13.6 C
Uberlândia
quarta-feira, maio 29, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioEventosFenicafé é oficialmente aberta nesta segunda em Araguari

Fenicafé é oficialmente aberta nesta segunda em Araguari

Personalidades políticas, lideranças e cafeicultores participaram da abertura oficial realizada no parque de exposições Ministro Rondon Pacheco

Divulgação/Henrique Vieira

A Fenicafé – Feira Nacional de Irrigação em Cafeicultura foi aberta oficialmente na nesta segunda-feira(15), em Araguari (MG), pela presidência da Associação dos Cafeicultores de Araguari (ACA) diante da presença de autoridades políticas, expositores e produtores.  As palestras começam nesta terça-feira (16) e seguem até quinta no Parque de Exposições Ministro Rondon Pacheco em Araguari, no Triângulo Mineiro.

O presidente da Associação dos Cafeicultores de Araguari(ACA), Claudio Morales Garcia, afirmou que o objetivo da feira é possibilitar ao produtor de café o acesso à tecnologia e inovação  no setor da cafeicultura irrigada. “A Fenicafé chama atenção para o leque de oportunidades e desafios que se abrem todos os anos, principalmente nesse marco etário da ACA. É com tal espírito que a feira estreia sua edição de 2024, justamente no quadragésimo aniversário da Associação dos Cafeicultores de Araguari que nos permitiu levar o nome do nosso município para todas as partes do Brasil”.

O cerrado mineiro é responsável por cerca de quinze por cento da produção brasileira de café e é reconhecido como uma das principais regiões produtoras do Brasil. Há pouco mais de quatro décadas, a região ganhou destaque tanto pela qualidade superior de seus grãos, quanto pela ousadia e união de seus produtores. Referência no Brasil, a produção do cerrado mineiro está alinhada às exigências dos apreciadores de café que, além de qualidade, se preocupam com a procedência do produto e consciência ambiental. Assim nasceu a ACA.

“De lá pra cá, percorremos um longo caminho, de lutas, conquistas e vitórias. Da vontade de profissionalizar criamos então a Fenicafé”, ressalta o presidente da associação durante o discurso.

Segundo ele, o evento nasceu pequeno e hoje é o que é graças ao trabalho de muitas pessoas. 

Neste ano são esperadas mais de 30 mil pessoas de mais de cem cidades do país. A feira também é uma excelente alternativa para a realização de negócios, sendo que em 2023, movimentou mais de 200 milhões de reais no pavilhão de exposição de máquinas, implementos e serviços; o que gera uma grande expectativa para o ano de 2024.  

Abertura – O vice-governador do estado de Minas Gerais, professor Mateus Simões, esteve presente durante a abertura e destacou a importância da cafeicultura para o estado. “Temos o orgulho de ser o maior estado produtor de café no mundo. Uma em cada quatro xícaras de café consumidas, é produzida em Minas. Me encanta ver ao longo dos anos o avanço na produção do cerrado mineiro. Os cafés especiais, antes privilégio do sul, hoje também são produzidos aqui”. 

Para o senador Cleitinho Azevedo, é necessário criar políticas públicas de desburocratização do sistema. “Devemos deixar o agronegócio trabalhar. Sem nunca esquecer que o Estado é fonte de despesa, o agronegócio é fonte de riqueza”.

O prefeito Municipal de Araguari, Renato Carvalho, destacou a importância do agronegócio para a região. “Araguari está entre as cem cidades mais ricas do Brasil em agronegócio. O que é motivo de orgulho. É desta terra que sai a força pujante de uma classe que gera emprego, renda e muito para o Brasil”, destaca, dizendo que a cidade do triângulo foi a que mais exportou no ano passado.

A vice-prefeita Maria Cecília Araújo lembrou da força feminina na cafeicultura. No entanto, este ano, uma manhã foi inteiramente dedicada a elas. “Nós mulheres somos muito bem representadas. Mostramos que podemos sim, fazer o que queremos. Eventos como a Café Agro vem mostrar que nós estamos muito além do nosso tempo. Há muito tempo, saímos de meras coadjuvantes para sermos as protagonistas nas propriedades rurais”. 

Presenças ilustres – Entre os presentes, Cláudio Morales Garcia, presidente da ACA; Renato Carvalho, prefeito de Araguari; Maria Cecília Araújo, vice-prefeita de Araguari; senador Cleitinho Azevedo; vice governador de Minas Gerais, Mateus Simões,;Thales Pereira Almeida, secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de MG; Malk Mauad, presidente do Sindicato Rural de Araguari, o deputado federal, Zé Vitor, os deputados estaduais, Raul José de Belém, Doorgal Andrada, João Júnior e Leonídio Bolsas; Renata Cristina Silva Borges; prefeita de Araporã e presidente da AMVAP, Rodrigo Piracaíba, presidente da Câmara de Vereadores de Araguari; Glaucio de Castro, presidente da Federação dos Cafeicultores; Francisco Sérgio de Assis, presidente da FUNDACER – Fundação de Desenvolvimento do Café do Cerrado; Silas Brasileiro presidente do CNC – Conselho Nacional do Café;  Otávio Martins Maia, diretor presidente da EMATER-MG; Antônio Pitangui de Salvo, presidente do Sistema FAEMG; Luiz Antônio de Paiva, secretário de Agricultura, Pecuária e Abastecimento de Araguari; Patrícia Merts Peixoto, diretora da 11ª Unidade Regional do Departamento de Estradas – DER; Ten. Cel. Romualdo Crisanto, Comandante do 2º Batalhão Ferroviário – Batalhão Mauá; Ten. Cel.  Vanderlan Alves Gomes, Comandante do 53º Batalhão de Polícia Militar de MG; Ten. Sérgio Luiz Quirino de Melo Comandante do 2º Pelotão da Polícia Militar de Meio Ambiente; Ten. Cel. André Casarin, Comandante do 2º Comando Operacional do Corpo de Bombeiros Militar; Dr. Marcos Tadeu de Brito Brandão, Delegado Chefe da Polícia Cívil; Aleksandro Monteiro de Sousa, Diretor do Presídio de Araguari; Dra. Ana Régia Santos Chagas, diretora do Foro da Comarca de Araguari; Dra. Lílian Tobias diretora das Secretarias das Promotorias de Justiça de Araguari; Mário Takanobu Watanabe, Presidente da COOCACER; e Carlos Augusto Rodrigues de Melo, presidente Cooxupé.

Mascotes da Feira – Este ano, dois personagens foram criados numa parceria entre a secretaria de Desenvolvimento e Turismo e a FAEC para o entretenimento da CaféAgro. A Maria do Queijo e o Zé do Café – serão presença marcante durante os dias do evento.

A Fenicafé é promovida pela Associação dos Cafeicultores de Araguari (ACA) em parceria com a C3 Consultoria, a Federação dos Cafeicultores do Cerrado com apoio da Embrapa Café e Prefeitura Municipal de Araguari.

ARTIGOS RELACIONADOS

Fenicafé 2023

De 28 a 31 de março, em Araguari (MG).

Panorama do crédito agrícola no setor cafeeiro

A demanda de crédito anual gira em torno de 800 bilhões de reais, sendo 50% do recurso financiado por bancos públicos e privados por meio do Plano Safra e do mercado de crédito de juros livres. Outros 50% são financiados pelo Barter e mercado de capitais, no qual a fintech mineira Bigtrade está inserida.

Primeiro dia de Fenicafé 2024

Evento vai até o dia 18 de abril

15º Encontro Nacional do Café

De 24 a 26 de maio, em Conquista (BA)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!