientes às plantas, principalmente do fósforo.

Em adição aos efeitos no solo, os ácidos húmicos e fúlvicos influenciam o desenvolvimento das plantas, estimulando a taxa fotossintética, o ciclo de Krebs e a cadeia respiratória, processos metabólicos fundamentais para o desenvolvimento e produção das plantas.

Ainda, promovem a formação de auxinas responsáveis pela divisão celular, beneficiando, desta maneira, o enraizamento, o desenvolvimento vegetativo, a floração e a frutificação.

Veja na tabela 2 outrosefeitos que os ácidos húmicos e fúlvicos exercem no solo. Na tabela 3 observe alguns efeitos dos citados ácidos nas plantas.

As aplicações de ácidos húmicos na soja aumenta a germinação - CréditoShutterstock
As aplicações de ácidos húmicos na soja aumenta a germinação – CréditoShutterstock

Tabela 2 ” Alguns efeitos dos ácidos húmicos e fúlvicos no solo

Propriedades Características Efeitos no solo
Cor Varia doamarelo ao quase negro. Interferência no matiz e no croma do solo; retenção de calor.
Retenção de água Podem reter até 20 vezes a sua massa. Armazenamento de água no solo.
União de partículas

Sólidas

Cimentam partículas do solo, formando agregados. Formação de estruturas no solo, porosidade do solo e densidade do solo.
Desagregantes das argilas Promovem a melhoria das propriedades físicasde solos compactados. Auxiliar na descompactação de solos.
Complexação Formam complexos (Cu++, Mn++, Zn++, Al+++ ,Ca++, Cd++) Detoxificação de íons tóxicos

(Al+++) e aumento da mobilidade de íon.

Essa matéria você encontra na edição de maio 2016 da revista Campo & Negócios Grãos. Adquira já a sua.

Inicio Revistas Grãos Solo agradece aplicação de ácidos húmicos e fúlvicos