28.6 C
Uberlândia
terça-feira, junho 25, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioDestaquesArrozeiros disponibilizam apoio para escoamento de cidades alagadas

Arrozeiros disponibilizam apoio para escoamento de cidades alagadas

Iniciativa já realizada em Pelotas vai utilizar bombas para aumentar capacidade de bombeamento das águas na Região Metropolitana de Porto Alegre

Divulgação

Os arrozeiros do Rio Grande do Sul estão trabalhando no auxílio para acelerar a drenagem das águas das cidades da região Metropolitana de Porto Alegre. Em ação realizada pela Federação das Associações de Arrozeiros do Rio Grande do Sul (Federarroz) em parceria com empresas e instituições, o objetivo é utilizar a experiência na área de irrigação por meio de bombas, insumos e pessoal qualificado.

Participam junto da iniciativa as empresas WR, InfoSafras, Gebras, Agropecuária Canoa Mirim, Expoente, Numerik, CCM, Instituto Caldeira e Idealiza, juntamente com outros voluntários. O objetivo é utilizar as bombas na questão da drenagem das águas, buscando beneficiar mais de 500 mil desalojados e reduzir o tempo de escoamento das cidades alagadas, através de uma mobilização voluntária de apoio às autoridades locais.

A Federarroz está mobilizando os arrozeiros, empresas e técnicos a participar de forma voluntária e se unir neste mutirão de ajuda. O objetivo desta ação é aumentar a capacidade de bombeamento para fora dos seus diques para que o tempo de drenagem seja reduzido de forma significativa. A entidade acredita que o setor arrozeiro com seus sistemas de bombeamentos de flutuantes pode e deve auxiliar nesta ação humanitária. “A iniciativa de auxiliar na drenagem é fundamental para que a gente possa, em um curto espaço de tempo, tirar esta água e as pessoas poderem retornar às suas residências e aos seus negócios”, destaca o presidente da Federarroz, Alexandre Velho.

A medida vem sendo utilizada já em Pelotas em um projeto que mobilizou recursos voluntários, com pessoal técnico, bombas, equipamentos e materiais, aumentando a cota de diques, fechando pontos vulneráveis e instalando bombas com potencial de prevenir alagamento de zona protegida por dique, em complemento à estrutura do Sanep. O tempo de drenagem na cidade foi reduzido em 60% de acordo com estimativa baseada em cálculo de capacidade de drenagem adicionada ao sistema. Em Porto Alegre, arrozeiros de Mostardas (RS) já estão auxiliando no escoamento no Bairro Anchieta, onde fica a região do Aeroporto Salgado Filho.

Caso os produtores e empresas concordem em disponibilizar os seus equipamentos ou outros insumos ou serviços para análise da viabilidade de uso pelos técnicos envolvidos, podem entrar em contato com a Federarroz pelo WhatsApp (51) 98065.4000 ou e-mail federarroz@federarroz.com.br.

ARTIGOS RELACIONADOS

Arroz: Recorde de exportações e preço triplica

O preço do arroz produzido no Brasil mais que triplicou de janeiro de 2010 até o final de agosto deste ano. O encarecimento do arroz para os consumidores nos últimos meses está relacionado à queda da área plantada nos últimos anos, devido à baixa remuneração aos produtores, além do aumento das exportações.

Como alcançar eficiência no controle da lagarta-do-cartucho

A cultura do milho é atacada por diversas pragas ao longo de seu desenvolvimento, e geralmente causam danos significativos à lavoura, levando a perdas em produtividade e, consequentemente, redução na produção. Entre as principais pragas que atacam a cultura do milho, destaca-se a Spodoptera frugiperda, conhecida popularmente como lagarta-do-cartucho ou lagarta-militar.

Novidades na Alta

Essa é a quinta vez da Alta " América Latina Tecnologia Agrícola no Congresso da Andav, onde a empresa divulgará sua linha de defensivos...

Bioativador à base de algas marinhas pode aumentar a produtividade do arroz

A Koppert está lançando no Brasil uma linha de bioativadores formulados com o extrato da alga marinha Ascophyllum nodosum, mundialmente reconhecida por promover o crescimento das plantas e melhorar sua resistência frente aos estresses e ao ataque de pragas e doenças.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!