17.6 C
Uberlândia
quinta-feira, julho 18, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioAnimaisBovinosManutenção preventiva da contenção bovina garante bem-estar e lucratividade nas fazendas

Manutenção preventiva da contenção bovina garante bem-estar e lucratividade nas fazendas

Divulgação

Para continuar rodando nas ruas e estradas com chances reduzidas de apresentar problemas, um carro passa por revisões periódicas, tendo suas peças avaliadas e, caso necessário, ajustadas ou trocadas para o funcionamento adequado no dia a dia. Essa lógica pode ser aplicada da mesma forma para equipamentos de contenção bovina. A realização da manutenção preventiva, mais do que prevenir acidentes, é uma estratégia que permite melhores resultados financeiros nas fazendas.

De acordo com estudo produzido pela Scot Consultoria durante a expedição Confina Brasil em 2021, essa é uma prática realizada por, aproximadamente, 55% dos entrevistados pelo menos após cada uso para manejo. Os 45% restantes ainda realizam manutenção apenas quando há danos no equipamento.

Promover esse tipo de procedimento não só aumenta a vida útil do equipamento de contenção, mas também oferece mais segurança tanto para o rebanho quanto para os profissionais, de acordo com o Gerente de pós-venda da Beckhauser, Etanislei Magalhães.

“A manutenção preventiva assegura o bem-estar animal e humano nas propriedades pecuárias, pois permite que o manejo dos bovinos seja realizado de forma adequada, diminuindo os riscos de acidentes tanto para eles quanto para o operador do equipamento”, pontua.

Como consequência desses pontos vem a redução de lesões nos animais, que levariam ou à redução do valor da carcaça, em função da qualidade inferior, ou ao descarte completo dela. “Das duas formas, correr o risco de algo dar errado pela falta de uma revisão periódica no equipamento de contenção é sinônimo de prejuízo financeiro para o pecuarista”, alerta Magalhães.

Nesse sentido, a indicação feita para os clientes da Beckhauser, indústria paranaense produtora de equipamentos de contenção para bovinos, durante a venda técnica dos produtos da empresa é de planejar esses momentos de manutenção preventiva, considerando-os como uma ferramenta para melhorar a lucratividade do negócio.

“Como a Beckhauser possui uma robusta rede de parceiros distribuidores espalhada por todo o Brasil, e também pela América Latina, orientamos os nossos clientes a se programarem nos períodos que sucedem e antecedem grandes volumes de manejo nas fazendas para realizar uma revisão nos produtos e corrigir o que precisa ser ajustado para a realização adequada das tarefas do cotidiano, facilitando o processo para os animais, para os profissionais envolvidos e gerando resultados positivos para a atividade como um todo”, destaca.

Quem revisa comprova o resultado

 O engenheiro agrônomo e pecuarista Elton Zafanelli Silveira, da cidade de Alto Paraíso (PR), confirma que realizar a manutenção preventiva fez a diferença na hora dos manejos nas fazendas que administra, a Três Minas e a Guaraúna, ambas localizadas no estado do Paraná.

“Eu percebi que a revisão dos equipamentos previne que eles se danifiquem durante a passagem dos animais pela contenção. Isso é muito bom, considerando que isso acarreta prejuízos não só em função da carcaça com menos qualidade e valor, mas também pelo investimento que passa a ser necessário para a reposição da peça que deu origem a essa situação”, argumenta.

Dessa forma, Silveira explica que essa prática periódica traz impactos positivos para a questão do bem-estar animal e humano nas propriedades. “Só de garantir uma passagem segura dos animais pelo equipamento de contenção, o que se reflete na segurança dos operadores, conseguimos assegurar que o bovino viva em condições adequadas, também contribuindo para agregar valor ao produto final que chega à mesa dos consumidores”.

ARTIGOS RELACIONADOS

Congresso Andav 2022 apresenta Fórum sobre Distribuição de Insumos para Pecuária

Os congressistas terão a oportunidade de conhecer a avaliação de especialistas sobre o tema central e os principais assuntos relacionados à distribuição agropecuária

Controle de carrapatos no boi: atenção para a segunda geração

O controle deste ectoparasita é essencial para mitigar seus prejuízos e precisa ser realizado de forma rotineira na fazenda, levando em consideração as características climáticas e epidemiológicas particulares de cada região. Entender o ciclo do carrapato é primordial para o seu combate.

Rota 360 otimiza uso de soluções sanitárias nos rebanhos de todo o Brasil

Capacitação para revendedores agrega assertividade na escolha, indicação e aplicação dos produtos

Tripanossomose x Tristeza Parasitária bovina

Diagnóstico diferencial entre as doenças é indispensável para implementação do tratamento adequado no rebanho

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!