25.9 C
Uberlândia
terça-feira, julho 16, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosVaquinha em batata exige medidas imediatas

Vaquinha em batata exige medidas imediatas

Crédito: Ana Maria Diniz
 

Fellipe Kennedy Alves Cantareli
Doutorando em Agronomia – Universidade Federal de Goiás (UFG)
 cantareli@discente.ufg.br
Jade Cristynne Franco Bezerra
Doutoranda em Ciência Florestal – UNESP
jade.bezerra@unesp.br
Matheus Pereira Lima Costa
Mestrando em Irrigação no Cerrado – IF Goiano
matheusgoiassdo@hotmail.com

A Diabrotica speciosa (Coleoptera: Chrysomelidae), conhecida popularmente como vaquinha ou larva-alfinete, é um inseto-praga que causa danos em diversas culturas agrícolas. É um besouro que tem um ciclo de vida prolongado – os adultos têm uma expectativa de vida de aproximadamente 50 a 60 dias, a depender do hospedeiro em que se desenvolve.

Normalmente, tem de seis a oito gerações por ano, proliferando em um ou mais hospedeiros dentro de uma mesma área, atacando mais de 30 culturas de importância econômica.

Os danos são divididos em diretos e indiretos, e ocorrem em todo o desenvolvimento fenológico da planta, nas folhas, frutos e órgãos subterrâneos.

As larvas são responsáveis pelos principais danos, fazem pequenos orifícios superficiais nas raízes tuberosas, podendo ficar impróprias pra consumo e facilitar a entrada de vários patógenos oportunistas, como fungos e bactérias, diminuindo sua qualidade e causando prejuízos comerciais.

Medidas imediatas contra a praga

A utilização de inseticidas químicos tem sido muito eficaz para os produtores que atendem o mercado atacadista e industrial. Podem ser aplicados via tratamento de tubérculos-semente, granulados ou pulverizados no sulco de plantio, apresentando excelentes resultados.

Na estratégia de manejo, o monitoramento torna-se indispensável, com o uso de armadilhas luminosas e/ou com feromônio. Além disso, uma característica dessa praga é a distribuição em reboleiras, o que facilita o monitoramento.

Eficácia dos inseticidas

Normalmente, o controle é feito de maneira preventiva, por meio da aplicação de inseticidas no sulco de plantio ou durante a amontoa. O uso de controle químico é quase sempre necessário, especialmente para genótipos amplamente cultivados como o ‘Bintje’, que é altamente suscetível ao ataque dessa praga em testes de preferência alimentar.

Na prática do controle químico, as formulações granuladas são predominantes, embora as formulações líquidas também apresentem resultados promissores em estudos anteriores.

Para garantir um controle eficaz, é importante utilizar pulverizadores e volumes de calda que garantam uma cobertura completa em todas as partes das plantas. Além disso, medidas adicionais de controle devem ser tomadas para lidar com as larvas no solo.

Se necessário, a aplicação deve ser repetida a cada sete dias, com um máximo de quatro aplicações por ciclo de cultivo. Se mais de quatro aplicações forem necessárias, é recomendado o uso de inseticidas com mecanismos de ação diferentes.

Outras medidas

A utilização dos microrganismos, como os fungos entomopatogênicos Beauveria bassiana e Metharhizium anisopliae e os nematoides entomopatogênicos, é recomendada.

O controle cultural é indicado com a rotação de culturas. Importante não utilizar áreas cultivadas anteriormente. Em alguns casos, a utilização de óleos essenciais e o extrato do nim apresentaram mortalidade nas larvas.

Os insetos ovipositam no solo, portanto, recomenda-se o preparo adequado do solo, compactando-o adequadamente, afetando o movimento das larvas e impedindo que cheguem às raízes. O controle varietal, com a utilização de cultivares resistentes, também é importante.

O emprego de variedades mais resistentes tem revelado um grande potencial. No entanto, a escassez de opções de genótipos com características agronômicas desejáveis, como resistência a pragas e doenças, alta produtividade e qualidades culinárias comparáveis aos líderes de mercado, continua sendo um desafio.

Embora o controle biológico de D. speciosa ainda seja pouco difundido na cultura da batata, a utilização racional de produtos químicos, aliada a uma nutrição adequada, é parte integrante das boas práticas agrícolas, contribuindo para o equilíbrio biológico e a sanidade do trabalho.

Manejo integrado de pragas

O controle eficaz da vaquinha é essencial para evitar prejuízos econômicos aos produtores de batata. Como essa praga pode se multiplicar rapidamente e ser difícil de controlar, implementar estratégias de manejo adequadas é fundamental para minimizar seus impactos negativos na produção de batata.

Por fim, ao controlar uma vaquinha de forma eficaz, os produtores também são levados à sustentabilidade do sistema agrícola, reduzindo a necessidade de uso excessivo de pesticidas e protegendo os ecossistemas locais e a saúde humana.

Manejar insetos na batata, assim como em qualquer outra cultura, não é uma tarefa simples. A missão é priorizar ações sustentáveis ao longo do tempo e minimizar o impacto no agroecossistema. As estratégias de manejo devem ser pensadas de forma a maximizar as vantagens mútuas entre elas.

Estratégias preventivas

Para melhor manejar a praga, concentre-se nas larvas de D. speciosa. O objetivo é evitar que as larvas se reproduzam e se alimentem das batatas. A prática mais comum para isso é a aplicação de inseticidas no sulco de plantio.

No entanto, combinar inseticidas com algumas medidas preventivas pode aumentar a eficácia do manejo: Conhecer c histórico da lavoura para planejar a compra de insumos; evitar o plantio de batatas próximo à cultura de milho e soja; realizar o preparo do solo antecipadamente; utilização de sementes tratadas com inseticidas; realizar monitoramento constante e realizar aplicação de inseticidas ao identificar adultos nas folhas da planta durante a safra.

O monitoramento da larva-alfinete é viável por meio de atrativos para adultos, contudo, é altamente variável, e a relação entre o número de adultos e o número de larvas não segue uma proporção direta.

A captura de adultos serve como um indicador para a implementação de medidas de controle. Além do monitoramento, é essencial a eliminação de restos culturais e a dessecação precoce da área, evitando assim a infestação inicial no solo pela privação de alimento e garantindo que a prisão de adultos na área represente com mais precisão a população presente.

Quando o controle é focado em adultos, é imprescindível o uso de produtos de contato para alcançar resultados positivos de controle.

Custos associados

Os custos associados ao controle da vaquinha podem reduzir a rentabilidade da produção de batatas, principalmente se não for realizado o controle no período adequado, e se o manejo não for gerenciado de forma eficaz.

É preciso considerar com certo cuidado os custos e benefícios destas estratégias a fim de garantir uma produção sustentável e economicamente viável. Os custos para o controle da vaquinha irão incluir o valor dos inseticidas, custo de aplicação, equipamentos e mão de obra, além do monitoramento posterior e possíveis custos adicionais relacionados à perda de produtividade se as populações não forem controladas de forma adequada.

Além disso, investir em práticas sustentáveis, como o manejo integrado de pragas, pode ajudar a reduzir estes custos a longo prazo e melhorar a rentabilidade da produção de batatas.

ARTIGOS RELACIONADOS

Nematoides em batata exigem manejo integrado

Descubra os prejuízos dos nematoides e como realizar o manejo integrado em batata.

Organominerais no manejo de nematoides em cenoura

Rodrigo Vieira da Silva Engenheiro agrônomo, doutor em Fitopatologia e professor do IF Goiano " Campus Morrinhos rodrigo.silva@ifgoiano.edu.br João Pedro Elias Gondim Luam Santos Mestrandos em Olericultura do IF...

Fertilizantes e aminoácidos levam nutrição e proteção para a batata

A aplicação de nutrientes via foliar é rápida e eficiente, superando a adubação de solo, porém, não a substitui. Sendo assim, a adubação foliar é uma estratégia adicional para a aplicação de fertilizantes nas culturas.

Embrapa lança Batata BRS Camila

  A última novidade da Embrapa para o mercado das batatas é a BRS Camila, que, após 11 anos de pesquisa, foi lançada em março,...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!