21 C
Uberlândia
sábado, julho 13, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosGrãosTrichoderma + fósforo - Solução para o fusarium do feijoeiro

Trichoderma + fósforo – Solução para o fusarium do feijoeiro

 

Daniela T. S. Campos

Doutora e professora da UFMT/FAMEV/DFF – Laboratório de Microbiologia do Solo

camposdts@yahoo.com.br

Fábio Ricardo Faganello

Engenheiro agrônomo

fabio@solida.agr.br

 

DestaqueO fungo Fusarium oxysporum f.sp. phaseoli é o causador da doença conhecida como murcha-de-Fusarium, sendo a principal doença de solo que acomete a cultura do feijoeiro. Vivem no solo saprofiticamente ou exercendo parasitismo sobre diversas culturas anuais ou perenes.

As condições favoráveis para a ocorrência do F. oxysporum são a compactação, a alta umidade e as altas temperaturas (22 a 35 ºC) do solo, podendo atingir até 100% das plantas em casos mais extremos e causar grandes perdas de produtividades.

A podridão ocasionada pelo fungo é bem caracterizada pelas lesões avermelhadas na raiz e na parte inferior do caule da planta, tornando-se, mais tarde, pardo escuras.

Com a evolução do ataque do F. oxysporum na raiz principal, as raízes laterais morrem, podendo ocorrer a morte parcial ou total dos ramos, trazendo grandes prejuízos. O Fusarium é transmitido pelas sementes contaminadas e sobrevive no solo por vários anos, por meio de estruturas de resistência conhecidas como clamidósporos.

Trichoderma + fósforo

Os fungos pertencentes ao gênero Trichoderma são de grande valor econômico para a agricultura, uma vez que são capazes de atuar no controle de doenças de várias plantas cultivadas e podem ser um inimigo natural das doenças de solos e de plantas. Têm a função de estimular e promover o aumento do enraizamento e liberar os fitohormônios que auxiliam no desenvolvimento das plantas. O Trichoderma associado ao fósforo (P) pode auxiliar no maior enraizamento das plantas, promovendo vegetais mais sadios e resistentes ao ataque de doenças.

Eficiência

O Trichoderma tem uma eficiência muito superior quando comparado a um tratamento químico, pois ele se estabelece no ambiente e se multiplica na rizosfera, sobrevivendo a um período maior e protegendo as raízes em todo o ciclo da cultura. Já o tratamento químico tem eficiência no estabelecimento da cultura e permanece por aproximadamente 15 a 20 dias.

A aplicação no sulco de plantio é a mais eficiente, pois o fungo não entra em contato com os produtos químicos que são utilizados no tratamento das sementes.

Atuação na planta

O Trichoderma age sobre outros microrganismos produzindo substâncias tóxicas, alimentando-se de outros fungos que causam doenças, competindo por espaço e alimento. Ele protege as raízes das plantas para que nenhum patógeno entre em contanto causando danos às raízes, e age como predador do Fusarium e de outros fungos.

Como aplicar

A forma preferencial de aplicação do fungo é no sulco de plantio ou no tratamento de sementes junto com o inoculante à base de bactérias fixadoras de nitrogênio, podendo ser feita uma aplicação em área total no início da cultura.

Para o feijão, a dosagem recomendada é de 60-100 gramas/ha, a um custo de R$ 40,00 a R$ 50,00/ha.

Custo-benefício

A técnica tem um custo-benefício muito bom, pois como a população do Trichoderma será aumentada com o passar do tempo, a evolução do Fusarium e das outras doenças serão reduzidas.

É importante lembrar-se de evitar o uso do Trichoderma com fungicida carbendazim no tratamento de semente, que é muito agressivo ao Trichoderma. Deve-se, também, realizar rotação de cultura, de preferência para aumentar a matéria orgânica do solo, e utilizar plantas de cobertura.

Essa matéria você encontra na edição de julho da Revista Campo & Negócios Grãos. Adquira o seu exemplar.

 

ARTIGOS RELACIONADOS

Calagem e sua importância na agricultura de alto rendimento

  Gabriel Anastácio Graduando em Engenharia Agronômica " ESALQ/USP Grupo de Apoio à Pesquisa e Extensão - GAPE gab.eq.ras@gmail.com A crescente demanda por altas produtividades no campo, seja por...

Pesquisa desenvolve capa de micronutrientes para revestimento de fertilizantes NPK

Foto: Thiago Cesar Pesquisadores desenvolveram uma tecnologia pioneira no País de fertilizante completo. Trata-se de uma película formada por micronutrientes, em grande concentração que recobre...

Maior enraizamento do tomate é alcançado com algas marinhas

Nilva Teresinha Teixeira Engenheira agrônoma, doutora em Solos e Nutrição de Plantas e professora do Curso de Engenharia Agronômica do Centro Regional Universitário de Espírito...

Efeitos da aplicação de fertilizantes organominerais na fotossíntese

  Fabiano Pacentchuk Engenheiro agrônomo, mestre em produção Vegetal e doutorando em Agronomia - Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) fabianopacentchuk@gmail.com Margarete Kimie Falbo Médica veterinária, doutora e professora do...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!