Maturação do canavial: Etapa merece mais eficiência nas operações

0
140

Autores

Henrique Gualberto Vilela PenhaDoutor e professor – Instituto Federal do Triângulo Mineiro, campus Uberlândia (MG)henriquegualberto@iftm.edu.br

Camila de Andrade Carvalho GualbertoEngenheira agrônoma, mestre e sócia-pesquisadora da KP Consultoria Ltda.camila_carvalho03@hotmail.com

Gustavo Alves SantosDoutor e sócio-diretor-pesquisador da KP Consultoria Ltda.asgustavo@yahoo.com.br

Plantação de Cana – Crédito: Miriam Lins

A cana-de-açúcar é uma cultura de grande importância socioeconômica no Brasil, cuja produção de açúcar e etanol está diretamente relacionada ao acúmulo total de açúcares, de modo que, quanto mais açúcar presente nos colmos industrializáveis, maior será a rentabilidade econômica do processo industrial.

Dessa forma, o planejamento estratégico da colheita da cana-de-açúcar busca maximizar o retorno econômico da cultura, realizando o corte no período de pico de maturação do canavial, no qual os colmos apresentam máxima concentração de sacarose e, consequentemente, maior qualidade da matéria-prima.

No início da fase de maturação da cana-de-açúcar, observa-se a redução do crescimento vegetativo da cultura e o acréscimo no acúmulo de sacarose no órgão de reserva da planta, que é o colmo.

A maturação da cana-de-açúcar ocorre de baixo para cima, sendo que o entrenó que se forma primeiro acumula açúcar antes que os demais, até atingir o estado de maturação, quando estabiliza a concentração de sacarose. De modo geral, a maturação da cana-de-açúcar, vista pelo aspecto econômico da cultura, ocorre quando a planta atinge o teor mínimo de sacarose de 13% do peso do colmo, considerado viável industrialmente.

Influências

Os fatores climáticos são os mais importantes para a fase de maturação, principalmente a temperatura e a umidade, sendo que, para atingir alta produção de sacarose, a planta precisa de temperatura e umidade adequadas para permitir o máximo crescimento na fase vegetativa, seguida de restrição hídrica ou térmica para favorecer o acúmulo de sacarose no colmo.

De modo geral, o processo de maturação da cana-de-açúcar ocorre naturalmente no início de maio na região sudeste do Brasil, devido às condições climáticas existentes, com gradativa queda da temperatura e a diminuição das precipitações pluviais.

Entretanto, como a safra de cana-de-açúcar no Brasil ocorre em média de março/abril até meados de novembro, o índice pluviométrico e as condições de temperatura estão altas no início do ciclo, tornando-se necessária a utilização de maturadores (reguladores de crescimento), de modo a garantir que ocorra a máxima concentração de sacarose nos colmos.

Benefícios da aplicação de maturadores

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.