14.3 C
Uberlândia
segunda-feira, julho 15, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosHortifrútiTela fotoconversora para o cultivo de frutas e hortaliças

Tela fotoconversora para o cultivo de frutas e hortaliças

Sueyde Fernandes de Oliveira

Coordenadora de Pesquisa e Desenvolvimento na Ginegar Polysack

 

Foto 02Atualmente, o grande diferencial dos produtores rurais para alcançar o máximo de produtividade é investir em materiais que incrementem a produção, mantendo a qualidade dos vegetais e com máxima rentabilidade no seu negócio. Dentre eles, a busca por insumos que melhoram o microclima em cultivo protegido de frutas e hortaliças se faz necessária para que tenha o máximo da expressão genética do material e melhor aproveitamento dos produtos utilizados no manejo das plantas.

Para isso, está disponível no mercado uma grande quantidade de materiais, e resta ao produtor rural procurar por materiais que tenham o seu efeito comprovado quanto ao desempenho, mediante ensaios sérios em órgão de pesquisa.

Expert em proteção

A Ginegar Polysack, empresa israelense especializada na produção de malhas de sombreamento e filmes plásticos para agricultura, é conhecida mundialmente pelo desenvolvimento de tecnologias inovadoras por seu departamento de pesquisa, para suprir as necessidades específicas de cada cultura e de condições climáticas limitantes.

Em muitas localidades e épocas do ano o excesso de radiação é um fator limitante. Para isso, o uso de telas reduz a entrada de luz de acordo com a porcentagem de sombreamento que cada tipo de planta necessita.

A tela preta, comumente utilizada pelos produtores rurais, não se mostra tão eficiente, pois quebra o excesso de radiação direta que entra para o ambiente, mas não é capaz de reduzir a temperatura do ambiente, pois esta tela não impede a entrada da radiação de calor (infravermelho).

Para isso, a Ginegar Polysack possui a tela fotoconversora Chromatinetque, além dos benefícios físicos, modifica o espectro da luz para a faixa mais utilizada pelas plantas ” radiação PAR. Como consequência, tem-se um aumento no vigor das plantas e síntese de carotenoides, devido ao estímulo do fitocromo na faixa do vermelho, sendo a única tela no Brasil com resultados de eficiência comprovados por experimentos conduzidos em diversos países, inclusive no Brasil.

Mais vantagens

Além do incremento de luz fotossinteticamente ativa, a Chromatinetaumenta a quantidade de luz difusa, que diminui o sombreamento, estimulando as folhas baixeiras a fazer fotossíntese, como também reduz a radiação direta nas folhas do ápice, reduzindo a temperatura e o abortamento de flores (Figura 1).

Os resultados são diferentes dependendo da cultura, conforme citado abaixo:

Uva Precocidade na brotação, aumento na área foliar, número de brotações e número de cachos por planta, e melhora na qualidade dos cachos (tamanho e teor de sólidos solúveis);
Hortaliças folhosas Precocidade, aumento no peso e diâmetro das plantas, maior desenvolvimento do sistema radicular e redução de perdas (fatores bióticos e abióticos);
Flores Antecipação do florescimento, aumento no número de flores/m2 e aumento no comprimento e espessura das hastes;
Mudas Uniformidade de germinação, melhor desenvolvimento do sistema radicular e maior padronização das mudas.

Produtividade

Os dados de produtividade já foram comprovados em várias culturas. Em trabalho desenvolvido em Antônio Carlos (SC), avaliou-se a produtividade de alface crespa produzida em solo sob a Chromatinetvermelha e pérola, ambas com 20% de sombreamento (gráficos 1A e 1B). Neste caso, a tela vermelha aumentou o peso médio por planta em 50% e a tela pérola aumentou 12,5 cm o diâmetro médio por planta, quando comparado com o campo aberto.

Para hortaliças de frutos, como tomate e pimentão, observa-se um melhor desenvolvimento das plantas e consequentemente maior fixação do fruto, o que resulta em maior produtividade (Figura 2). Em regiões com alta incidência de radiação, o uso da tela Chromatinetreduz a incidência de radiação direta e queima nos frutos.

Para uva, o uso de telado é essencial, principalmente na fase de frutificação, quando há muito problema com ataque de pássaros. No entanto, além da barreira física, a tela Chromatinetproporciona o melhor desenvolvimento das plantas, maior fixação de frutos e melhor desenvolvimento dos cachos (figura 3), como também reduz as perdas, pois diminui o molhamento dos cachos e a temperatura da planta, assim como a ocorrência de doenças.

A empresa

 

Atualmente, no Brasil, existem duas fábricas em funcionamento, e a tela Chromatineté produzida em dois materiais diferentes: em raschel, disponível com 35 e 50% de sombreamento nas cores vermelha e prata, e em monofilamento, chamada de ChromatinetLeno, com 20% de sombreamento, nas cores vermelha e pérola.

A GinegarPolysackcoloca-se à disposição dos empresários rurais na assessoria técnica na escolha da melhor solução em sombreamento mediante um estudo das condições climáticas da região e necessidades fisiológicas das plantas, bem como para apresentar os diversos estudos de pesquisa já realizados para assegurar ao produtor os benefícios das malhas de sombreamento e os resultados a serem obtidos.

Gráfico 1 Ginegar Gráfico 2 Ginegar

Gráficos 1A e 1B. Peso (1A) e diâmetro (1B) médio de plantas produzidas sob a tela Chromatinet leno pérola e vermelha comparado com o campo aberto.

Essa matéria você encontra na edição de março 2017  da revista Campo & Negócios Hortifrúti. Adquira já a sua.

ARTIGOS RELACIONADOS

ISLA participa da 17ª Expoagro Afubra e apresenta novidades

A ISLA Sementes estará presente na 17ªÂ Expoagro Afubra, maior feira do Brasil voltada à agricultura familiar, que acontece que de 21 a 23 de...

Do amor à terra vem o sucesso

Sérgio Ricardo Donófrio é agricultor e proprietário da Calusne Farms, empresa agrícola localizada em Campinas (SP) que cultiva alfaces especiais, ervas finas, brotos, mini folhas, flores comestíveis e outras especialidades para a fina culinária brasileira. Entre as delícias que nascem por lá estão as alfaces frillice verde e roxa, chicória frisée, lollo rossa roxa e verde, mini romana e radicchio, todas elas comercializadas já higienizadas.

Vem aí o 7º Seminário Nacional de Tomate de Mesa

Evento apresentará as principais tendências de mercado e debaterá as questões mais relevantes e atuais para o setor, da produção ao consumo Hortaliça líder de...

Como combater o estresse térmico no bananal?

O estresse térmico no bananal pode causar muitos prejuízos ao produtor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!