27.7 C
São Paulo
sexta-feira, maio 27, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Florestas Veículo aéreo não tripulado da Eldorado Brasil em ação

Veículo aéreo não tripulado da Eldorado Brasil em ação

Drone
Drone

Com investimentos em inovação no setor de celulose, a Eldorado Brasil desenvolveu internamente uma nova tecnologia para definição de linhas de plantio de eucalipto com uma solução que torna o processo mais preciso e ágil, garantindo a redução de custos e o aumento da produtividade no campo, por meio do uso de Vant (veículo aéreo não-tripulado), GPS e piloto automático. É a primeira companhia do mundo a adotar uma solução desse tipo para florestas.

Segundo o gerente de Planejamento e Controle Florestal, Carlos Justo, o projeto tem como objetivo otimizar o processo, levando em conta diversas variáveis que podem impactar a produção futura. “Enquanto usualmente a definição da linha de plantio é feita em campo, de forma visual, sem o levantamento de qualquer informação adicional, o Vant gera modelos em três dimensões que permitem avaliar questões como o microrrelevo, ajudando na definição do melhor desenho para prevenir erosões. A olho nu, por exemplo, o operador poderia entender que aquela área é totalmente plana“, explica.

Otimização do processo

Com a implantação de ferramentas computacionais de automação, a área de planejamento e mensuração da Eldorado ficou responsável por definir as linhas de plantio. Na prática, significa que o operador de máquinas recebe um pen drive com as definições e acompanha a operação da máquina, que tem piloto automático e é guiada por GPS.

A iniciativa gerou ganhos de produtividade, pois o operador pode seguir em linha contínua entre dois “talhões“, mesmo se houver uma estrada dividindo-os, evitando, assim, manobrar o trator desnecessariamente.

Entre os benefícios, estima-se um aumento de 10% de aumento de rendimento nas operações de plantio ” ou seja, a cada dez hectares é possível plantar mais um, gastando menos tempo e combustível. Além disso, o projeto também permite a melhor conservação e uso do solo, em que se estima um ganho de até 3% no aproveitamento das áreas para plantio.

“As linhas de plantio estão georreferenciadas com precisão centimétrica. Com isso, diversos outros processos mecanizados podem futuramente ser automatizados, como irrigação, adubação e operações de controles de matocompetição, por exemplo“, afirma Justo.

Para otimizar o monitoramento florestal, a Eldorado Brasil adquiriu em 2013 três Vants de origem suíça. As imagens fornecidas pelos aparelhos têm precisão que permite captar detalhes desde o plantio das mudas até o desenvolvimento das árvores. A capacidade tecnológica dos equipamentos permite que o trabalho que antes seria realizado de dois a três dias, seja feito em apenas oito horas. Cada Vant faz, em média, dez voos por dia e registra cerca de 230 hectares, área equivalente a 280 estádios de futebol do tamanho do Maracanã.

Essa matéria você encontra na edição de fevereiro/março 2016  da revista Campo & Negócios Floresta. Adquira já a sua.

Inicio Revistas Florestas Veículo aéreo não tripulado da Eldorado Brasil em ação