24.9 C
Uberlândia
sexta-feira, abril 12, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosBEA: Biotecnologia a serviço do meio ambiente

BEA: Biotecnologia a serviço do meio ambiente

A BEA utiliza a biotecnologia para promover a produção de alimentos em harmonia com a natureza, oferecendo produtos que nutrem, estimulam e protegem as plantas.

De origem italiana, BEA vem de Biotecnologie per l’ecologie e l’agricoltura. Visando a atender o mercado brasileiro e da América do Sul, a empresa fundou uma unidade fabril sediada no Estado de São Paulo.

Mais do que uma empresa de fertilizantes, a BEA é reconhecida por propor o conceito de produzir alimentos partindo dos princípios da agricultura orgânica e biodinâmica, em sinergia com a natureza.

Com um portfólio com mais de 40 formulações na Europa, foram inicialmente selecionados para a América do Sul seis produtos capazes de nutrir, estimular e proteger as plantas e posteriormente ampliamos a linha para atender outras demandas.

Hoje, a linha Ergofito no Brasil é composta por 11 produtos, sendo eles: Universal, Jolly, Proteção, Mudas, Florada, Cálcio, Nemashield, Residual, Tech, Ergofert Grow e Mares. Tendo como o propósito, participar de todas as fases fenológicas de diversas culturas.

28 dias após a aplicação de Nemashield

Nossos produtos

O gerente comercial Josué Maciel afirma que “de origem natural, atóxico às plantas, animais e ao meio ambiente, Ergofito é um fertilizante concentrado organomineral fluido que apresenta em sua composição diversos elementos que ativam os processos fotossintéticos e acionam seus mecanismos de defesa dos vegetais. Promove um desenvolvimento harmonioso às plantas nas mais variadas formas de cultivo (campo aberto, protegido, em vasos e hidroponia) e condições ambientais adversas”.

Sua composição exclusiva reúne benefícios múltiplos, como nutrir as plantas, ser um estimulante, além de um indutor excelente de resistência. Ainda, tem ação sob a água e o solo por ter natureza de biorremediá-los, de tal modo que potencializa os insumos empregados em conjunto com Ergofito.

A biotecnologia da BEA envolve nutrientes e minerais catalizadores associados a diversas fontes de carbono (algas, aminoácidos, substâncias húmicas, enzimas, vitaminas e nutrientes). Todos os componentes presentes na linha Ergofito favorecem a perfeita síntese de clorofila.

“Devemos utilizar Ergofito com produtos biológicos, fertilizantes foliares à base de extratos vegetais e também defensivos convencionais, o que permite ser aplicado junto ao manejo padrão dos produtores. Pode ser empregado como um meio de cultura aos produtos biológicos, que dependem dos fatores ambientais (umidade e temperatura), atingindo sua máxima eficiência. Ou seja, a ampla aplicabilidade de uso, a facilidade de manejo e compatibilidade de misturas da linha Ergofito, nas diferentes fases de desenvolvimento dos cultivos, é um diferencial e também uma alternativa à praticidade no dia-a-dia dos agricultores.”, explica Josué Maciel.

Lançamentos Bea 2023

Neste ano, a BEA lançou novos produtos, diversificou o tamanho das embalagens (300 g, 1,0 kg, 6,0 kg e 24 kg), as etiquetas – dando uma nova apresentação, reflexo do reconhecimento do mercado  ao trabalho que vem sendo realizado.

Três aplicações de 1 kg/ ha de Nemashield a cada sete dias
Fotos: Bea

A seguir, uma breve descrição dos novos produtos BEA:

Ergofito Residual: tecnologia exclusiva, capaz de eliminar os resíduos químicos acumulados durante o ciclo. Tem um potencial muito promissor para o mercado de exportação.

Ergofito Nemashield: visando a uma blindagem das plantas ao ataque de nematoides.

Ergofito Tech: acelera o vegetal estagnado (travado) por motivos extremamente complexos, com a finalidade mais específica.

Ergofert Mares: promove a complexação de nutrientes, melhor absorção, dessalinização da rizosfera e enraizamento contínuo.

Ergofert Grow: tem a finalidade de fornecer cálcio de alta performance, via fertirrigação e foliar.

Exclusividade

Vale ressaltar a capacidade da biotecnologia da BEA em desintoxicar uma planta num curto espaço de tempo, ou até mesmo eliminar resíduos acumulados ao longo do ciclo (LMR) para que a produção seja exportada dentro dos limites tolerados de determinadas moléculas.

É uma novidade exclusiva não só para América Latina, como para o resto do mundo.

Ergofito promove rusticidade e lignificação, o que permite o aumento da defesa contra pragas e doenças, reduzindo a demanda de defensivos, tudo isso por meio do equilíbrio da atividade microbiana do solo e do metabolismo da planta, a fim de trazer benefícios, como aumento da produção, maior resistência no pós colheita.

Trabalhe com a gente

Seja você também um representante BEA em sua região. Entre em contato com nossa equipe pelo telefone (11) 93225-4220 e conheça um pouco mais sobre nossos produtos.

ARTIGOS RELACIONADOS

Brasil lidera ranking mundial de desmatamento florestal

A área média desmatada por dia no Brasil em 2021 foi de 4.536 hectares. Essa taxa sugere que o Brasil perdeu, diariamente, uma área equivalente a mais de quatro campos de futebol.

Iniciativas de redução de pegada florestal

A Kimberly-Clark, multinacional americana detentora de marcas como Huggies®, Kleenex®, Neve®, Scott® e Intimus®...

Pó de rocha é utilizado em confinamento e transforma dejetos em fertilizante natural

Já conhecido por melhorar a fertilidade e remineralizar o solo, o Fino de Micaxisto (FMX), também está ganhando espaço na pecuária. Além de melhorar a nutrição e proteção das plantas e regeneração do solo, o remineralizador FMX está sendo utilizado em confinamento com o objetivo de produzir um composto organo-mineral para pastagem ou lavoura, dentro do curral.

Corteva lança soja Conkesta E3®

Tecnologia completa o Sistema Enlist®, lançado recentemente para o controle de plantas daninhas e principais lagartas da cultura da soja, oferecendo nova opção de escolha para o produtor rural brasileiro

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!