23.3 C
São Paulo
sexta-feira, julho 1, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Revistas Florestas Três Lagoas Florestal supera expectativas e movimenta R$ 60 milhões em negócios

Três Lagoas Florestal supera expectativas e movimenta R$ 60 milhões em negócios

 

Eventos técnicos dentro da feira permitiram a difusão de novas práticas tecnológicas e de sustentabilidade

 

Três Lagoas é a capital da celulose - Crédito Shutterstock
Três Lagoas é a capital da celulose – Crédito Shutterstock

A 2ª edição da feira Três Lagoas Florestal, realizada entre os dias 02 e 04 de junho em Três Lagoas (MS), trouxe dois resultados que surpreenderam os organizadores do evento: um público de 13 mil pessoas e um volume de negócios acima dos R$ 60 milhões. O diretor executivo do Painel Florestal, Robson Trevisan, que organizou a feira, disse que esta edição foi marcada pela participação de um público mais técnico que foi às compras.

Antes de a feira começar, a estimativa era de que o público visitante registrasse uma média entre 20 e 25 mil pessoas, o que não ocorreu. “Tivemos visitas de muitas famílias, mas o que predominou foi a presença de empresas que queriam comprar e outras que vieram dispostas a vender. Muitas empresas apresentaram descontos de até 15% e fecharam muitos negócios, o que nos mostra que a região de Três Lagoas é um polo florestal“, destacou Trevisan.

A grande surpresa da feira ficou por conta do volume de negócios gerados, que atingiu o montante superior a R$ 60 milhões. Para Robson Trevisan, este número foi uma excelente surpresa, já que antes da feira Três Lagoas Florestal as perspectivas mais otimistas eram de que os valores comercializados ficassem no máximo em R$ 50 milhões, devido ao cenário econômico adverso ” de alta de juros, inflação maior e elevação de preços da energia e combustíveis.

Eventos técnicos

De acordo com Robson Trevisan, os eventos técnicos realizados na feira ” como o Ambienta e o Inova ” deram o tom que os participantes queriam. Os dois eventos abordaram, em conjunto, as iniciativas de sustentabilidade utilizadas pelas empresas do setor florestal, além de práticas tecnológicas inovadoras, novas técnicas de cultivo, plantio, evolução genética, apresentação de novas máquinas. “Foram mais de 30 palestras, o que permitiu aos participantes o fechamento de muitos negócios e o agendamento de visitas técnicas, que resultarão em mais contratos assinados“, avaliou Trevisan.

Três Lagoas Florestal 2017

A terceira edição da feira Três Lagoas Florestal será em 2017, e os eventos técnicos realizados paralelamente não apenas serão mantidos, como também ampliados. Pelo menos é esta a avaliação de Robson Trevisan.

De acordo com ele, o Ambienta 2015 ” o 1º Simpósio sobre Iniciativas Ambientais das Atividades Econômicas ” cumpriu o objetivo de mostrar as práticas de grandes empresas e indústrias em favor da recuperação e preservação do meio ambiente, por meio da apresentação de tecnologia e serviços inovadores que estão garantindo a sustentabilidade nos processos de produção.

Houve também uma boa aceitação do Inova 2015 ” o 1º Simpósio Internacional sobre Inovação, Inteligência e Tecnologia para Florestas ” cujas empresas e pesquisadores apresentaram projetos com novas tecnologias já disponíveis visando à melhoria da produtividade das florestas plantadas e o processo de redução de custos das operações florestais.

Outra mudança para a próxima feira será no horário. Nesta edição, a feira começava às 14h e terminava às 22h, mas na próxima começará às 9h e terminará às 18h. “Ficamos muito felizes porque a feira movimentou muito mais recursos do que pensamos. Além disso, o Inova e o Ambienta fizeram com que muitas empresas se conhecessem e, em breve, daremos muitas notícias sobre assinatura de contratos envolvendo produtos e serviços“, detalhou Robson Trevisan.

Mato Grosso do Sul terá uma terceira fábrica de celulose

Deputados federais pertencentes à Frente Parlamentar de Silvicultura visitaram a feira Três Lagoas Florestal e levaram uma notícia para aquecer os negócios: o Estado de Mato Grosso do Sul terá uma terceira fábrica de celulose.

Por enquanto, o município de Ribas do Rio Pardo é o mais cotado para receber esta terceira fábrica, principalmente por já ter realizado a primeira audiência pública ainda em 2014. No entanto, o líder parlamentar de Silvicultura, Newton Cardoso, destacou que 100% confirmados só a fábrica de MDF no município de Água Clara, cuja construção já se iniciou. “Ainda não sabemos qual será o município beneficiado com esta terceira fábrica“.

Ele frisou que mesmo o País passando por uma situação econômica adversa, o município de Três Lagoas vive um momento confortável, pelo fato de as duas gigantes da celulose terem anunciado investimentos de quase R$ 16 bilhões na duplicação de suas fábricas. “O setor florestal brasileiro é forte, mas o Mato do Grosso do Sul vem sendo a grande estrela“, observa.

Essa matéria completa você encontra na edição de junho/julho da revista Campo & Negócios Floresta. Adquira a sua para leitura completa!

Inicio Revistas Florestas Três Lagoas Florestal supera expectativas e movimenta R$ 60 milhões em negócios