20.6 C
Uberlândia
sábado, abril 20, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesNanotecnologia na redução do uso de defensivos

Nanotecnologia na redução do uso de defensivos

Tecnologia diminui o impacto do insumo no meio ambiente e o custo de produção

A nanotecnologia, hoje, é empregada nos mais variados setores, como farmacêutico, cosmético e eletrônico. Atualmente, essas nanopartículas tiveram seu uso aprimorado na agricultura visando promover a sustentabilidade no campo.

Créditos: Divulgação

A empresa Malvern Panalytical, especialista em equipamentos científicos, apresenta a mais nova geração da linha Nanosight, o Nanosight Pro, na Analitica Latin America, a maior feira da indústria química da América Latina. O dispositivo é usado na agricultura no desenvolvimento de novos defensivos agrícolas – os chamados nanofertilizantes. “A maioria das pessoas já viu a cena de um avião pulverizando uma determinada cultura. Além de espalhar os defensivos pelo ar, essa aplicação nem sempre é eficiente. Com o nanoencapsulamento desses insumos, o efeito é mais prolongado e mais direcionado”, explica Gustavo Parra, físico e especialista em suporte ao cliente da companhia.

Segundo o especialista, com o defensivo agrícola em formato de nanopartícula, a liberação do ingrediente ativo é feita de forma lenta e constante. Dessa maneira, o produto é completamente utilizado no controle de pragas e doenças, reduzindo inclusive a quantidade necessária aplicada nas plantas e solo. Ou seja, além de benefício para o meio ambiente também implica em economia para o produtor. “Lógico que existem algumas variáveis, mas num cálculo aproximado, se no método convencional utiliza-se um quilo de defensivo para uma determinada área, com as nanopartículas é possível reduzir essa porção para um terço mais ou menos”, explica Gustavo Parra.

Créditos: Divulgação

Saúde

O Nanosight Pro também é utilizado no setor de saúde. Como ele viabiliza medições automatizadas das partículas, o equipamento agiliza e torna mais eficaz o processo de fabricação de vacinas. “Essa nova geração apresentada na feira é três vezes mais rápida do que a versão anterior. Vimos com a pandemia que o tempo pode ser precioso na produção de imunizantes”, conclui.

O equipamento foi uma das soluções apresentadas na Analitica Latin America, a maior feira da indústria química analítica na América Latina, realizada entre os dias 26 e 28 de setembro, na capital paulista. O evento, que contou com mais de 300 expositores, reuniu os principais players do setor entre fornecedores, distribuidores, fabricantes e pesquisadores.

ARTIGOS RELACIONADOS

Nanotecnologia – Inovação em nutrição vegetal

Autores Louise Pinto Guisolfi Engenheira agrônoma e mestranda em Fitotecnia – Universidade Federal de Viçosa (UFV) louise.guisolfi@ufv.br Ronaldo Machado Junior Engenheiro agrônomo, mestre...

Minas discute manejo de pragas e doenças em florestas

O II Seminário sobre Sanidade Florestal vai acontecer nos dias 25 e 26 de abril, em Belo Horizonte. O evento promovido pela SIF "...

Nanofertilizantes – O novo conceito em nutrição de plantas

Os nanofertilizantes são constituídos por polímeros semipermeáveis de liberação lenta e controlada e não há acúmulo além da concentração necessária pela planta. O uso da nanotecnologia é a mais nova aposta de pesquisa para atenuar um dos maiores problemas de aplicação de fertilizantes - a volatilização e a lixiviação.

Biopesticida harpina aumenta imunidade das plantas

Pesquisadores da Universidade de Hyderabad (UoH) descobriram que a aplicação do biopesticidaharpina pode aumentar a capacidade imunológica das plantas por meio do uso da...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!