Substâncias húmicas aumentam a absorção de nutrientes da solução hidropônica

0
267

 

Glaucio da Cruz Genuncio

Doutor em Nutrição de Plantas/UFRRJ

glauciogenuncio@gmail.com

Everaldo Zonta

Doutor em Fertilidade do Solo/UFRRJ

Elisamara Caldeira do Nascimento

Doutoranda do CPGA-CS/UFRRJ

 

Ácidos fúlvicos aumentam a condutividade elétrica - Crédito Adriano Delazeri
Ácidos fúlvicos aumentam a condutividade elétrica – Crédito Adriano Delazeri

Segundo Canellaset al. (2006), as substâncias húmicas (ácidos húmicos, fúlvicos e huminas) são macromoléculas de alto peso molecular, que podem ser reconhecidas por receptores da membrana (membrana plasmática), que ao acessarem o interior da célula vegetal podem regular o metabolismo vegetal. Assim elas podem, por meio da regulação da atividade da bomba de prótons e da geração do potencial eletroquímico da membrana aumentar, de forma significativa, favorecer a absorção dos íons presentes na solução nutritiva.

Pesquisas também indicam que a ação das substâncias húmicas pode ser comparada com atividade do hormônio auxina, a partir da observação da “teoria do crescimento ácido“ ” expansão celular, após aplicação de substâncias húmicas. Entretanto, os mecanismos de ação ainda precisam ser melhor esclarecidos.

Pesquisam ainda destacam a característica quelatante das substâncias húmicas, que favorecem a maior estabilidade de micronutrientes como o Fe, Mn, Cu e Zn, assim como K, Mg, Ca presentes na solução nutritiva, que podem precipitar quando não quelatados em soluções com o pH acima de 6,5.

Resultados obtidos a partir da pesquisa científica relatam que as substâncias húmicas apresentam efeito positivo sobre crescimento do sistema radicular e o desenvolvimento da parte aérea em hortaliças folhosas, assim como uma maior produção, produtividade, qualidade de frutos e tempo de prateleira em hortaliças de frutos. Tais substâncias também favorecem a atividade e vigor das plantas e aumentam a resistência quanto a problemas fitossanitários.

Na hidroponia

Os ácidos húmicos podem ser aplicados em substratos comerciais tanto no tratamento de sementes, para melhorar a germinação, quanto na produção em semi hidroponia. Assim, são adequados para aplicação tanto em hidroponia e fertirrigação quanto na adubação foliar.

Na hidroponia, via de regra, o produtor faz uma aplicação quinzenal tanto para as hortaliças folhosas quanto frutíferas. Vale ressaltar que é importante consultar a recomendação de cada fabricante, uma vez que a dosagem está em função da porcentagem das substâncias húmicas contidas a cada litro de produto comercial.

A dosagem recomendada é de 1,5 a 2,0 ml de ácido húmico (11%) para cada litro de calda, via adubação foliar, e de 50 a 60 ml para cada 1.000 L de ácido húmico (11%) a cada sete dias.

Entre os resultados em campo, observam-se aumento da área radicular, a partir de uma indução via regulador de crescimento, com consequente aumento da atividade metabólica, absorção e crescimento e desenvolvimento da planta. Em outras palavras, maior produção, produtividade e qualidade da hortaliça a ser comercializada.

Custo dos ácidos húmicos em hidroponia

Cada aplicação custará em torno de R$ 8,50 a R$ 10,00 para cada 1.000 L de solução, com um custo mensal de R$ 34,00 a R$ 40,00. Vale ressaltar que o custo médio de 1.000 L de uma solução nutritiva é de R$ 10,00 a 12,00,ou seja, o custo é alto, porém, o custo-benefício é satisfatório.

Essa matéria você encontra na edição de janeiro da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Clique aqui para adquirir já a sua.