25.6 C
Uberlândia
segunda-feira, julho 22, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosGrãosVitasoil - A cafeicultura em pleno equilíbrio

Vitasoil – A cafeicultura em pleno equilíbrio

 

Vitasoil representa uma nova fase para a agricultura, em especial para a cafeicultura especializada. Em Patrocínio, em 13 área comerciais, foi obtidoum ganho médio de 7,5 sc/ha de café, ou seja, um acréscimo médio de 28,5% na produção agrícola no primeiro ano de aplicação

 

Fotos Ana Maria Diniz
Fotos Ana Maria Diniz
 Fotos Ana Maria Diniz
Fotos Ana Maria Diniz

O dia 10 de setembro foi marcado por um grande acontecimento. A empresa Alta – América Latina Tecnologia Agrícola apresentou o Vitasoil e sua tecnologia no auditório da Expocaccer, em Patrocínio (MG), para um grupo de mais de 100 cafeicultores e consultores do Cerrado Mineiro.

Rafael Albuquerque, líderdo projeto Vitasoil, explica que o produto, desenvolvido por meio da nanotecnologia, é um composto orgânico especialque nutre e estimula a multiplicação dos microrganismos benéficos naturalmente presentes nos solos e nas plantas. “Suas características únicas trazem mais vida ao solo e um consequente aumento da produtividade“, acrescenta.

Vitasoil promove melhorias nas características físico-químicas e microbiológicas do solo, desenvolvendo um ambiente propício para as plantas expressarem sua melhor produtividade.

Para abordar o tema, a Alta convidou o consultor e pesquisador do MAPA/Procafé, Roberto Santinato, que falou sobre os mitos e verdades do equilíbrio do solo e o que o produtor pode fazer para restaurar a alta produtividade.

Para a cafeicultura

Roberto Santinato falou sobre os mitos e verdades do equilíbrio do solo Fotos Ana Maria Diniz
Roberto Santinato falou sobre os mitos e verdades do equilíbrio do solo Fotos Ana Maria Diniz

Outros benefícios já foram comprovados pelos pioneiros nessa tecnologia. Na cultura do café, os resultados foram o maior enfolhamento, maior retenção de água e matéria orgânica, melhor estruturação e equilíbrio do solo, mais uniformidade na maturação dos frutos e aumento de peneira, culminando em produtividades maiores. Rafael Albuquerquedestaca que tudo isso proporcionou um acréscimo médio de 28,5% na produtividade, com ganho médio de 7,5 sc/ha de café na safra 2015.

Vitasoil também é prático. Devido ao uso da nanotecnologia, requer baixa dosagem (20 g/ha), é versátil, permitindo a aplicação com qualquer tipo de calda,e não exige nenhuma alteração no manejo já programado na propriedade. Além disso, é fácil de transportar, manusear e armazenar.

Maximizando resultados

 Foto 04

Lucas Carvalho e Silva, consultor técnico de negócios da Alta, elogia a organização dos cafeicultores desta região, e diz que Vitasoil irá incrementar ainda mais todo esse potencial. “Em Patrocínio os resultados foram excepcionais. Já realizamos campos demonstrativos e áreas comerciaiscom diversos cafeicultores referentes no mercado. Por serem produtores tecnificados, eles são muito abertos a novidades“, avalia.

Prova do que Lucas disse foi o número de participantes presentes no evento, todos ávidos por novidades sobre como a nova tecnologia de Vitasoil pode ajudar em suas lavouras.

Parceiros Vitasoil

Túlio Luiz Neves Zanchet, fundador e presidente do conselho do Grupo Agrihold - Fotos Ana Maria Diniz
Túlio Luiz Neves Zanchet, fundador e presidente do conselho do Grupo Agrihold – Fotos Ana Maria Diniz

André Sampaela,sócio-diretor da Agromaximus, distribuidor de Vitasoil para a região de Patrocínio, se orgulha de ser parceiro da Alta. “Vitasoil é uma quebra de paradigmas, pela forma de ação, doses utilizadas e benefícios em termos de melhoria do solo e incremento de qualidade e produtividade, o que é bastante significativo, especialmente para o café“, opina.

Novas propostas

Túlio Luiz Neves Zanchet, fundador e presidente do conselho do Grupo Agrihold, do qual a Alta faz parte junto com outras cinco empresas voltadas para a agricultura, se mostra feliz com os resultados deste lançamento, que reforça ainda mais a atuação da empresa nas principais regiões agrícolas. “Estamos presentes no Brasil, Paraguai, Uruguai e China, por meio da representação de marcas mundiais e com uma linha própria de agroquímicos e sementes“, diz.

Presente no Brasil desde 2008, a Alta obteve seus primeiros registros em 2014, sendo que o Vitasoil que esteveem desenvolvimento porquatro anos, torna-se uma realidade a partir de agora.

“Contribuir para a sustentabilidade da prática agrícola é o objetivo principal do Vitasoil. Seu uso contínuo acaba promovendo uma melhoria significativa da condição físico-química e microbiológica do solo. Isso porque a vasta maioria dos microrganismos presentes no solo pode ser considerada, de alguma maneira, como benéfica“, garante Túlio Zanchet.

Paulo Alves, diretor-presidente do Grupo Agrihold, que já passou por vários lançamentos, tanto na área química quanto de sementes, destaca o Vitasoil como a oportunidade para uma nova forma de se fazer agricultura. “Este é um caminho sem volta. Ao longo dos anos, temos visto incrementosde produtividade ano a ano, em todas as culturas, mas ainda aquém do teto produtivo de cada cultura. O que estamos fazendo, é tornar isso possível a partir do solo, que é a base para toda a vida da agricultura“, pontua.

Equipe da Alta Tecnologia e revendedores do Vitasoil - Fotos Ana Maria Diniz
Equipe da Alta Tecnologia e revendedores do Vitasoil – Fotos Ana Maria Diniz
 Rafael Albuquerque, líder do projeto Vitasoil, Marcos Teixeira, da Agência Projeta Propaganda, e Túlio Zanchet, presidente da Agrihold - Fotos Ana Maria Diniz
Rafael Albuquerque, líder do projeto Vitasoil, Marcos Teixeira, da Agência Projeta Propaganda, e Túlio Zanchet, presidente da Agrihold – Fotos Ana Maria Diniz

Essa matéria completa você encontra na edição de setembro da revista Campo & Negócios Grãos. Adquira já a sua para leitura integral.

ARTIGOS RELACIONADOS

Repolho de verão deve ser tolerante xanthomonas

A agricultura brasileira e mundial é bastante afetada por várias doenças causadas por espécies do gênero Xanthomonas, ocasionando assim perdas substanciais em várias culturas...

Fertilizantes de liberação lenta – Tendência em folhosas

Elisamara Caldeira do Nascimento Talita de Santana Matos Doutoras em Agronomia Glaucio da Cruz Genuncio Doutor em Agronomia e professor de Fruticultura "UFMT glauciogenuncio@gmail.com   Um dos grandes desafios da agricultura...

Produtividade – Como alcançar o teto na cana-de-açúcar

AutoresCamila Carvalho Mestre em Agronomia e sócia/pesquisadora da empresa KP Consultoria Ltda. camila_carvalho03@hotmail.com  Gustavo A. Santos Engenheiro agrônomo e doutor em Agronomia/Fertilidade...

Algas melhoram o teor de ºBrix do limão

Nilva Terezinha Teixeira Engenheira agrônoma, doutora em Solos e Nutrição de Plantas e professora de Nutrição de Plantas, Bioquímica e Produção Orgânica do Centro...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!