Sustentabilidade no controle de pragas e doenças da hortifruticultura

0
286

 

Fernando P. Monteiro

monteirofp1985@gmail.com

Flávio H. V. de Medeiros

Jorge Teodoro de Souza

Doutores e professores da Universidade Federal de Lavras – UFLA

Juracy C. Lins Jr

Doutor e professor da UNIVAG ” Centro Universitário

 

Biológicos - Créditos Flávio Medeiros
Biológicos – Créditos Flávio Medeiros

O mercado consumidor de alimentos in natura ou processados está cada vez mais exigente por produtos livres de resíduos químicos. Isso tem forçado os produtores do setor de hortaliças e frutíferas (hortifrúti) a optarem por medidas de controle de pragas e doenças que sejam eficientes e que, ao mesmo tempo, não apresentem riscos aomeio ambiente e à saúde humana.

Controle Biológico da larva-minadora - Créditos Flávio Medeiros
Controle Biológico da larva-minadora – Créditos Flávio Medeiros

Controle biológico de pragas

O controle biológico de pragas é uma tática de controle que surge como uma das alternativas ao uso de inseticidas químicos, uma vez que se utiliza de agentes biológicos. Esses agentes biológicos se dividem em predadores, parasitoides e microrganismos entomopatogênicos.

Os predadores são insetos ou ácaros que necessitam de diversas presas para completar o seu ciclo. São bastante utilizados em programas de controle biológico de pragas, e são muitos os casos de sucesso com o uso desses agentes. Um bom exemplo vem do Estado de Santa Catarina, onde, alguns anos atrás, empresas produtoras de maçã se uniram para criar um programa de controle biológico para o ácaro da macieira Panonychus ulmi.

As empresas começaram a produzir em laboratório o ácaro predador Neosiulus californicus e liberá-lo em grandes quantidades no campo para supressão do ácaro-praga. Hoje este predador é produzido e comercializado em outras regiões do País para controle do ácaro rajado Tetranichus urticae, especialmente na cultura do morangueiro.

Outro grupo de agentes de controle biológico são os parasitoides. Esses insetos, diferentemente dos predadores, necessitam de apenas um hospedeiro para completar o seu ciclo biológico. Eles se desenvolvem dentro ou sobre as pragas, matando-as ao final do ciclo. Podem atacar tanto ovos, larvas, pupas e adultos.

Vespas do gênero Trichogramma são os parasitoides mais produzidos e comercializados no Brasil e no mundo. Atacam ovos de um grande número de espécies de lepidópteros, e pragas de diversas culturas. No Brasil, a espécie T. pretiosum, por exemplo, é muito utilizada para controle da traça-do-tomateiro Tuta absoluta. Esse parasitoide também pode ser utilizado contra outros lepidópteros que atacam hortifrútis.

Percevejo predador em busca da sua presa - Créditos Flávio Medeiros
Percevejo predador em busca da sua presa – Créditos Flávio Medeiros

Mais alternativas

Fungos, bactérias, vírus e nematoides entomopatogênicos também podem ser utilizados no controle de pragas. Esses agentes provocam doenças nos insetos, levando-os à morte. Produtos formulados à base da bactéria entomopatogênica Bacillus thuringiensis são os mais utilizados para controle de lagartas.

Um dos exemplos de sucesso é a aplicação de Bacillus thuringiensisvar. kurstaki no controle de Helicoverpa armigera, H. zea (Broca-grande-do-tomate), Crhysodeixis includens (Falsa-medideira) e Plutella xylostella (Traça-das-crucíferas), pragas em diversas culturas.

Percevejo predador geocoris - Créditos Flávio Medeiros
Percevejo predador geocoris – Créditos Flávio Medeiros

Tabela 1 – Produtos de controle biológico empregados no controle de pragas e registrados no Ministério da Agricultura (Fonte: Agrofit).

Cultura

Agente biológico

Pragas controladas

Nome comum

Formulação

Produto

Abacaxi

Bacillus thuringiensis

Strymon basalides

Broca-do-abacaxi; Broca do fruto

Granulado dispersível

Dipel WG

Pó molhável

Dipel WP

Abobrinha

Bacillus thuringiensis

Diaphania nitidalis

Broca-da-aboboreira; Broca-das-curcubitáceas

Suspensão concentrada

Able

Metarhizium anisopliae

Mahanarva fimbriolata

Cigarrinha-da-raiz

Pó molhável

Metarriz

Abóbora

Bacillus thuringiensis

Diaphania hyalinata

Broca-das-curcubitáceas; Lagarta-rosca

Pó molhável

Bac-Control; Dipel

Diaphania nitidalis

Broca-da-aboboreira; Broca-das-curcubitáceas

Brócolis

Bacillus thuringiensis

Trichoplusia ni

Falsa-medideira-da-couve; Lagarta-mede-palmo

Pó molhável

Bac-Control; Dipel

Thuricide

Plutella xylostella

Traça-das-crucíferas

Bac-Control; Dipel

Thuricide

Ascia monuste orseis

Curuquerê-da-couve; Lagarta-da-couve

Bac-Control; Dipel

Thuricide

Granulado dispersível

Xentari

Citros

Bacillus thuringiensis

Ecdytolopha aurantiana

Bicho-furão

Suspensão concentrada

Able

Dipel

Pó molhável

Agree

Bac-Control

Dipel

Granulado dispersível

Dipel

Coco

Bacillus thuringiensis

Brassolis sophorae

Lagarta-das-palmeiras; Lagarta-do-coqueiro

Suspensão concentrada

Able

Pó molhável

Bac-Control

Dipel

Pó molhável

Thuricide

Brassolis astyra astyra

Pó molhável

Dipel

Pó molhável

Thuricide

Couve

Bacillus thuringiensis

Ascia monuste orseis

Curuquerê-da-couve; Lagarta-da-couve

Suspensão concentrada

Able

Pó molhável

Bac-Control; Dipel

Pó molhável

Thuricide

Granulado dispersível

Xentari

Trichoplusia ni

Falsa-medideira-da-couve; Lagarta-mede-palmo

Pó molhável

Bac-Control; Dipel

Pó molhável

Thuricide

Plutella xylostella

Traça-das-crucíferas

Pó molhável

Bac-Control; Dipel

Pó molhável

Thuricide

Mandioca

Bacillus thuringiensis

Erinnys ello

Gervão; Mandarová

Pó molhável

Bac-Control; Dipel

Pó molhável

Thuricide

Pepino

Bacillus thuringiensis

Diaphania nitidalis

Broca-da-aboboreira; Broca-das-curcubitáceas

Pó molhável

Agree

Bac-Control; Dipel

Diaphania hyalinata

Broca-das-curcubitáceas; Lagarta-rosca

Beauveria bassiana

Bemisia tabaci Raça B

Mosca-branca

Ballvéria

Boverbio

Repolho

Bacillus thuringiensis

Plutella

xylostella

Traça-das-crucíferas

Pó molhável

Thuricide

Granulado dispersível

Dipel

Xentari

Suspensão concentrada

Able

Pó molhável

Agree

Bac-Control; Dipel

Trichoplusia ni

Falsa-medideira-da-couve; Lagarta-mede-palmo

Pó molhável

Thuricide

Ascia monuste orseis

Curuquerê-da-couve; Lagarta-da-couve

Pó molhável

Bac-Control; Dipel

Suspensão concentrada

Dipel

Pó molhável

Thuricide

Tomate

Bacillus thuringiensis

Tuta absoluta

Traça-do-tomateiro

Granulado dispersível

Xentari

Dipel

Suspensão concentrada

Able

Pó molhável

Agree

Neoleucinodes elegantalis

Broca-pequena-do-fruto; Broca-pequena-do-tomateiro

Helicoverpa zea

Broca-grande-do-fruto; Broca-grande-do-tomate

Bac-Control; Dipel

Trichoplusia ni

Falsa-medideira-da-couve; Lagarta-mede-palmo

Uva

Bacillus thuringiensis

Argyrotaenia sphaleropa

Lagarta-das-fruteiras

Granulado dispersível

Dipel

Maracujá

Bacillus thuringiensis

Dione Juno juno

Lagarta-das-folhas; Lagarta-do-maracujazeiro

Pó molhável

Thuricide

Maçã

Bacillus thuringiensis

Grapholita molesta

Mariposa-oriental

Granulado dispersível

Dipel

Melancia

Bacillus thuringiensis

Diaphania hyalinata

Broca-das-curcubitáceas; Lagarta-rosca

Pó molhável

Bac-Control; Dipel

Diaphania nitidalis

Broca-da-aboboreira; Broca-das-curcubitáceas

Diaphania nitidalis

Broca-da-aboboreira; Broca-das-curcubitáceas

Granulado dispersível

Dipel

Melão

Bacillus thuringiensis

Diaphania nitidalis

Broca-da-aboboreira; Broca-das-curcubitáceas

Pó molhável

Bac-Control; Dipel

Diaphania hyalinata

Broca-das-curcubitáceas; Lagarta-rosca

Pó molhável

Suspensão concentrada

Dipel

Trichoplusia ni

Falsa-medideira-da-couve; Lagarta-mede-palmo

Várias culturas

Bacillus thuringiensis var. Kurstaki

Helicoverpa zea

Broca-grande-do-tomate

Suspensão concentrada

*BT – Turbo Max

Helicoverpa armigera

Helicoverpa

Crhysodeixisincludens

Falsa-medideira

Plutellaxylostella

Traça-das-crucíferas

* Em fase de registro.

Esses produtos apresentam elevada eficiência quando aplicados segundo a recomendação técnica e podem ser facilmente encontrados no mercado.

Controle biológico com joaninha - Créditos Flávio Medeiros
Controle biológico com joaninha – Créditos Flávio Medeiros

 

Lagarta brocando fruto do tomateiro - Créditos Flávio Medeiros
Lagarta brocando fruto do tomateiro – Créditos Flávio Medeiros

Essa é parte da matéria de capa da edição de abril da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira a sua para leitura completa.