29.3 C
Uberlândia
sexta-feira, julho 12, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosTratamento de sementes de feijão com cálcio e magnésio

Tratamento de sementes de feijão com cálcio e magnésio

Foto: Shutterstock

Daniele Maria do Nascimento
daniele.nascimento@unesp.br
Marcos Roberto Ribeiro Junior
marcos.ribeiro@unesp.br
Engenheiros agrônomos e doutores em Agronomia/Proteção de Plantas – UNESP
Adriana Zanin Kronka
Engenheira agrônoma, doutora em Agronomia/Fitopatologia e professora – UNESP
adriana.kronka@unesp.br

A busca por métodos agrícolas que aumentem a produtividade e a qualidade das culturas é um desafio constante para os produtores rurais. No contexto da agricultura moderna, o tratamento de sementes surge como uma estratégia inovadora, capaz de potencializar o desenvolvimento inicial das plantas e maximizar os rendimentos das colheitas.

Entre as diversas técnicas disponíveis, o tratamento de sementes de feijão com cálcio e magnésio se destaca por proporcionar melhorias significativas na saúde e robustez das plantas. Esta abordagem não só fortalece o sistema radicular, essencial para a absorção eficiente de nutrientes e água, mas também promove uma germinação mais vigorosa e uma resistência aprimorada a condições adversas.

Benefícios observados

O tratamento de sementes de feijão com cálcio e magnésio traz diversos benefícios significativos para o cultivo, destacando-se a melhora na estrutura das raízes e o consequente aumento na absorção de nutrientes.

Esta prática não só reforça a robustez das plantas, aumentando sua resistência a estresses ambientais, como secas ou solos pobres, mas também promove uma germinação mais vigorosa e saudável.

Um dos efeitos mais notáveis desse tratamento é a maior uniformidade dos lotes, aspecto fundamental para otimizar a colheita mecanizada. Assim, ao fortalecer as plantas desde a fase inicial, esse método nutricional assegura uma lavoura mais equilibrada e potencialmente mais produtiva. Esse manejo nutricional também melhora a sanidade das sementes, reduzindo a incidência de doenças radiculares

Doses ideais

As doses de cálcio e magnésio que mostraram resultados benéficos no tratamento de sementes de feijão, conforme os estudos analisados, variaram dependendo da forma de aplicação e da concentração específica de cada nutriente na formulação utilizada.

Para o tratamento de sementes de feijão, as doses efetivas de cálcio, na forma de óxido de cálcio (CaO) nanoparticulado com 25% de Ca, variam entre 3,0 a 4,5 L.ha-1. Quanto ao magnésio, as doses eficazes tendem a ser mais variadas, abrangendo uma faixa mais ampla, que começa em doses menores e pode chegar até cerca de 1.000 mg ha-1.

A especificidade das doses de magnésio depende da formulação particular do óxido de magnésio utilizado no tratamento.

Essas doses foram determinadas com base em resultados experimentais que observaram melhorias como aumento da massa seca de raiz e parte aérea, aumento do comprimento de raízes, entre outros efeitos benéficos ao crescimento das plantas e à sua produtividade subsequente.

Foto: Shutterstock

É importante que essas doses sejam ajustadas conforme as condições específicas de solo e clima, bem como as práticas de manejo de cada produtor, para maximizar os benefícios e evitar potenciais efeitos negativos de excesso de nutrientes.

Até o momento, não há evidências significativas de que o tratamento afete negativamente a germinação. Pelo contrário, estudos indicam que pode até melhorar a vigorosidade das plântulas.

Impacto das nanopartículas de CaO

O uso de nanopartículas de CaO permite liberação mais controlada e eficiente do cálcio, comparado a outras formas tradicionais.

Essa tecnologia proporciona maior área de contato do nutriente com o solo e as raízes, resultando em absorção mais efetiva.

Considerações para agricultores

Os agricultores devem considerar a qualidade do solo e as condições climáticas específicas de suas regiões ao aplicar o tratamento. É fundamental realizar análises de solo para adequar as doses e evitar o uso excessivo, que pode levar a desequilíbrios nutricionais e problemas ambientais.

Espera-se que o tratamento de sementes com cálcio e magnésio resulte em um aumento na produtividade final da cultura devido à melhoria geral da saúde e vigor das plantas. Para implementar essa técnica, os agricultores podem acessar insumos em cooperativas agrícolas ou fornecedores especializados, e devem buscar assistência técnica para garantir a aplicação correta.

Pesquisas futuras

Continuam as pesquisas para expandir o entendimento e as aplicações deste tratamento em outras culturas além do feijão, explorando diferentes combinações e concentrações de nutrientes para maximizar os benefícios agronômicos.

ARTIGOS RELACIONADOS

Nutrição foliar garante correção imediata das deficiências

  Renato Marques Professor de Fertilidade dos Solos e Nutrição de Plantas " UFPR rmarques1961@gmail.com   A adubação foliar visa o fornecimento de nutrientes às plantas de forma...

Fosfitos mais micronutrientes proporcionam alta absorção nutricional

AutoresLuciano de Melo Silva Engenheiro agrônomo e mestrando em Agricultura Tropical e Subtropical - Instituto Agronômico/Centro de Ecofisiologia e Biofísica lu.agrocca@gmail.com Sueellen Pereira...

Cálcio: Elemento essencial para a vida das plantas

Elemento estrutural das plantas, o cálcio é muito importante na síntese da parede celular, germinação do grão de pólen e crescimento do tubo polínico....

Yoorin Fertilizantes participa da FEACOOP 2017

Companhia, que foi a primeira empresa de insumos agrícolas do mundo a receber o selo de sustentabilidade ProTerra, expõe ao mercado sua linha de...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!