23.6 C
Uberlândia
terça-feira, abril 16, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosVagem roxa atende mercado gourmetizado

Vagem roxa atende mercado gourmetizado

A vagem roxa conquistou o mercado gourmet com sua cor vibrante e sabor único, tornando-se uma opção sofisticada e versátil para pratos especiais.

Gabrielle Caroni Vacchi
Graduanda em Ciências dos Alimentos – ESALQ-USP
gabriellevacchi@usp.br
Catherine Amorim
Engenheira agrônoma e doutoranda – ESALQ-USP
catherine.amorim@usp.br
Ricardo Alfredo Kluge
Doutor e professor – ESALQ/USP
rakluge@usp.br

A linha de hortaliças gourmet está cada vez mais presente nos mercados, por ser atrativa visualmente e altamente nutritiva. É composta por alimentos das mais variadas cores e formatos, que são utilizados cada vez mais em preparações culinárias por chefs renomados, além de chamar a atenção do consumidor desse nicho.
A vagem é uma hortaliça comumente de coloração verde. No entanto, também possui cultivares de colorações diferentes, como a roxa. Esse tipo de vagem é peculiar, por apresentar coloração externa roxa intensa e com os feijões-verdes, sendo um produto diferenciado e atrativo a esse tipo de mercado.
A diferença na coloração da vagem roxa chama a atenção, além de apresentar maiores teores de antocianinas, que são um grupo de pigmentos vegetais pertencente aos flavonoides, que conferem a coloração à vagem.

Foto: Shutterstock

Benefícios nutricionais

Tratam-se de poderosos compostos antioxidantes que garantem benefícios para o bem-estar e a saúde humana, agindo na prevenção e tratamento de doenças como Alzheimer, diabetes, cardiomiopatia diabética e câncer de mama.
Essa hortaliça ainda se destaca por características nutricionais, como altos teores de fibras dietéticas, altos níveis de vitamina A e baixa caloria. Além disso, possuem quantidades significativas de vitaminas C, B-1 (tiamina) e B-6 (piridoxina).

No campo

O feijão vagem Xapecó (trepadeira) é um exemplo de cultivar que produz vagens cilíndricas de cor roxa, levemente achatadas e que possuem maciez mesmo após o crescimento.
O feijão vagem Xexéu (baixo) também evidencia a coloração, com suas vagens roxas de um tom mais escuro, e é uma boa opção para o plantio em vasos, além de apresentar também aspecto ornamental.
Muito usada na culinária asiática, a vagem de metro roxa (trepadeira) também pode ser citada no mundo gourmet. Essa é preparada normalmente frita e de forma rápida, por não exigir muita cocção, como a verde.
Os termos ‘trepadeira’ e ‘baixo’ se referem aos hábitos de crescimento das plantas, os quais podem ser determinados, como o Xexéu, que possui pouca estatura, ou indeterminado como o Xapecó e a vagem de metro roxa, que continuam o crescimento após o início da primeira floração, e por isso não devem ser plantados em vasos.

Manejo

Quando nos referimos ao manejo de cultivo desse vegetal, o mesmo é semelhante ao da vagem verde. A vagem roxa necessita de solos de alta fertilidade, principalmente de nutrientes como o cálcio, sendo indispensável boa luminosidade para não diminuir a produtividade e textura.
A luminosidade também é importante para o ganho da coloração roxa, uma vez que as antocianinas são sintetizadas na presença de luz. Sua temperatura ótima varia entre 18 e 24°C. É importante ressaltar que essa hortaliça pode ser cultivada nas mais diversas regiões do País, e apresenta-se promissora para agricultores que desejam atingir pessoas que buscam um estilo de vida mais saudável.

ARTIGOS RELACIONADOS

Couves-flores coloridas chamam atenção do mercado

O manejo dessas cultivares segue os mesmos padrões de cultivo da couve-flor convencional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!