18.1 C
São Paulo
quinta-feira, agosto 11, 2022
-Publicidade-
Inicio Revistas Grãos A mecanização na colheita e o futuro do café conilon

A mecanização na colheita e o futuro do café conilon

Fotos Palini& Alves
Fotos Palini& Alves

 

A atual dinâmica de mercado não permite que cafeicultores ignorem os mais recentes avanços tecnológicos no manejo da lavoura cafeeira. A busca do cafeicultor moderno é pela produção de cafés de qualidade com os menores custos possíveis. Outra forte demanda dos compradores internacionais é pela produção sustentável. Porém, para manter a sustentabilidade social e ambiental o cafeicultor sabe que deve buscar a sustentabilidade econômica em sua produção.

Na cultura do café Conilon, a sustentabilidade da produção de café nos parques existentes passa por algumas mudanças socioeconômicas que já estão em curso nessas regiões. Com grande importância histórica, essa cultura gera riqueza e desenvolvimento, por outro lado, os recursos disponíveis nesses locais se tornam mais caros e escassos ao longo do tempo.

No início da produção cafeeira de Conilon, no norte do Espírito Santo e Sul da Bahia, havia a disponibilidade de mão de obra abundante, fazendo com que a colheita do café fosse feita de forma relativamente barata. Atualmente, porém, a falta de mão de obra se tornou um gargalo para essa cultura.

Inovações tecnológicas se tornaram imprescindíveis, como o advento de máquinas colheitadeiras que reduzem a dependência de mão de obra na colheita do café. E não há como negar que as recolhedoras, ou as máquinas de colher café, como são chamadas no campo, estão aí para ficar. São elas que irão garantir a sustentabilidade no negócio de café Conilon.

Por este motivo, a Palini& Alves, empresa líder que há mais de 35 anos desenvolve projetos de alta tecnologia em maquinário agrícola, coloca à disposição dos cafeicultores do Espírito Santo seu conhecimento para revolucionar a colheita de café Conilon.

Força a liderança

A força tecnológica da Palini& Alves e sua equipe de representantes se alia agora à liderança e visão de mercado da PME Máquinas ” Grupo Pianna para o lançamento de uma máquina versátil, capaz de atender cafeicultores de diferentes portes e reduzir os custos com a colheita, a Recolhedora PA-RECONIFLEX.

A Recolhedora PA-RECONIFLEX destaca-se pela flexibilidade e eficiência. A equipe técnica da Palini& Alves desenvolveu a Recolhedora PA-RECONIFLEX com o intuito de levar ao produtor rural um equipamento que o auxilie a conseguir ganhos consideráveis em eficiência na colheita.

Pensada na realidade do campo, suas soluções tecnológicas proporcionam ao cafeicultor uma colheita mais rápida, preservando a qualidade dos grãos, ao mesmo tempo em que reduz o uso intensivo de mão de obra.

A recolhedora PA-RECONIFLEX é uma máquina versátil, capaz de atender cafeicultores de diferentes portes e reduzir os custos com a colheita - Fotos Palini& Alves
A recolhedora PA-RECONIFLEX é uma máquina versátil, capaz de atender cafeicultores de diferentes portes e reduzir os custos com a colheita – Fotos Palini& Alves

A máquina

A Recolhedora PA-RECONIFLEX proporciona uma redução na dependência de funcionários safristas. Por anos, produtores reclamaram da falta de mão de obra durante a safra, tendo perdas em torno de 5 a 8%, pois não conseguiam colher o café no pé.

Com as colheitadeiras ou recolhedoras eles reduziram em torno de 60% o número de safristas na propriedade, o que diminui custos e problemas sociais causados pelo deslocamento de pessoas.

Além do ganho principal, que é reduzir a dependência de mão de obra, o produtor de Conilon que buscar a tecnologia da Recolhedora PA-RECONIFLEX poderá agregar outros benefícios no manejo de sua lavoura.

Um destes benefícios é a possibilidade de investir no treinamento e na capacitação dos funcionários da propriedade. Com uma turma menor no campo, é possível intensificar treinamentos de poda e desbrota para os colaboradores fixos da propriedade, melhorando as técnicas de colheita e proporcionando uma melhor estruturação da planta para a safra seguinte.

Outra grande dificuldade do produtor de Conilon é colher o café com quantidade ideal de grãos maduros, sendo que o recomendado é colher com 80% de frutos maduros. Com a Recolhedora PA-RECONIFLEX é possível concentrar o tempo de colheita, esperando que os grãos fiquem mais homogêneos e maduros.

O resultado é uma melhora significativa na qualidade do café e na quantidade de lotes de cafés superiores. Em testes com cafés colhidos com a tecnologia das máquinas recolhedoras foi possível perceber uma quantidade maior de frutos maduros, que tiveram como resultado melhores pontuações nas provas de xícara.

Mais ganhos

Um terceiro ganho que o produtor de café Conilon consegue alcançar com a adoção da tecnologia das recolhedoras PA-RECONIFLEX é a capacidade de reduzir o período da safra, devido ao ganho em eficiência e redução do desperdício de tempo no momento da colheita dos grãos.

Por estes motivos, as máquinas recolhedoras já são uma realidade na cultura do café Conilon. É como se olhando do futuro disséssemos a frase “como não pensei nisso antes?“. Não existe mais volta, é uma necessidade real quando pensamos na sustentabilidade do produtor e de todo o mercado de café Conilon.

Maior qualidade e redução de custos. Esteja preparado para o futuro da cafeicultura. Recolhedora PA-RECONIFLEX, tecnologia sem limites, agora à disposição dos cafeicultores capixabas.

Essa matéria você encontra na edição de setembro da revista Campo & Negócios Grãos. Adquira já a sua.

Inicio Revistas Grãos A mecanização na colheita e o futuro do café conilon