13.6 C
Uberlândia
quarta-feira, maio 29, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioDestaquesComo a matéria orgânica pode gerar créditos de carbono?

Como a matéria orgânica pode gerar créditos de carbono?

O tema estará na programação do 1º Fórum de Fertilizantes de Matriz Orgânica, que acontecerá em Piracicaba, nos dias 08 e 09 de novembro.

As matérias orgânicas podem ajudar a reduzir as emissões de gases de efeito estufa na atmosfera e no solo, além de aumentar a produtividade e a rentabilidade da agropecuária brasileira. A viabilidade desse processo será tema da palestra do zootecnista e especialista em forragicultura e gases de efeito estuda, Fernando Ongaratto.

Créditos: Divulgação

Ongaratto será um dos palestrantes no 1º Fórum de Fertilizantes de Matriz Orgânica, que acontecerá nos dias 08 e 09 de novembro, no Pecege, em Piracicaba (SP). A palestra dele integra o terceiro painel do evento referente à adoção de tecnologia, no dia 09.

Na sua palestra, ele explicará como a compostagem da matéria orgânica ajudará na redução da pegada de carbono da pecuária e no aumento do estoque de carbono no solo, beneficiando o meio ambiente e a rentabilidade dos produtores.

Ongaratto também apresentará casos práticos de sucesso, fazendas atendidas pela Nutripura, como o uso de confinamento, o manejo adequado de pastagens e a parceria com a Agro Carbon Alliance, uma empresa que quantifica os teores de carbono no solo e paga pelos créditos gerados.

Promovido pela Abisolo, o 1º Fórum de Fertilizantes de Matriz Orgânica é um evento que reúne especialistas, pesquisadores, empresários e representantes do poder público para discutir as tendências, as inovações e as boas práticas do setor de fertilizantes de matriz orgânica. “O Fórum é um marco no setor de fertilizantes e na agricultura sustentável. Esses fertilizantes desempenham um papel crucial na redução do impacto ambiental e da qualidade dos alimentos que chegam às nossas mesas”, conclui o presidente do Conselho Deliberativo da Abisolo, Clorialdo Roberto Levrero.

Evento contará com cinco painéis temáticos

A programação do I Fórum Abisolo de Fertilizantes de Matriz Orgânica está dividida em cinco painéis. No dia 08 de novembro, primeiro dia do evento, o painel de abertura será dedicado à conjuntura dos resíduos sólidos urbanos e às políticas públicas, considerando o aproveitamento desses materiais na fabricação de fertilizantes e a apresentação do Marco Legal para Produção de Fertilizantes de Matriz Orgânica e de Condicionadores de Solo.

Em seguida, no período da tarde, o segundo painel vai tratar da nova fronteira da produtividade. As palestras nesse painel vão apresentar resultados de pesquisas científicas, que demonstram a importância da adoção de estratégias para a construção ou recuperação da fertilidade dos solos, visando ganhos de eficiência nutricional e de melhoria da qualidade e da produtividade.

No dia 09, a programação da manhã será retomada com o terceiro painel, dedicado a demonstrar os benefícios econômicos obtidos a partir da utilização de Fertilizantes de Matriz Orgânica.

No quarto painel do evento vai tratar dos aspectos do Plano Nacional de Fertilizantes relacionados às cadeias emergentes de insumos. O quinto painel encerrará o evento da Abisolo, colocando em pauta o potencial de mercado dos Fertilizantes de Matriz Orgânica.

Para acompanhar a agenda do I Fórum Abisolo de Fertilizantes de Matriz Orgânica e conhecer outros palestrantes, basta acessar o site do evento:  https://matrizorganica.abisolo.com.br/ . As inscrições pelo site estão encerradas, mas os interessados poderão se inscrever na recepção do evento.

ARTIGOS RELACIONADOS

O que ainda há para saber sobre a calagem

João Dantas Consultor agronômico da JPSDantas e mestrando na Esalq/USP joaopaulo.sadantas@hotmail.com   A definição de solo, segundo Bernardo Van Raij, pesquisador voluntário do IAC, é a parte superficial...

Produtividade é o alvo dos fertilizantes organominerais

Letícia de Abreu Faria Doutora e professora - Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA)- campus Paragominas leticiadeabreufaria@gmail.com Raimundo Vagner de Lima Pantoja Graduando em Agronomia " UFRA Os...

Cobre e zinco – Nutrientes essenciais para o tomate

A maximização da produção de tomate (Lycopersicon esculentum) com sustentabilidade necessita de conhecimento sobre fatores que influenciam o crescimento, desenvolvimento e composição da planta do tomateiro. Tais fatores incluem a genética, o ambiente (água, luz, CO2, temperatura, nutrientes) e o manejo da cultura.

Fertilizantes organominerais – Resposta do tomateiro estaqueado ao Fertium® Phós

Walmir Magalhães - ATV Bio Soja Daniela Vitti - Coordenadora Técnica Brasil Paulemar Fernandes - Terra Agrícola, Caratinga (MG) Renato Brandão, Gestor Agronômico Bio Soja Daniel...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!