23.3 C
São Paulo
quinta-feira, julho 7, 2022
- Publicidade -
-Publicidade-
Inicio Notícias Aprosoja alerta para o vazio sanitário

Aprosoja alerta para o vazio sanitário

Crédito: Aprosoja

A Associação dos Produtores de Soja, Milho e Sorgo do Estado de Minas Gerais (Aprosoja-MG) alerta para a chegada do vazio sanitário da soja em Minas, que neste ano está mais curto, começando no dia 1º de julho e se estendendo até 15 de setembro, diferente do ano passado, quando o período terminou em 30 de setembro. Ou seja, serão 77 dias sem soja no campo, antes o vazio era de 90 dias.

Com isso, os produtores de soja do Estado poderão iniciar o plantio a partir de 16 de setembro, mediante essa alteração no período de Vazio Sanitário e Controle da Ferrugem Asiática da Soja.

“É muito importante que o vazio sanitário seja cumprido para evitar a ferrugem, uma doença muito severa que pode causar muitos prejuízos aos produtores, inclusive perda total das lavouras. O combate a essa praga, além de aumentar muito o custo de produção, com mais aplicações de fungicidas, aumenta também o risco de perda na produtividade”, alerta o presidente da Aprosoja-MG, Wesley Barbosa de Freitas.

O vazio sanitário é o período de no mínimo 60 dias em que não se pode semear ou manter plantas vivas de soja no campo. O objetivo do vazio sanitário é reduzir a sobrevivência do fungo causador da ferrugem-asiática durante a entressafra e assim atrasar a ocorrência da doença na safra.

Inicio Notícias Aprosoja alerta para o vazio sanitário