20.6 C
Uberlândia
sexta-feira, abril 19, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosA doença “vira-cabeça” no cultivo de pimentão

A doença “vira-cabeça” no cultivo de pimentão

A doença 'vira-cabeça' no cultivo de pimentão pode comprometer seriamente a produção.

Matheus Moreira Ferreira
Coordenador de Vendas e de Desenvolvimento de Produtos – Yuksel

O vira-cabeça (TSWV) é uma doença grave que afeta o cultivo de pimentão no Brasil. Considerada uma das principais doenças das solanáceas, o TSWV causa grandes perdas na produção, prejudicando tanto a quantidade, quanto a qualidade dos frutos.

Sintomas de vira-cabeça
Foto: Yuksel

A virose é transmitida, principalmente, por tripes: pequenos insetos sugadores que se alimentam das plantas de pimentão infectadas e, assim, adquirem o vírus. Durante sua fase larval, a tripes adquire o TSWV e transmite para outras plantas por toda a vida.

Sintomas

Os sintomas do vira-cabeça podem ser observados nas folhas e nos frutos. Nas folhas jovens, são observados anéis e manchas escurecidas (Figura 2). Podem, também, apresentar deformações, como enrugamento, que levam à característica conhecida como “vira-cabeça”.

Os frutos do pimentão também são afetados pelo vírus. Eles, também, podem apresentar manchas escuras e em formato de anéis (Figura 3), prejudicando sua aparência e qualidade. Essas manchas, além de prejudicar a aparência dos frutos, também diminuem sua qualidade comercial e, consequentemente, seu valor de mercado.

Infecção

A infecção pelo TSWV pode ocorrer em qualquer estágio de desenvolvimento do pimentão. No entanto, as plantas jovens tendem a apresentar sintomas mais graves e sofrer maiores perdas de produção.

Esta infecção, dependendo do estágio de desenvolvimento da planta, pode ocasionar importante dano econômico para o produtor.

Controle

O controle do TSWV em plantações de pimentão requer a adoção de medidas preventivas e de manejo adequado. Abaixo algumas orientações:

• Destruir restos culturais após última colheita;

• Manter a área sem plantas invasoras, que podem ser hospedeira do tripes;

• Rotação de culturas;

• Produção de mudas saudáveis em viveiros certificados;

• Aplicação de inseticidas registrados para a cultura, para controle do vetor;

• Monitoramento constante, principalmente na fase inicial do pimentão;

• Plantar cultivares resistentes ao vírus do vira-cabeça (TSWV).

Embora todas essas medidas sejam importantes, a utilização de variedades de pimentão resistentes ao TSWV é uma estratégia de controle altamente eficaz. 

O uso de variedades resistentes é a melhor opção para vira-cabeça
Foto: Yuksel

Sobre a Yuksel

A Yuksel Seeds, empresa de sementes de hortaliças, possui ampla participação mundial no mercado de sementes e grande experiência genética com variedades de pimentão e outras culturas.

Com mais de 30 anos de atuação e sede na Turquia, está trazendo e desenvolvendo diversas variedades de pimentão para as regiões produtoras do Brasil.

Atualmente, está lançando o pimentão Vigia, que possui alta resistência ao vírus do vira-cabeça (TSWV) e potato vírus Y (PVY).  A Yuksel Seeds tem como objetivo oferecer um pacote de segurança e qualidade em suas variedades para as diferentes necessidades do produtor brasileiro.

ARTIGOS RELACIONADOS

Como garantir a alta produção com qualidade?

AutorGilberto Rostirolla Batista de Souza Departamento de Pesquisa e Desenvolvimento – Ginegar Brasil gilberto@ginegar.com.br A Ginegar é uma empresa especializada em materiais para o agronegócio...

Isla Sementes comemora sucesso do estande na Hortitec

  A Isla Sementes, empresa que completa seu sexagenário em 2015, comemorou sucesso na 22º edição da Hortitec, Exposição Técnica de Horticultura, Cultivo Protegido e...

Algas – Mais estímulo ao pegamento de frutos no pimentão

As algas geram um faturamento a nível mundial de, aproximadamente, US$ 6 bilhões anualmente, e são utilizadas comercialmente desde da década de 50. Possuem várias aplicações nas seguintes áreas: medicinal, indústria de alimentos e, mais recentemente, na alimentação animal e na agricultura.

Ecolon M12: mulching diferenciado com nova tecnologia

O Ecolon M12 se caracteriza por controlar o aparecimento das ervas invasoras, evitando assim a competição por água, nutrientes, além de diminuir a necessidade de capina manual ou química.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!