Indústria florestal mineira se mobiliza para prevenir e combater queimadas

0
135
Combate ao incêndio – Credito: CBMMG

As altas temperaturas registradas nos últimos dias contribuíram para agravar ainda mais a situação dos incêndios florestais no estado, que culminam na perda de vidas, qualidade do ar, do solo, entre outros incontáveis prejuízos. De acordo com o balanço divulgado pelo Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) e o Instituto Estadual de Florestas (IEF), somente em setembro foram registradas quase cinco mil ocorrências de incêndios florestais em Minas Gerais, um aumento de 22% com relação ao mesmo mês do ano passado. Para prevenir e combater de forma eficiente os focos de queimadas, as empresas de base florestal no Estado, representadas pela Associação Mineira da Indústria Florestal (AMIF), colocaram em prática algumas ações importantes com foco especial na conscientização da população, já que, segundo o IEF, 99% dos incêndios ainda são causados pela ação humana, e poderiam ser evitados com alguns cuidados simples.

Criado em 2015, o programa Brigada Comunitária, desenvolvido pela Norflor em parceria com as comunidades, tem como objetivo conscientizar a população do entorno da empresa sobre os impactos do fogo e levar conhecimento sobre formas alternativas de manejo de culturas agrícolas. Na Brigada, os envolvidos, também chamados de agentes ambientais, recebem EPI’s para combate a incêndios e treinamentos adequados para atuar em áreas fora dos limites da Norflor. “O programa é reconhecido pela comunidade como grande agregador de informações relevantes para o dia a dia dos agricultores. Os agentes ambientais recebem informações sobre os malefícios do fogo, ação da polícia em situações de denúncia, como realizar implantação de culturas sem uso do fogo, como agir em caso de incêndios etc. Embora os brigadistas não atuem dentro das áreas da Norflor, todas as informações recebidas são essenciais para a prevenção de incêndios”, explica Fernanda Gusmão, analista de Responsabilidade Social. Por meio da brigada comunitária, já foram formados mais de 200 agentes ambientais.

Aperam BioEnergia implementou um canal exclusivo para denúncias, o 0800 030 5540. Além disso, a empresa dispõe de equipes especializadas em locais estratégicos para manter a vigilância constante nas áreas verdes, torres de observação, guardas florestais em veículos equipados, caminhões pipa, execução de planejamentos estratégicos e realização de campanhas de conscientização nos períodos de seca, por meio da Semana Integrada de Proteção a Incêndios (SIPIN). O brigadista da Aperam BioEnergia, José Alves de Azevedo, atua na linha de frente há 12 anos e compartilha sua experiência na área com a população. “As pessoas precisam entender que é dever de todos prevenir os incêndios. O combate é uma medida emergencial, mas a prevenção é que salva milhares de vidas, vegetação e florestas”, explica.

Para a presidente da AMIF, Adriana Maugeri, de forma muito consciente e responsável o setor tem cumprido o seu papel na tentativa de reverter a triste realidade das queimadas em Minas. “Não é possível mais conviver com as inúmeras tragédias diárias que os incêndios florestais causam sem nos incomodar profundamente e mobilizar nossos esforços para mudar este quadro. É preciso continuar, de forma incansável, atuando na conscientização da população e na criminalização dos culpados por tanta destruição”, ressalta. Em agosto, a entidade lançou, em parceria com as empresas associadas, uma campanha inédita e audaciosa de prevenção e combate a incêndios florestais, que conta com o apoio do Governo de Minas, IEF, CBMMG, Associação Mineira de Defesa do Ambiente (AMDA), COPASA, SIAMIG e Ibama.

Por meio desta campanha multidirecionada e com identidade própria, a Associação está conscientizando a sociedade, os poderes público regionais e locais, os parceiros e principalmente a população que vive nas proximidades das áreas de florestas plantadas e áreas de matas conservadas sobre as principais formas de prevenir queimadas. Além de atuarem preventivamente, as associadas à AMIF, que representam uma significativa parcela dos plantios florestais do estado, possuem brigadas de incêndios muito bem equipadas, com brigadistas treinados pelo CBBMG e aptas a contribuir para o rápido e efetivo controle dos incêndios nas áreas próximas onde estas empresas atuam.