21.3 C
Uberlândia
domingo, julho 14, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosTraça-do-tomateiro: superando os desafios de manejar bem

Traça-do-tomateiro: superando os desafios de manejar bem

Sérgio Camargo
Engenheiro agrônomo da área de desenvolvimento de mercado da Sipcam Nichino Brasil

Fotos: Sipcam Nichino

Ocorre o ano todo, porém, é nos períodos mais secos do ano que ela se torna a principal e mais agressiva praga da cultura do tomate, e por isso seu manejo deve ser iniciado logo no aparecimento das primeiras mariposas.

O tomate é um dos principais alimentos presentes na alimentação do brasileiro. Plantado o ano todo, em todo o território nacional, o Brasil é o 9º produtor mundial dessa cultura, com área de plantio próximo de 52 mil ha em 2020 (fonte IBGE).

Dentre os maiores desafios do tomaticultor que muitas vezes limita a produtividade e qualidade do tomate estão as pragas, em especial a traça-do-tomateiro Tuta absoluta (Meyrick).

Ataque

A traça-do-tomateiro está presente nos principais países produtores de tomate da América Latina e é considerada uma das mais importantes do tomate. Após ser constatada pela primeira vez no Brasil em 1979, em Morretes (PR), em apenas três anos estava dispersa por todas as regiões produtoras do País.

A traça-do-tomateiro ocorre o ano todo, porém, nos períodos de seca torna-se mais destrutiva. E para o manejo correto, é fundamental ter conhecimento da biologia e do comportamento da praga.

Podem ser vistas ao amanhecer e ao entardecer, quando voam, acasalam e fazem as posturas. As fêmeas adultas depositam seus ovos em folhas, frutos, hastes e sépalas de flores. Após três dias, as lagartas eclodem dos ovos e começam a se alimentar de estruturas da planta e dos frutos.

Devido ao seu voraz hábito alimentar, em poucos dias a praga é capaz de causar grandes prejuízos aos produtores que destinam sua produção ao consumo in natura ou para indústria alimentícia.

Outro aspecto importante é que a praga possui ainda significativa capacidade reprodutiva, pois cada fêmea consegue depositar de 55 a 130 ovos durante sua vida reprodutiva. Os danos podem chegar a até 70% – 100% da produção de uma lavoura, com a redução de área foliar e da produtividade por inutilizar os frutos atacados.

Fotos: Sipcam

Manejo

O controle químico é a principal tática de manejo nos cultivos comerciais. Em casos extremos, são realizadas até 36 aplicações de inseticidas durante o ciclo da cultura para o controle de T. absoluta.

O uso sistemático do mesmo inseticida nas múltiplas gerações da praga dentro da mesma lavoura provoca a seleção de indivíduos resistentes e a perda de eficiência dessas ferramentas.

É de grande importância a adoção de estratégias de MIP (Manejo Integrado de Pragas) como janela de aplicações, proposta pelo IRAC (Comitê de Ação à Resistência a Inseticidas).  Essa metodologia propõe o uso do mesmo inseticida em apenas uma geração da praga (28 dias), rotacionando os inseticidas (mecanismo de ação) a cada geração, impedindo que indivíduos resistentes se estabeleçam no ambiente.

Solução

Neste contexto, é importante a descoberta de novos ativos eficazes, como recentemente lançado pela Sipcam Nichino do Brasil, um novo inseticida o Ohkami® (Tolfenpirade) com um novo grupo químico.

Vários estudos foram realizados com o objetivo de avaliar a eficácia do Ohkami®, numa parceria técnica cientifica entre os especialistas Drª Regiane Cristina de Oliveira, do grupo AGRIMIP (Grupo de Pesquisa em Manejo Integrado de Pragas na Agricultura – Unesp de Botucatu-SP), e o Dr. Sergio Benvenga (Inspecta Pesquisa e Consultoria).

Neste estudo (Figura 1) os pesquisadores testaram a ação ovicida do Ohkami® através da porcentagem de eclosões de lagartas, evidenciando a excelente performance do Ohkami® na ação ovicida.

Figura 1

Neste estudo (Figura 2), os pesquisadores avaliaram a porcentagem de mortalidade das lagartas oriundas de quatro localidades, quando expostas aos inseticidas. Os resultados de Ohkami® evidenciam sua excelente performance como lagarticida sobre as quatro populações testadas.

Figura 2 

No trabalho de pesquisa (figura 3), fica evidenciado o efeito de Ohkami® sobre a fertilidade dos adultos, reduzindo em 83,2% as posturas. 

Figura 3

Nesse trabalho a campo (Figura 4), comparou-se a Estratégia 1 (Manejo Sipcam Nichino com os produtos Ohkami® e Takumi®) Vs Estratégia 2 (manejo do produtor), demonstrando redução substancial no número de ovos, número de lagartas vivas, número de sintomas (lesões) e percentual de redução entre as duas estratégias.

Figura 4

Em outro trabalho a campo, conduzido pelo consultor doutor Sergio Benvenga, na região de Sumaré (SP), comparando o manejo do produtor Vs o manejo com Ohkami®, ele conseguiu redução de 42%, 41% e 44%, respectivamente, no número de lagartas, número de lesões nas folhas e número de frutos brocados. 

Outros estudos a campo constataram que Ohkami® reduziu em mais de 80% o número de lagartas vivas e em áreas comerciais, o controle chegou a 100% em muitos casos.

Diferencial

Outro diferencial do produto é seu mecanismo de ação único para a traça do tomateiro. Esta característica, é importante na rotação com outros inseticidas tradicionalmente utilizados para essa praga, reduzindo as chances do estabelecimento de indivíduos resistentes no ambiente. Ohkami® reúne quatro características centrais que definem sua alta eficácia sobre a Traça-do-tomateiro: ação sobre a fertilidade de adultos, efeito lagarticida, ovicida e ação repelente.  E seu período de carência de três dias facilita o planejamento das colheitas

Vale salientar que Ohkami® tem registro em mais 11 cultivos, e se destaca para manejo de outro alvo de difícil controle: a traça-das-crucíferas (Plutella xylostella) que ataca brócolis, repolho, couve-flor, couve e outras. A Sipcam Nichino tem uma ampla e completa linha de soluções para a cultura do tomate, com inseticidas, fungicidas e bioestimulantes.

LEIA TAMBÉM:

ARTIGOS RELACIONADOS

Melancia híbrida – 50% mais produtiva

Eduardo Suguino Roberto Botelho Ferraz Branco Pesquisadores da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA) - Polo Centro Leste Adriana Novais Martins Rosemary Marques de Almeida...

Como manejar a ferrugem do milho

Manejar a ferrugem do milho é uma arte da agricultura moderna, exigindo estratégias precisas para proteger a colheita e promover a saúde das plantas.

Nova geração de tomates híbridos enriquecidos com licopeno

Maria Esther de Noronha Fonseca Leonardo Silva Boiteux Pesquisadores da Embrapa Hortaliças " Brasília (DF) Importância do licopeno: o sinal vermelho contra o câncer " o pigmento...

Manejo da irrigação do algodoeiro

A cotonicultura é uma atividade agrícola de alto valor no Brasil, e apesar do cenário pandêmico, a cultura apresentou resultados recordes no ano de 2020

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!