22 C
Uberlândia
segunda-feira, julho 15, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioNotíciasTrabalho apresenta novas abordagens do seguro agrícola

Trabalho apresenta novas abordagens do seguro agrícola

Taxas imprecisas e mal calculadas ocasionam graves implicações na questão da seleção adversa.

 

Um estudo desenvolvido no Programa de Pós-graduação em Estatística e Experimentação Agronômica, da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP), apresentou métodos alternativos para precificação dos seguros de produtividade e faturamento agrícola.

Na precificação do seguro de produtividade, Gislaine Vieira Duarte, autora do trabalho, utilizou distribuições paramétricas que capturam a simetria, a assimetria e a bimodalidade dos dados, “características geralmente encontradas em produtividades de soja brasileiras e que devem ser levadas em consideração para obter o prêmio atuarialmente justo e mais preciso“. Por sua vez, na precificação do seguro de faturamento, a metodologia de cópulas foi utilizada na análise multivariada entre produtividade de soja e preços (análise bidimensional).

No caso do seguro de produtividade e faturamento (tridimensional), os resultados sugerem que as taxas cobradas pelas seguradoras estão superfaturadas quando comparadas com a metodologia apresentada. “A superestimação da taxa dificulta a expressiva venda de seguros no Brasil, além de atrair agricultores com maiores riscos, fortalecendo o problema de seleção adversa“. No caso do seguro de faturamento (bidimensional), em que não se leva em consideração a influência do câmbio (dólar) na modelagem, “os resultados sugerem que as seguradoras subestimam as taxas do seguro de faturamento, o que pode levar a uma perda grande para a seguradora, pois esta pode estar considerando um risco muito menor do que deveria ser levado em consideração“.

A tese teve orientação do professor Vitor Augusto Ozaki, do departamento de Economia, Administração e Sociologia.

ARTIGOS RELACIONADOS

Novidades em mecanização para o preparo do solo

Vinicius Evangelista Silva Engenheiro florestal. Msc. e especialista em Nutrição e Manejo " Eldorado Brasil - Três Lagoas (MS) José Geraldo Mageste Doutor e professor da...

Cultivo de eucalipto para produção de óleos essenciais

José Otávio Brito Engenheiro florestal, mestre, doutor e diretor executivo do IPEF diretoria@ipef.br   Os óleos essenciais, também conhecidos como óleos voláteis, óleos etéreos ou simplesmente essências, são...

Jacto lança adubadora Uniport 5030 NPK durante Agrishow 2017

Nova máquina ganha tecnologias exclusivas, desenvolvidas pela própria empresa, que entre muitos benefícios para o produtor e para o meio ambiente, trazem precisão na...

Valagro – Mais produção com menos recursos

Desde 2004 a Valagro participa da Hortitec. “Para nós, este é principal evento, pois a empresa possui seu DNA em HF e a Hortitec,...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!