Buscas por LED para plantas crescem 73%

A combinação da ciência da planta e controle dinamizado de iluminação artificial para fornecer comprimentos de onda necessários em intensidade e duração certas para diferentes tipos de cultivos, é o que atrai moradores e empresários que desejam ter ambiente verdes dentro da sua casa ou negócio.

0
65

Segundo o relatório “Indoor Farming Market Size, Share & Trends Analysis 2021-2028”, a estimativa é de que o mercado global de agricultura indoor chegue a US$ 75,3 bilhões até 2028, apresentando uma taxa de crescimento anual de 10,9% de 2021 a 2028.

A agricultura indoor, também conhecida como agricultura em ambiente controlado (controlled environment agriculture), é uma forma de cultivo em ambiente fechado em que se otimiza artificialmente todos os fatores ambientais que afetam o crescimento e a produção vegetal, como nutrientes, água, temperatura, umidade relativa, iluminação e composição do ar.

Entre um dos pontos analisados no relatório que explica seu crescimento ao nível internacional, está a crescente demanda por alimentos, devido ao aumento da população. Além disso, fatores como a diminuição do abastecimento de água, a urbanização e as mudanças climáticas contribuíram para a perda de terras aráveis.

Para seu funcionamento, esse tipo de agricultura necessita de uma iluminação adequada. Consequentemente, o LED, o tipo de luminária mais adequado para esse setor, também vem ganhando espaço e destaque. De acordo com a Onnoled, divisão de negócio de soluções de iluminação sustentável da Varixx, a busca por esse produto cresceu 73% somente no trimestre de 2022, comparado ao mesmo período de 2021.

E não para por aí, a pesquisa também apontou que no e-commerce da marca, o LED para plantas representa 90% de suas vendas. “Analisando o perfil dos compradores, nos surpreendemos, porque além do segmento de agronegócios, os hotéis e locais domésticos, também estão investindo nessa tecnologia. Inclusive, fechamos uma parceria com um hotel de grande nome de São Paulo”, conta Castellane Ferreira, (Diretor & Engenheiro), da Onnoled.

A combinação da ciência da planta e controle dinamizado de iluminação artificial para fornecer comprimentos de onda necessários em intensidade e duração certas para diferentes tipos de cultivos, é o que atrai moradores e empresários que desejam ter ambiente verdes dentro da sua casa ou negócio, sem a necessidade de exposição à luz solar, que dependendo da sua localização, pode ser de difícil acesso.

Outro benefício, é que se torna uma ótima opção para quem deseja ter suas próprias mudas de cultivo, sejam floríferas ou frutíferas, mas não possuem quintais ou jardins.

Foto: Iluminação Onnoled aplicada em ambientes domésticos.

“O modelo de produção indoor utilizando iluminação artificial LED, pode alcançar de imediato consumidores localizados em grandes centros urbanos e alinha-se, dessa forma, a alguns dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas, entre eles o ODS nº 11, que versa sobre cidades e comunidades mais resilientes e sustentáveis. E também ODS nº 12, que fala sobre padrões de produção e consumos sustentáveis, com metas referentes ao uso eficiente dos recursos naturais. Incluindo a redução do desperdício de alimentos e das perdas ao longo das cadeias de produção e de abastecimento, e da redução do uso de produtos químicos prejudiciais ao meio ambiente e à saúde humana.”, complementa o especialista.

Por fim, Ferreira explica que é possível customizar esse tipo de luminária, como tamanho, potência, cor e lentes para cada projeto de cultivo vertical de alto desempenho. E que isso, nada mais é do que uma prévia do que a tecnologia tem a nos oferecer.

Sobre a Onnoled

A Onnoled é uma divisão de negócio de soluções de iluminação sustentável da Varixx. A Onnoled combina a mais inovadora forma de iluminação, com a melhor escolha em economia, durabilidade e sustentabilidade.

Sobre a Varixx

A Varixx é uma fabricante líder no mercado brasileiro em soluções para eletrônica de potência, semicondutores e iluminação LED. Detentora de inúmeras patentes tecnológicas, a companhia vem se reinventando nas últimas décadas baseada em três pilares: ambientes mais seguros, operações inteligentes e produção responsável.