Quais as vantagens dos híbridos de mamão?

0
43

Autores

Ivan Marcos Rangel Junior
Engenheiro agrônomo e doutorando em Agronomia/Fitotecnia – Universidade Federal de Lavras (UFLA)
juniorrangel2@hotmail.com
Filipe Almendagna Rodrigues
Engenheiro agrônomo e doutor em Agronomia/Fitotecnia – UFLA
filipealmendagna@yahoo.com.br
 

Crédito Shutterstock

A produção de mamão no Brasil alcançou a marca de mais de 1,057 milhões de toneladas no ano de 2018. A Bahia e o Espírito Santo são os Estados que tradicionalmente concentram a maior parte dessa produção.

O mamão produzido e comercializado no Brasil é separado em dois grupos: Solo e Formosa. O grupo Solo é caracterizado por apresentar frutos de menores tamanhos, geralmente de 350 a 600 g, enquanto o grupo Formosa produz frutos maiores e com cerca de 1,0 kg. Já em relação à polpa, o do grupo Solo é mais macia, enquanto que a da variedade Formosa é mais firme.

Na cultura do mamoeiro existem, ainda, plantas conhecidas como linhagem pura e híbridos. Os híbridos são conhecidos por expressarem heterozigose, que é quando as plantas apresentam desempenho superior aos seus genitores, resultando em maior produtividade.

Atualmente, são conhecidos oito híbridos de mamoeiro cadastrados no Registro Nacional de Cultivares, todos pertencente ao grupo Formosa. Embora as plantas híbridas possibilitem maiores produtividades, é necessário estar atento quando se pensa em mercado, principalmente no destino do fruto.

Sementes

Atualmente, no Brasil estão disponíveis mais facilmente no mercado sementes dos híbridos Tainung nº 1 e Calimosa, sendo este último o primeiro híbrido lançado no Brasil.

Devido à necessidade de ter plantas mais adaptadas às condições brasileiras de solo e clima, foi importante a obtenção de uma variedade híbrida brasileira. Além do mais, as sementes híbridas nacionais são mais baratas que as importadas (variedade Tainung nº 1), que apresentam alto custo para o produtor.

No entanto, as sementes produzidas a partir de plantas híbridas não devem ser utilizadas na formação de um novo pomar, pois pode ocorrer segregação na próxima geração de plantas, gerando um pomar com plantas desuniformes e até mesmo sem qualquer valor comercial, uma vez que as plantas apresentarão diferenças significativas entre elas e com alto reflexo na sua produtividade.

Assim, quando o interesse é na produção de mamão Formosa, os híbridos se tornam uma excelente alternativa devido ao seu desempenho superior a campo, com altas produtividades e em alguns casos com variedades resistentes a doenças que atacam o mamoeiro, muitas vezes com alto grau de agressividade.

Além disso, o uso de variedades resistente é um dos atributos mais importantes na hora de planejar a implantação de um pomar, visto que alguns Estados possuem legislação própria e fiscalização eficiente no controle de doenças dessa cultura.

Aumento de produtividade

Embora o custo de produção de mudas de mamoeiros híbridos seja alto, os benefícios tendem a superar. Dessa forma, toda tecnologia que vise o aumento da produtividade e redução na utilização de insumos deve ser utilizada, a exemplo dos defensivos agrícolas, que acabam se tornando excelentes opções na hora de planejar uma determinada atividade agrícola.

Assim, os híbridos tornam-se excelentes alternativas para uma atividade de sucesso quando se pretende produzir mamão do tipo Formosa.