20.2 C
Uberlândia
terça-feira, julho 16, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioEventosTecnologias para produção de algodão no Norte de MG são apresentadas a...

Tecnologias para produção de algodão no Norte de MG são apresentadas a países africanos em dia de campo

Fotos: divulgação EPAMIG Norte 

Representantes de sete países africanos participaram nessa terça-feira, 3 de julho, de um dia de campo sobre tecnologias para a produção de algodão utilizadas por agricultores do Norte de Minas. As atividades aconteceram no Campo Experimental Gorutuba da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG), em Nova Porteirinha.

No dia de campo, exclusivo para a delegação de países africanos, pesquisadores da EPAMIG Maurício Mendes, João Batista Ribeiro Silva Reis, Antônio Cláudio Ferreira da Costa e Alniusa Maria de Jesus abordaram, respectivamente, os temas Parâmetros fitotécnicos do algodoeiro; Irrigação; Manejo integrado de insetos-pragas, e nematoides fitoparasitas da cultura do algodoeiro. E profissionais da Emater-MG falaram sobre a Implantação de uma Unidade Técnico Demonstrativa e sobre aplicação segura de defensivos.

Dia de campo foi realizado na EPAMIG Norte / Fotos: divulgação EPAMIG Norte 

O evento faz parte de um acordo firmado pela Agência Brasileira de Cooperação (ABC), para Fortalecimento do Setor Algodoeiro no Zimbábue. A EPAMIG é parceira técnica do Projeto, que conta também com a participação da Emater- MG e do Instituto de Pesquisa do Algodão do Zimbábue (CRI). A Missão de Cooperação para Fortalecimento do Setor Algodoeiro no Zimbábue, iniciada em 2018, prevê a avaliação de novas variedades e o intercâmbio e a difusão de tecnologias para cultura entre os dois países. As últimas visitas envolveram produtores e técnicos da Zâmbia. Desta vez também participaram representantes do Mali, Senegal, Camarões, Benin e Etiópia.

“O Projeto Cotton Zimbabwe está previsto para ser finalizado em julho de 2025 e um novo projeto, que inclui o Acordo de Cooperação Internacional assinado recentemente entre Brasil e Zâmbia, tem previsão para ser iniciado em de outubro de 2024”, conta o pesquisador da EPAMIG, João Batista Ribeiro Silva Reis, que integra o projeto junto com Maurício Mendes, também pesquisador da EPAMIG. A Cooperação também inclui visitas de pesquisadores e técnicos brasileiros aos países africanos.

ARTIGOS RELACIONADOS

EPAMIG e Embrapa Café promovem dia de campo sobre cultivares de café, em Viçosa

Evento vai destacar resultados dos trabalhos regionalizados para a recomendação de novas cultivares para o Estado

EPAMIG apresenta potencial de silagem de trigo

Eventos serão realizados em parceria com a Emater-MG em dez municípios das regiões Sul, Sudoeste e Campo das Vertentes.

Exportações do agro mineiro batem novo recorde no período de janeiro a abril

O desempenho das vendas externas do setor, no primeiro quadrimestre de 2024, foi o melhor da série histórica para o intervalo, com US$ 5 bilhões

EPAMIG lança cartilha sobre cultivo de pimenta Capsicum

Saiba as variedades tradicionais e novas, além das informações sobre as diferentes etapas da cadeia produtiva, da escolha da área de cultivo à comercialização da pimenta Capsicum.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!