Tratamento de sementes aumenta produtividade

0
27

Márcio Antônio Pereira do CarmoBiólogo e Doutorando em Agronomia/Fitotecnia – Universidade Federal de Lavras (UFLA)marciocarmobio@gmail.com

Isadora Gonsalves da SilvaEngenheira agrônoma e doutoranda em Agronomia/Fitotecnia – UFLAisadoragsilva@live.com

Sementes – Crédito: Shutterstock

O uso de sementes de boa qualidade é fator primordial para o sucesso das lavouras. Condições ambientais, como altas temperaturas e umidade, favorecem a ação de fungos e insetos, prejudicando a germinação e o estabelecimento das plântulas no campo. Daí a importância do tratamento de sementes.

Considera-se como tratamento de sementes qualquer operação que envolve as sementes em si, seja pelo manejo; incorporação de produtos químicos e/ou biológicos independentes, se for utilizado na superfície ou interior das sementes, ou pela utilização de agentes físicos visando a melhoria do seu desempenho.

A prática pode ser dividida em tratamento sanitário ou funcional, a depender da sua finalidade. O tratamento sanitário proporciona o controle das doenças e pragas pelo uso de produtos químicos, biológicos e por processos (calor). Já o tratamento funcional atua na incorporação de micronutrientes, promotores de crescimento, hormônios, corantes polímeros, pellets, dentre outros.

Vantagens e desvantagens de cada um

Atualmente, existem duas formas de tratamento para as sementes. A primeira é o tratamento feito na propriedade, também conhecido como “on farm”, em que o agricultor adquire as sementes separadas do tratamento, ou seja, sem nenhum tipo de produto. Neste caso, é realizada a aplicação na própria fazenda de forma manual, geralmente utilizando tambor giratório ou betoneira.

As vantagens desse tipo de tratamento começam pelo baixo custo e o menor período de exposição das sementes aos produtos químicos. Mas, deve-se atentar para a dosagem correta dos produtos, ordem dos tratamentos (fungicida, inseticida…), compatibilidade entre os produtos e sempre usar equipamento de proteção individual.

As desvantagens desse tipo de tratamento são a má distribuição dos produtos, risco de contaminação para o operador e o meio ambiente.

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.