18.1 C
São Paulo
sábado, agosto 13, 2022
-Publicidade-
Inicio Revistas Grãos Uso de maturadores antecipa a colheita do café

Uso de maturadores antecipa a colheita do café

 

Giovani BeluttiVoltolini

giovanibelutti77@hotmail.com

Pedro MenicucciNetto

pedromenicucci2010@hotmail.com

Isadora Bastos Santos

isadorabs9200@gmail.com

Graduandos em Agronomia pela Universidade Federal de Lavras ” UFLA e membros do Grupo de Estudos em Herbicidas, Plantas daninhas e Alelopatia ” GHPD

 

 Crédito Daniel Vieira
Crédito Daniel Vieira

O cultivo do cafeeiro vem se mostrando cada vez mais rentável, visto que as tecnologias empregadas na produção do café têm sido aprimoradas, aumentando assim sua rentabilidade. Um fator que contribui de maneira direta para o aumento da lucratividade do cafeicultor é a opção da produção de um café com qualidade superior.

A qualidade do café está diretamente relacionada com o momento adequado de se iniciar a colheita, assim como os manejos corretos na pós-colheita. Sendo assim, quanto maior a quantidade de grãos cerejas no café colhido, possivelmente maior será a qualidade final, visto que os grãos cereja estão no mais completo estádio de desenvolvimento e de constituintes do fruto.

Floradas

Sabe-se que, devido às condições climáticas do Brasil, a florada do cafeeiro é desuniforme, ocorrendo de quatro a cinco floradas, sendo frequentes entre os meses de setembro e novembro.

Neste sentido, o uso de maturadores antecedendo a colheita do café é uma prática que vem sendo muito utilizada, visando o aumento na quantidade de grãos cerejas, assim como a maior uniformidade dos frutos, favorecendo assim a obtenção de cafés de maior qualidade.

Importância da colheita antecipada

Devido à desuniformidade das floradas, a antecipação da colheita é algo muito difícil de ser feito, visto que a planta possuirá tanto grãos verdes como cerejas e secos nos seus ramos.

A colheita antecipada é uma forma de “liberar“ a lavoura mais cedo, ou seja, colhendo os frutos, que são os drenos mais fortes da planta. Esta prática é de grande importância, pois a resposta vegetativa posterior ao período de metabolismo mais baixo, ou seja, de abril a setembro, será bem maior.

Utilização de maturadores

A utilização de maturadores na cultura do café, na maioria das vezes, se dá pela aplicação do ingrediente ativo etephon. Sua ação está diretamente relacionada com a biossíntese de etileno, que é um gás que induz a senescência na planta. Não caso da cultura do café, sua ação se dá, principalmente, na aceleração da maturação dos frutos.

Entretanto, a aplicação deve ser feita no momento adequado, pois, se realizado sem que 90% dos grãos do terço inferior da planta cafeeira estejam maduros fisiologicamente, ou seja, “granados“, pode haver grande perda na qualidade e quantidade do café. Isto porque o mesmo não teria sua composição completa, perdendo em peso e também na qualidade, devido à adstringência oriunda dos grãos imaturos.

Geralmente, os maturadores são aplicados no fim do mês de maio, podendo variar de acordo com a cultivar escolhida e/ou do ambiente em que a lavoura está implantada.

Crédito Marcelo André
Crédito Marcelo André

Dosagem recomendada

A dosagem recomendada para a aplicação do produto é de 468g i.a.ha-1, ou 650 ml.ha-1. Entretanto, isto pode variar de acordo com o fabricante, sendo correta a busca por um engenheiro agrônomo para a recomendação.

Como dito, a aplicação deverá ser realizada quando 90% dos frutos da “saia” das plantas de café estiverem fisiologicamente maduros. Isso pode ser percebido cortando-se os frutos com o auxílio de um material afiado – se o interior estiver duro, com o grão formado, indica que os frutos estão fisiologicamente maduros.

A maturação ocorrerá após 15 dias da aplicação do produto, quando se recomenda a colheita entre 20 a 30 dias. Não se deve exceder o limite de uma aplicação por safra.

Resultados em campo

Ensaios de campo evidenciaram, na maioria das vezes, aumento significativo na quantidade de grãos cereja nas plantas que foram submetidas à aplicação do maturador, sendo este aumento em torno de 60%. O uso deste produto diminui o número de grãos verdes e, consequentemente, reduz a adstringência na bebida do café.

A colheita mecanizada também se torna mais fácil, visto que a força de desprendimento do fruto é bem menor quando se tratam de cerejas. Isso favorece a colheita seletiva, que provavelmente acarretará em cafés de maior qualidade.

Ensaios apontam para maiores quantidades de folhas senescentes nas plantas que receberam o maturador. Sabe-se que os maturadores induzem a biossíntese de etileno na planta, e consequentemente, fazem com que o fruto amadureça. Entretanto, isso pode acontecer com as folhas também, induzindo-as à senescência.

Essa matéria completa você encontra na edição de setembro da revista Campo & Negócios Grãos. Adquira já a sua para leitura integral.

Inicio Revistas Grãos Uso de maturadores antecipa a colheita do café