17.6 C
Uberlândia
sábado, junho 15, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosHortifrútiTomate Tigre: Diferencial atrai consumidores

Tomate Tigre: Diferencial atrai consumidores

Autores

Rafael Rosa RochaEngenheiro agrônomo e mestrando em Ambiente e Sistema de Produção Agrícola – Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat)rafaelrochaagro@outlook.com

Tiago Yukio Inoue  Engenheiro agrônomo e mestrando em Genética e Melhoramento de Plantas – Universidade Federal de Lavras (UFLA)

Fernanda Lourenço DippleZootecnista, engenheira agrônoma, especialista em Perícia e Licenciamento Ambiental, mestre em Ambiente e Sistemas de Produção Agrícola e professora – Unemat

Tomate Tigre – Crédito: Shutterstock

A produção das diversas variedades de tomate está em crescente expansão no Brasil, sendo a safra de 2020 estimada de 3.939.620 toneladas de tomate fresco, segundo o IBGE. Nesse cenário, está crescendo a produção e comercialização de cultivares consideradas gourmets. Com a alta aceitabilidade têm aumentando também os investimentos neste nicho de mercado, uma vez que este oferece variedade quanto a cores, formatos e sabores, apresentando produtos diferenciados chamando a atenção de seus consumidores.

Geralmente, a demanda desses tomates ocorre principalmente em grandes centros urbanos e capitais, onde se concentra a maior parte dos mercados especializados, com consumidores que buscam inovação em diversificação de cores e sabores dos alimentos.

Destaque

Dentre as novidades de frutos de tomates gourmets produzidas, o que vem ganhando mais espaço pelos produtores e atratividade pelos consumidores é o tomate híbrido Tigre, ou como chamado em outros países Tomate Green Zebra – Tigre, do segmento coquetel, que possui este nome por conta do aspecto tigrado ou rajado que se apresenta em sua casca no estado verde.

As listras são muito pronunciadas e mudam para uma cor laranja quando maduras, apresentando uma polpa de coloração desde o vermelho intenso, chegando ao marrom, mas também há no mercado coloração amarela e chocolate, que alcançam peso de até 50 g cada.

A planta tem ótima sanidade, os frutos possuem boa conservação pós-colheita e apresentam uma qualidade que chama atenção. Rico em licopeno, substância antioxidante muito eficaz no combate aos radicais livres, e em vitamina C, em torno de 330 mg kg-1.

Possui elevado grau Brix, medida que calcula o teor de açúcar de frutos, girando em torno de 8,38º Brix. Assim, apresenta uma acidez equilibrada e é extremante saboroso, com paladar  agridoce, o que é perfeito para compor pratos sofisticados para produção de geleias de tomate, e ideal para aventuras culinárias, trazendo um toque exótico ao prato. Também é atrativo pela abrangência de cores e rajado, chamando a atenção do mercado consumidor.

Como se produz

Antes de dar início à produção desse segmento, é preciso entender que a produção e condução desse material necessita ser realizada principalmente em estufa ou casa de vegetação, pois em campo aberto não é viável o cultivo.

Outra aposta é a produção desse material em um sistema todo orgânico. A produção realizada em ambiente protegido visa o uso racional da água e auxiliar no processo produtivo, por ser o tomate híbrido Tigre (tipo coquetel) possuir limitações, como nível de resistência a doenças baixo, ou sensibilidade às oscilações de temperatura, necessitando de maior cuidado no controle de pragas, doenças e tratos culturais, visando principalmente qualidade e segurança alimentar deste fruto.

Sendo assim, uma das questões principais é a escolha do local de produção, sistema de condução, limpeza e manutenção do sistema de cultivo. Inicialmente, deve-se atentar ao ambiente protegido escolhido, tendo diversos modelos e níveis de investimento que são adequados e promovem transformações ambientais ao cultivo do tomateiro, desde que tenham área de ventilação adequada, construídos em local bem ventilado e não tenham obstáculos que o sombreiem, principalmente nas primeiras horas da manhã.

É necessário que haja pelo menos 70% de luminosidade durante todo o dia para que seja possível o crescimento da planta.

As telas funcionam como proteção ambiental e permitem o controle da produção, desde aspectos como temperatura, umidade e, principalmente, impedindo ou reduzindo os ataques de pragas e de doenças. A cultura do tomate é sensível a mudanças climáticas, porém, devido ao cultivo predominantemente em ambientes controlados, as condições climáticas não interferem diretamente na produção, possibilitando que se mantenha a produção durante quase todo o ano.

Existe uma grande variedade de material para construir os ambientes protegidos, que pode ser desde madeira, plástico, aço aos pré-moldados. Vale ressaltar que ambientes simples à base de madeira exigem menor investimento inicial, mas com o tempo tendem a ter custo maior, quando comparados às estruturas de aço ou industriais, devido à baixa necessidade de manutenção da estrutura.

Mudas

[rml_read_more]

Antes do transplante independente da forma de cultivo que irá implementar, as mudas de tomate híbrido Tigre podem ser produzidas em bandejas de isopor ou de plástico com capacidade para 128 ou 200 células.

É preciso cuidar sempre da sanitização das bandejas, aquisição de substrato e sementes de empresas idôneas. O transplante é realizado cerca de 25 a 35 dias após a semeadura, dependendo das condições da muda e do clima da região. As mudas devem ser transplantadas quando apresentarem de quatro a cinco folhas definitivas.

Vasos

O cultivo em vasos em ambiente protegido vem crescendo dentre as hortaliças e destaca-se o tomateiro, que proporciona maior proteção das plantas contra os fatores ambientais indesejáveis, o que diminui os riscos da produção. Ademais, é possível obter redução no consumo de água pela planta e de aplicação de defensivos químicos, comparado ao sistema de plantio em solo, canteiros, covas ou sucos.

A adoção dessa tecnologia é extremamente vantajosa para a produção por facilitar o manejo da cultura, diminuir o consumo de insumos e defensivos agrícolas, agregar maior valor comercial aos produtos e, consequentemente, aumentar a lucratividade, fatores que chamam cada vez mais a atenção do produtor.

Apesar das vantagens citadas anteriormente, nesse sistema de cultivo deve-se ter cuidado especial com a escolha do substrato, o qual deve ter alta capacidade de retenção de água, possibilitar boa aeração, ser inerte, com baixa salinidade, ausência de patógenos, baixo custo e estar facilmente disponível no mercado.

O substrato utilizado (quando for plantio em vaso ou slab) deve ser livre de contaminantes químicos, físicos ou biológicos. Dentre os substratos mais utilizados podemos citar a areia, fibra de coco e os comerciais, os quais apresentam proporções de turfa, vermiculita, casca de arroz, casca de pinus, fibra de coco, etc.

A escolha dos vasos também é um ponto importante para o sucesso da lavoura. Recipientes pequenos podem limitar o desenvolvimento radicular, e assim comprometer o crescimento das plantas. Por outro lado, recipientes grandes podem gerar custos adicionais com substratos, fertilizantes e água na irrigação.

Dessa forma, a escolha do tamanho é dependente do tempo de condução das plantas, uma vez que o ambiente protegido possibilita estender o ciclo vegetal por tempo superior a 12 meses.

Condução

As plantas de tomateiro podem ser conduzidas com uma ou duas hastes e o tutoramento com arames e fitilhos. O sistema de irrigação mais indicado para o cultivo desse segmento de tomate é por gotejamento.

De acordo com a literatura, a depender do nível tecnológico aplicado, o cultivo do tomateiro em vasos em ambiente protegido pode representar uma produtividade superior a duas vezes o cultivo em ambiente aberto. Estima-se que, nesse sistema de cultivo, pode-se alcançar produtividade de 5,0 – 6,0 kg planta-1 (tomate tipo Grape).

Limitações x vantagens

A principal limitação para o cultivo do tomate em vaso em ambiente protegido está relacionada ao elevado investimento inicial para a construção das estruturas, bem como à mão de obra especializada.

No entanto, as vantagens da utilização desta técnica, como maior produção e qualidade do produto, elevando a produtividade e valor agregado do produto, e redução da sazonalidade na oferta, promovem impactos positivos na comercialização, o que reflete em maior rentabilidade e estabilidade financeira ao produtor.

Outra dificuldade encontrada no cultivo em vaso refere-se ao manejo da adubação, em que muitas vezes o produtor, por não ter assistência técnica, realiza um diagnóstico nutricional incorreto do substrato e/ou das plantas. Quando se utiliza a fertirrigação, erros podem ocorrer tanto na mistura dos fertilizantes quanto no balanço correto dos nutrientes.

Mulching

Outra forma de condução das plantas é a utilização de filme plástico para cobertura do solo, ou mulching, dentro dos ambientes protegidos. Esta técnica forma uma barreira física na superfície do solo, o que garante benefícios ao agricultor em diversos aspectos. Entre eles, minimiza a utilização de defensivos agrícolas, recursos hídricos para a irrigação, controle da umidade do solo, favorece o maior processo de produção de fotoassimilados e equilíbrio hídrico. Tudo isso beneficia o crescimento e desenvolvimento das plantas em ambientes protegido, diminuindo as perdas com frutos rachados.

Hidroponia

O cultivo desse segmento de tomate é também indicado para hidroponia. Neste sistema há menor exposição da planta a pragas e doenças, melhor controle de irrigação, nutrição da planta e de condições do ambiente no interior da estufa, além de diminuição de pulverizações, aumentando sua maior eficiência.

A utilização de materiais híbridos com maior potencial genético contribui para o aumento da produtividade e ganhos efetivos na qualidade final do produto. Quanto ao cultivo em sistema NFT (Nutrient Film Technique), as calhas devem estar limpas e higienizadas para receber as mudas.

A solução nutritiva deve ser elaborada de acordo com a cultivar ou híbrido e a fase do tomateiro, e preparada de acordo com as recomendações do técnico responsável. O restante referente aos tratos culturais, também são praticamente os mesmos feitos a campo (condução, podas, pulverizações, raleio de frutos se a cultivar exigir, colheita e etc.).

Embora os sistemas de cultivo hidropônicos sejam mais caros e exigentes em manejo e manutenção, se realizados corretamente apresentam maiores e melhores resultados quando se trata de produtividade e qualidade, em comparação à forma tradicional de produção, tendo em vista que tem-se total controle sobre o que está atuando no meio em que as plantas estão inseridas.

Tratos culturais

Os tratos culturais para o híbrido Tigre são similares aos outros tomates em ambiente protegido, dentre os principais: o tutoramento, limpeza de ramos (desbaste), desbrota, a limpeza de baixeiro (desfolha) e a condução das plantas (com vias). Outra questão muito importante sobre o tomate híbrido Tigre é que as plantas são de crescimento indeterminado. Portanto, é necessário fazer a produção tutorada, que irá necessitar dos diversos tratos culturais de condução citados anteriormente.

Outro trato cultural importante é a desfolha para que a planta possa produzir frutos de melhor qualidade. Algumas pesquisas relatam que o tomateiro em ambiente protegido possui uma quantidade excessiva de folhas, o que provoca o autossombreamento e reduz o estabelecimento dos frutos.

A eliminação de folhas velhas favorece a produção de fotoassimilados pela melhor distribuição e captação de radiação solar. Além deste fator, tem-se que levar em consideração que o ambiente úmido próximo ao caule do tomateiro favorece um microclima para o desenvolvimento de microrganismos e insetos, e isto tende a afetar a produção e a qualidade dos frutos.

Nossa dica para quem busca maior produtividade é optar por condução com duas ou mais vias, pois quanto mais vias forem utilizadas, menores os frutos ficarão e com maior quantidade de cachos por planta. Portanto, este manejo é indicado somete com objetivo de produção de frutos tipo Grape (coquetel).

O mercado gourmet tem elevado a procura por tomates menores, porém, com alta qualidade sensorial e funcional, e o Tomate Tigre apresenta essas características.

Colheita

A colheita é realizada de forma manual e deve acontecer preferencialmente em horas mais frescas do dia, apresentando necessidade que o tomate colhido seja mantido em locais sombreados, para melhor qualidade do produto. A colheita ocorre aproximadamente dois meses após o transplante, dependendo da cultivar ou híbrido.

Recomenda-se que o corte dos cachos aconteça quando a mudança de cor começar de verde para vermelho pálido, pois a firmeza deste ponto de colheita minimiza os danos mecânicos associados à cadeia de produção.

Produtividade, lucratividade e custo-benefício

Cada vez mais os melhoristas e pesquisadores estão investindo em cultivares e híbridos de tomates gourmet que se diferenciem no mercado, como o Tigre. O apelo do consumidor por alimentos funcionais é o que fomenta o desenvolvimento de novas variedades, principalmente por tomates que possuam maiores concentrações de compostos antioxidantes e que auxiliem na prevenção de doenças causadas pela ação de radicais livres.

Então, a procura é por tomates que sejam produtivos, resistentes, com sabores equilibrados em relação a sua acidez e adocicados, sendo muito nutritivos. E para os consumidores, quando o assunto é tomate gourmet, não há obstáculos em pagar mais pela maior qualidade do produto, e isso é um prato cheio de oportunidades para os produtores.

Quando comparados ao tomate de mesa tradicional, os Grape (mini tomates), como o Tigre, possuem valor agregado muito maior, devido ao sabor diferenciado e cotações mais “estáveis”, decorrentes de seu cultivo anual.

Na média dos últimos anos (2015-19), o preço dos minitomates esteve em R$ 6,16/kg nas Ceasas nacionais, enquanto o fruto convencional foi negociado a R$ 2,42/kg no mesmo comparativo, segundo o ProHort.

Além disso, o cultivo protegido e a fertirrigação garantem redução com custos fitossanitários, uma vez que a sanidade é maior nas estufas. Também é um mercado que pode se beneficiar da demanda crescente por snacks saudáveis.

Como já citado, embora o investimento inicial seja alto com a implantação do sistema de cultivo e insumos, o retorno financeiro é rápido, pois a demanda por este produto diferenciado é constante. Mas, o produtor deve desprender parte do lucro dividindo os gastos em despesa fixa (80% do total das despesas), associado ao uso de mão de obra e depreciação permanente e despesa variável (20% do total das despesas), associado à preparação do solo, irrigação, mão de obra, colheita e insumos.

Os custos para implantação do cultivo em hidroponia podem ser de 40 até 120% superiores em relação ao cultivo em campo aberto, dependendo do grau de tecnificação do ambiente protegido, dos insumos aplicados, da mão de obra necessária, entre outros fatores.

O rendimento bruto médio cresce os olhos do produtor, podendo chegar a altos valores por ciclo, mesmo apresentando elevado investimento inicial, o cultivo de variedades ou híbridos gourmet de tomates se tornou um ótimo nicho de mercado.


No campo

Em demonstração de seu potencial, o produtor Abedias Camargo de Oliveira está apostando no tomate Tigre, uma variedade do grape gourmet. A colheita começou em julho, quando o tomate ainda apresentava um tom mais verde.

Depois de alguns dias, ao ocupar as prateleiras de mercados de todo o Brasil, ele vai atingir a tonalidade ideal, que é a marrom. E esse é o diferencial pelo material possuir um ótimo pós-colheita. Se o tomate salada é vendido pelo produtor a R$ 3,50, o Tigre sai por R$ 4,50. Abedias está na segunda safra e animado com o investimento.

Outro exemplo é Alex Tetsushi Watanabe Nakaya, produtor rural em Capão Bonito (SP), no Sítio Watanabe. Atualmente, ele tem 11.000 m² de produção de tomates gourmet, sendo sua produtividade de 5,0 kg por planta de tomate tigre.

A vantagem, contudo, é percebida no mercado, pois dentre as linhas de tomate gourmet, o benefício em produzir os tomates Tigres grape também é nítida, pois o preço da bandeja de 300 gramas do tomate Tigre gira em torno de R$ 8,95 a R$ 9,90.

Apesar de elevados investimentos em instalações, equipamentos, insumos e mão de obra, a tomaticultura gourmet tecnificada possibilita alto retorno financeiro, pois o valor pago pelos frutos pode ultrapassar 500%, comparado aos frutos tradicionais, permitindo rápido retorno ao capital investido.

– Tomate Green Zebra – Tigre

Segmento: coquetel

– Características: aspecto tigrado ou rajado que se apresenta em sua casca no estado verde. As listras são muito pronunciadas e mudam para uma cor laranja quando maduras, apresentando uma polpa de coloração desde o vermelho intenso, chegando ao marrom, mas também há no mercado coloração amarela e chocolate,

– Peso:50 g cada.

– Sabor: atinge 8,38º Brix

               – apresenta uma acidez equilibrada

               – extremante saboroso

               – paladar  agridoce

ARTIGOS RELACIONADOS

Cigarrinha-africana chega ao Brasil

Lá fora ela já é velha conhecida, mas por aqui ainda é novidade.

Processamento – A nova forma de agregar às frutas e hortaliças

Além de oferecer maior comodidade aos consumidores, que adquirem um produto já lavado e cortado, a produção de vegetais e hortaliças minimamente processados agrega valor aos produtos, o que tem atraído a atenção de agricultores em todo o Brasil.

Cultivo de eucalipto para produção de óleos essenciais

José Otávio Brito Engenheiro florestal, mestre, doutor e diretor executivo do IPEF diretoria@ipef.br   Os óleos essenciais, também conhecidos como óleos voláteis, óleos etéreos ou simplesmente essências, são...

Biobrax – Soluções para biomassa

A Biobrax Soluções Integradas para Biomassa é um negócio familiar, sediada em Cascavel (PR), com conexões globais e inovações econômicas. “A inovadora engenharia de nossas máquinas, dimensionadas conforme a necessidade de cada cliente, simplifica o processo, minimizando os passos e maximizando a confiabilidade, tornando a Biobrax perfeita para a indústria madeireira, agronegócio, metalúrgica e reciclagem”, diz Jefferson Luiz Nogueira Coutinho, diretor comercial da empresa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!