Teca – desrama é fundamental no plantio

0
35

Paula Almeida Nascimento
Doutoranda em Fitotecnia – Universidade Federal de Lavras (UFLA)
paula.alna@yahoo.com.br

A teca é uma árvore nativa do continente asiático, bem conhecida mundialmente como madeira tropical de qualidade. Estima-se que milhões de hectares sejam cultivados com teca no mundo, sendo mais de 80% na Ásia.
No Brasil, são mais de 80 mil hectares de teca plantada, a maior parte encontrando-se no Estado do Mato Grosso. Os maiores produtores são Indonésia, Mianmar, Índia e Sri Lanka. Entre os importadores destacam-se Alemanha, Arábia Saudita, Austrália, Dinamarca, Emirados Árabes, Estados Unidos, Holanda, Itália, Japão, Reino Unido, Hong Kong e Cingapura.
No Brasil, os plantios de teca iniciaram-se no final da década de 60 na região do Mato Grosso, onde as condições climáticas são favoráveis. Assim, os tratos culturais com o reflorestamento de teca no Brasil surgem como uma ótima opção de investimento.

Tendências

De acordo com análises de mercado, haverá aumento de demanda de madeira de teca, então, é vantajoso o investimento no plantio da espécie florestal. No Brasil, na região de Mato Grosso o reflorestamento de teca obteve resultados satisfatórios, porque o ciclo de corte das árvores na região é de 20 a 25 anos.
Atualmente, a produção comercial de teca concentra-se em regiões da Ásia Tropical, seguida pela América Latina e depois África. A América Latina vem ganhando muito espaço no mercado devido à redução da oferta da Ásia e África.
O Brasil tem a maior área plantada da América Latina – são mais de 87.502 ha de plantações de teca, espalhados pelos Estados de Mato Grosso, Pará, Rondônia, Acre, Goiás, Minas Gerais, dentre outros. O Mato Grosso, seguido pelo Pará, concentra mais de 90% da área plantada no País.
No Estado do Mato Grosso são mais de 89 mil hectares dedicados ao cultivo da espécie, sendo o estado considerado o terceiro maior produtor de teca da América Latina. A madeira produzida tem como principal destino o mercado internacional, especialmente a Ásia.

Oferta x demanda

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.