20.6 C
Uberlândia
quinta-feira, maio 23, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesFrequência de chuva deve favorecer safra de café 2024

Frequência de chuva deve favorecer safra de café 2024

Precipitações começaram no ano passado e se mantém. Rafael Stefani, do perfil @cafénobrasil, pretende investir mais em cafés especiais

Com uma colheita de café abaixo do esperado para o ano, apesar da bienalidade positiva, o agro influencer Rafael Stefani, do perfil @cafenobrasil, espera um melhor resultado para a safra 2024. A expectativa é de aumento de produção, favorecida principalmente pela frequência de chuva iniciada no ano passado e que se mantém.

O agro influencer Rafael Stafani em sua propriedade em Ribeirão Corrente
Crédito: Wilker Maia

“A safra de 2023 foi maior do que a de 2022, porém não foi recorde. Agora as expectativas são boas para a próxima. Tivemos uma florada bonita e o clima tem ajudado bastante”, avalia Rafael, que tem propriedade em Ribeirão Corrente, na região de Franca.
 

Para 2024, o agro influencer deve implantar uma nova lavoura em um talhão antigo, com mais de 30 anos de atividade, de modo que ela seja mais planejada e possa ter uma colheita mecanizada posteriormente.
 

“O aumento de área é uma vontade nossa, mas na nossa região está cada vez mais difícil conseguir terra para plantar. É muito concorrido. Vamos implantar uma nova, mas em uma lavoura que estava muito velha. Vamos melhor esse talhão para uma colheita mecanizada”, detalha.
 

Sobre uma nova variedade de café, Rafael diz que deseja plantar o café Arara, em razão da qualidade de bebida oferecida, mas por conta da realidade da terra, com casos de nematoide, testará a variedade IPR 100, considerada mais resistente ao parasita.
 

CAFÉ ESPECIAL

“Estamos cada vez mais focados em produzir cafés especiais, vemos que é uma realidade. O consumo interno no Brasil está crescendo ano após ano. Vejo que o produtor tem sim que focar nesse mercado. Um mercado muito promissor em que você consegue agregar valor no produto”, destaca o agro influencer.
 

Neste ano, Rafael inscreveu um lote no 21° Concurso de Qualidade do Café da Alta Mogiana e foi selecionado para a final. O café inscrito apresentou pontuação acima de 86 pontos, requisito obrigatório da premiação, que na última edição alcançou o valor recorde de R$ 137 mil arrecadados em lances de compradores de cafeteiras e torrefações de todo o Brasil.
  Segundo o dono do perfil Café no Brasil, neste ano parte da atual colheita já foi destinada para café especial e a tendência é que esse percentual seja ainda maior na safra 2024.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!