16.6 C
Uberlândia
quinta-feira, junho 13, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioArtigosGrãosAgricultura de Precisão exige planejamento e exatidão no uso de insumos

Agricultura de Precisão exige planejamento e exatidão no uso de insumos

Crédito Shutterstock - Agricultura de precisão Precisão e planejamento da atividade

O solo apresenta macro, meso e microvariações em sua composição física e, sobretudo, química. A variabilidade espacial dos atributos do solo, constatada em estudos que envolvem a geoestatí­stica, é ocasionada pela variação das propriedades físicas do solo, em função da variação do material pedogenético, da presença de matéria orgânica e microrganismos decompositores, resíduos de adubações anteriores, umidade, entre outros fatores.

Em outras palavras, os nutrientes estão no solo em quantidades e proporções diferentes, devido a fatores físicos, químicos e biológicos, variando a curtas, médias e longas distâncias.

Felipe Santinato, engenheiro agrônomo, pesquisador autônomo e mestrando em Produção Vegetal na Universidade Federal de Viçosa (UFV) ” Campus Rio Paranaí­ba, explica que quando se procede à amostragem de solo para determinar sua fertilidade numa área em que será instalada uma cultura, como a do café, utiliza-se a metodologia clássica de coleta de 20 amostras simples para compor uma amostra composta, a qual representará uma área uniforme de até 20 hectares.

Ele esclarece que, a partir desses dados, cabe ao engenheiro agrônomo responsável determinar as quantidades de fertilizantes a serem aplicadas na área como um todo, corrigindo níveis considerados insuficientes. Por não levar em consideração a elevada variabilidade espacial da fertilidade do solo, notadamente de fósforo (nutriente de alta complexidade em virtude de sua alta fixação no solo), aplicam-se quantidades de fertilizantes excessivas em alguns setores dessa área e insuficientes, em outros.

Equilíbrio é fundamental

A aplicação de doses insuficientes de fertilizantes irá refletir em sintomas de deficiências nutricionais que, caso não sejam corrigidas pelas adubações de cobertura, irão reduzir a produtividade. Por outro lado, pondera Roberto Santinato, engenheiro agrônomo, pesquisador e consultor da Fundação Procafé, não menos importante, a adubação em excesso será um desperdício financeiro, além de ser possível promover desequilíbrios nutricionais como os que envolvem Ca, Mg e K, bem como a elevação excessiva do pH, que indisponibilizará alguns nutrientes, como os micro, e, ainda, a possibilidade de toxidez de outros nutrientes, como o boro e outros.

“A metodologia clássica de amostragem sempre funcionou e sempre funcionará para as recomendações de adubação. No entanto, para que se tenha maior exatidão nas correções, com a finalidade de obter produtividades maiores e a aplicação de insumos de maneira racional, sem desperdí­cios, a tendência é a utilização das metodologias de amostragem atribuí­das à Agricultura de Precisão (AP)“, define o especialista.

Resumidamente, ele explica que a AP compreende uma amostragem mais detalhada, com base em grides de amostragem pré-definidos, utilizando pontos georreferenciados. Faz-se o cruzamento dos dados obtidos nas amostragens com os pontos amostrais, realizando as interpolações e gerando mapas de atributos.

Na sequência, são criadas classes dentro dessas manchas, como teores muito baixos, baixos, médios e elevados de fósforo no solo, e suas respectivas doses ideais para correção. Por fim, aplica-se cada dose específica em cada classe de mancha.

Para ler essa matéria completa, adquira já o exemplar de maio da revista Campo & Negócios Grãos. Entre em contato conosco. (34) 3231- 2800.

ARTIGOS RELACIONADOS

Existe mesmo a ‘poupança de solo’?

Em uma safra a gestão dos custos é considerada a principal preocupação para aumentar as margens de lucro. Saber quais são os itens fundamentais...

Agricultura de precisão otimiza o manejo

Gabriel Araújo e Silva Ferraz Engenheiro agrícola, mestre e doutor em Engenharia Agrícola, e professor da Universidade Federal de Lavras (UFLA) gabriel.ferraz@deg.ufla.br Carlos Eduardo Silva Volpato...

Manejo da adubação foliar no abacateiro

Bruno Henrique Leite Gonçalves Engenheiro agrônomo, mestre e doutorando em Horticultura pela FCA/UNESP " campus de Botucatu/SP bruno_lleite@hotmail.com A deficiência de nutrientes em abacateiro pode ocasionar vários...

Tratamento de sementes é uma das soluções para nematoides em milho safrinha

  Os nematoides estão presentes em todo o solo brasileiro, variando sua pressão de acordo com a região e o manejo adotado, como rotação de...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!