21.6 C
Uberlândia
sábado, junho 15, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosHortifrútiSolo - Calagem nos pomares de citros

Solo – Calagem nos pomares de citros

Autores

Bruno Novaes Menezes Martins
Engenheiro agrônomo e doutor em Agronomia/Horticultura – FCA/UNESP
brunonovaes17@hotmail.com
Letícia Galhardo Jorge
Bióloga e mestranda em Botânica – IBB/UNESP
leticia_1307@hotmail.com

A reação do solo é o primeiro fator que precisa ser conhecido em uma gleba a ser cultivada. Sendo desfavorável, devem ser tomadas medidas corretivas com antecedência aos cultivos. Quando o solo está ácido (pH baixo), devido à intensidade das atividades agrícolas que aceleram a acidificação, ocorre menor disponibilidade de determinados nutrientes, como o fósforo e o molibdênio, aumento da toxidez de alumínio e prejuízos à atividade microbiana, com reflexos negativos à fixação biológica e nutrição da planta em relação ao nitrogênio. Sabe-se que os nutrientes têm sua disponibilidade determinada por vários fatores, dentre as quais está o valor do pH.

O pH é uma das mais importantes determinações em solos, servindo como referência e indicador direto da acidez do solo, que consiste na concentração de íons de hidrogênio na solução do solo. Tais problemas de acidez e disponibilidade de nutrientes podem ser amenizados com a elevação do pH, por meio da adição de calcário (carbonato de cálcio e de magnésio), além de neutralizar o alumínio tóxico, resultando em ganhos de produção.

Benefícios

A Figura 1 ilustra o efeito do pH na disponibilidade dos diversos nutrientes às plantas. Observa-se que à medida que o pH se eleva, tem-se menor disponibilidade de micronutrientes catiônicos (ferro, zinco, manganês e cobre). Desta forma, a correta interpretação da análise química contribuirá para a realização de calagem em concentrações corretas, para que não ocorra desequilíbrio entre os nutrientes.

Além disso, a calagem realizada com critério traz benefícios, como o aumento de disponibilidade de fósforo, molibdênio, nitrogênio, cálcio, magnésio, boro e enxofre. A calagem favorece o aproveitamento do fósforo do solo ou do elemento aplicado, como fosfatos solúveis em água, além de levar a precipitação do alumínio, que é tóxico para as plantas cultivadas.

Correção do solo para a citricultura

Portanto, solos onde serão cultivados os citros devem ser corrigidos, aplicando-se calcário para elevar a saturação por bases a 70% na profundidade de 0 – 10 cm e o teor de magnésio a um mínimo de 9 mmolc/dm3, além de pH entre 6,0 e 6,5.

Além da calagem, outra técnica que se destaca cada vez mais é a gessagem (redução do alumínio em profundidade). Pelo fato do gesso ser mais solúvel que o calcário, isso possibilita o arrastamento de cátions como cálcio, potássio e magnésio para camadas mais profundas do solo.

A aplicação de gesso agrícola também permite diminuir rapidamente a saturação de alumínio nessas camadas mais profundas, o que levará ao desenvolvimento do sistema radicular em profundidade, permitindo que as culturas aproveitem melhor os nutrientes, além de se tornarem mais tolerantes a veranicos.

Deve ficar claro que o gesso não neutraliza a acidez do solo, fazendo-se necessária a correção prévia da camada superficial (0-20 cm) com calcário. Contudo, mostra-se que a análise de solo tem uma estreita relação com a calagem, gessagem e adubação, facilitando o uso prático por técnicos e produtores rurais para o estabelecimento correto de quantidades de corretivos e fertilizantes a serem aplicados na lavoura.

O fator principal no qual esses dois produtos diferem é o efeito residual. Os efeitos do calcário permanecem no solo por longos anos, dependendo da dose aplicada. Já o gesso é proporcional à dose aplicada, durando normalmente poucos meses, em função da maior solubilidade em relação ao calcário.

Manejo

O calcário é aplicado no pomar em qualquer época do ano, considerando-se plantios novos ou em produção. Para pomares novos em formação, o calcário é aplicado a lanço na área total com certa antecedência em relação ao plantio das mudas, incorporando o mais profundamente possível, de preferência antes de ser feita a aração e a gradagem. Nos pomares em produção pode-se aplicar em toda a área ou em faixas, desde que seja observada a relação da quantidade de calcário/área.

Devido ao alto custo do corretivo e à ausência de implementos agrícolas, pode ser realizada a aplicação de calcário somente na cova ou no sulco de plantio. A quantidade de calcário a ser aplicada em cada cova deverá ser calculada com base na proporção do volume de solo em um hectare, considerando a profundidade de 10 cm e o volume da cova.

Por exemplo: considerando que a cova de plantio tem um volume de 0,064 m3 (0,4 x 0,4 x 0,4 m) e que o volume de 1,0 ha na profundidade de 0,1 m é 1.000 m3 (100 x 100 x 0,1 m), uma recomendação de 2.000 kg ha-1 corresponderia a 128 g de calcário por cova, cuja quantidade ainda teria que ser corrigida para o PRNT do calcário. Para fazer esta correção, divide-se a quantidade de calcário pelo PRNT do mesmo.

ARTIGOS RELACIONADOS

Controle biológico como alternativa para o manejo do vírus do vira-cabeça do tomateiro

  Rodrigo Vieira da Silva Doutor em Fitopatologia e professor do IF Goiano " Câmpus Morrinhos rodrigo.silva@ifgoiano.edu.br Bruno Eduardo Cardozo de Miranda Doutor em Fitopatologia e bolsista DCR (CNPq/FAPEG)...

Adjuvantes agrícolas viabilizam a redução do volume de aplicação em soja

Luís Antônio S.de Azevedo Professor do Depto de Entomologia e Fitopatologia da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro - Instituto de Ciências Biológicas luisasa@ufrrj.br A soja...

Silício combate a broca-da-cana

  Hudson Carvalho Bianchini Professor de Fertilidade do Solo " UNIFENAS hudson.bianchini@unifenas.br Douglas José Marques Professor de Olericultura - UNIFENAS   O silício (Si) é o segundo elemento em abundância na...

Manejo nutricional do repolho: Por onde começar?

AutorRenato Agnelo Pesquisador e consultor agronômico ragnelo@terra.com.br O repolho é uma planta muito exigente em nutrientes. O menor suprimento de algum nutriente irá ocasionar...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!