CropLife Brasil promove workshop sobre mercado ilegal de defensivos agrícolas em Porto Alegre

0
215
Crédito Shutterstock

A CropLife Brasil promove hoje, em Porto Alegre (RS),  mais um workshop sobre defensivos ilegais. O evento tem como principal objetivo difundir o conhecimento sobre o mercado ilegal de defensivos agrícolas, que cresce cada vez mais e é extremamente prejudicial para o País, tanto do ponto de vista econômico e reputacional quanto para a saúde pública e meio ambiente. O workshop tem como público-alvo policiais, fiscais agropecuários, aduaneiros e ambientais, agentes de segurança pública e autoridades locais.

Para Nilto Mendes, Gerente do Comitê de Combate a Produtos Ilegais da CropLife Brasil e um dos organizadores do evento,  a iniciativa acontece em um momento crucial, em que há um avanço de ilícitos desta natureza no Estado. “As quantidades de apreensões tem alcançado recordes no Estado, o  que demanda uma ação integrada e coordenada entre autoridades públicas  das diversas áreas dos governos estadual e federal”, explica. 

Segundo um estudo realizado pelo Instituto de Desenvolvimento Econômico e Social de Fronteiras (IDESF), o Rio Grande do Sul ocupa o sexto lugar no ranking de apreensões de agroquímicos no Brasil. Ainda de acordo com o IDESF, o contrabando de defensivos agrícolas causa um prejuízo de aproximadamente R$ 20 bilhões de reais por ano. Os dados foram mensurados no período de janeiro de 2018 a fevereiro de 2021.

Já um levantamento da CropLife Brasil mostra que, atualmente, o Estado ocupa o primeiro lugar em quantidade de ocorrências e em volumes de apreensão de agrotóxicos ilegais pela PRF (Polícia Rodoviária Federal). “O combate às práticas ilegais demanda urgente atenção do poder público brasileiro em relação às ações, tais como atualização da legislação do setor, garantindo mais eficiência à Justiça; maior punição a contrabandistas e a todos os demais elos da cadeia ilegal dos agroquímicos, e estabelecimento de procedimentos mais eficientes de fiscalização e de controle na aplicação dos agroquímicos”, alerta Mendes.

Arthur Gomes, presidente executivo interino da CropLife Brasil, reforça que banir a ilegalidade do setor é essencial para manter o agronegócio brasileiro sustentável. “Os mercados ilegais de defensivos agrícolas devem ser combatidos com rigor, pois geram um enorme prejuízo financeiro aos cofres públicos e, sobretudo, colocam em risco a saúde de produtores rurais”, finaliza.

Serviço:

  • Data: 08 de novembro de 2022
  • Horário: 8:30 às 16:30h
  • Local: Auditório da Superintendência Regional de Administração no Estado do Rio Grande do Sul – Min. Economia em Porto Alegre (RS)
  • Endereço: Av. Loureiro da Silva, 445 – Cidade Baixa – Porto Alegre – RS

Sobre a CropLife Brasil

A CropLife Brasil (CLB) é uma associação que reúne especialistas, instituições e empresas que atuam na pesquisa e desenvolvimento de tecnologias em quatro áreas essenciais para a produção agrícola sustentável: germoplasma (mudas e sementes), biotecnologia, defensivos químicos e produtos biológicos. Criada em 2019, a organização é resultado da união de entidades que antes representavam cada um destes setores individualmente. Com a adoção do novo posicionamento, representado pelo slogan, #ConectadosPeloCampo e #JuntosPeloFuturo, a CLB reforça seu compromisso como geradora de soluções para os desafios complexos que envolvem os sistemas alimentares e a agricultura em todo o mundo e ressalta a importância de um esforço conjunto para a construção de um futuro mais sustentável.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!