21.3 C
Uberlândia
domingo, julho 14, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosGrãosUsina de etanol de milho é inaugurada oficialmente em Sorriso-MT

Usina de etanol de milho é inaugurada oficialmente em Sorriso-MT

Milho – Foto: Shutterstock

A FS Bioenergia, primeira usina de etanol do Brasil a utilizar milho em 100% da produção, foi inaugurada oficialmente no dia 28 de outubro, em Sorriso-MT. Junto com a primeira unidade de Lucas do Rio Verde e previsão de expansão para outros municípios, é considerada a maior usina produtora de etanol de milho do país. O Sistema Famato, presidido por Normando Corral, esteve presente e considerou o empreendimento uma oportunidade a mais para os produtores comercializarem o cereal.

“Antes da implantação das usinas de etanol de milho aqui no estado, o milho não tinha preço e nem liquidez. Era necessário alto investimento do governo federal para equalizar os preços. Para o produtor rural, a verticalização da produção pelas agroindústrias é fundamental pra manutenção da atividade”, afirmou Normando Corral.

A FS está no mercado mato-grossense há pouco mais de quatro anos. Atualmente, segundo dados da companhia, as duas unidades (Lucas do Rio Verde e Sorriso) processam 3,3 milhões de toneladas de milho por ano e produzem pouco mais de 1,4 bilhão de litros de etanol ao ano, o que representa um pouco mais de 5% de toda a produção de etanol do Brasil.

“Produzimos também 1,3 milhão de toneladas de produtos de nutrição animal que servem às cadeias de proteína animal como suínos, aves, bovinos e psicultura e produzimos também bioeletricidade, que são milhares de megawatts de energia elétrica a partir da biomassa”, informou o CEO da empresa, Rafael Abud.

O evento teve a presença da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, que destacou a importância do empreendimento para o país e da união da classe para o desenvolvimento sustentável do setor. “É fundamental a organização dos produtores em torno das federações e associações porque é assim que as coisas acontecem. Se tivermos as federações e associações de produtores organizadas, pautadas, sabendo o que querem, as coisas acontecem de maneira muito mais célere e facilita a vida da nossa agricultura”, frisou.

Em seguida, houve o lançamento oficial simbólico da safra 21/22 que também contou com a presença de lideranças do agro, produtores rurais e autoridades públicas municipais, estaduais e federais.

Para a nova safra, cujo plantio começou em setembro, o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) estima produção de 37,41 milhões de toneladas de soja e 39,58 milhões de milho. O município de Sorriso, localizado ao norte do estado e considerado a capital nacional do agronegócio, lidera o ranking da expectativa de produção para a safra 21/22, com 2,12 milhões de toneladas de soja e 3,61 milhões de toneladas de milho.

Cluster – Em 2017, o Imea, instituto ligado ao Sistema Famato, publicou o estudo Cluster de Etanol de Milho para apresentar a viabilidade econômica dos investimentos de etanol de milho em Mato Grosso.

Os analistas percorreram mais de 3 mil quilômetros, visitaram 11 municípios, seis usinas de etanol (cana-de-açúcar, flex e full) e entrevistaram 70 pessoas. Identificaram as melhores regiões para a instalação de usinas no estado e a viabilidade social e ambiental dos empreendimentos.

“Uma usina de etanol contribui para a geração de empregos diretos, indiretos e induzidos. A cada emprego direto, por exemplo, o setor cria outros 14 indiretos e mais 10 induzidos. Além disso, esse modelo de negócio contribui na redução das emissões de CO2, mitigando em quase 70% a quantidade de Gases do Efeito Estufa (GEE), conforme o local onde a usina é instalada”, informou o superintendente, Cleiton Gauer.

Para lembrar do estudo acesse aqui: https://sistemafamato.org.br/portal/arquivos/12092017054227.pdf. Fonte: Ascom Famato

ARTIGOS RELACIONADOS

Bioinoculante eleva a produtividade

Biofree, desenvolvido pela Biotrop, é o único a combinar a mobilização de fósforo ...

Produtores rurais e startups são premiados no AgroBIT Brasil 2022

Três produtores foram premiados na segunda edição do Prêmio Produtor Rural 4.0 e três startups, no Smart Farm Mapa Conecta.

Alexander Drotschmann deixa a KWS para a aposentadoria em 2022

Alexander Drotschmann, que liderou os negócios de milho e soja da KWS na América do...

Novo avanço de molécula herbicida na safra de milho verão 2022-23

Solução à base da molécula Terbutilazina recebeu avaliações favoráveis de órgãos de consultoria e pesquisa e transferiu ganhos ao produtor

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!