17.6 C
Uberlândia
domingo, maio 19, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesComo a inteligência de dados está transformando a agricultura?

Como a inteligência de dados está transformando a agricultura?

Agricultura-de-precisao
Imagem ilustrativa

Os desafios enfrentados pelo setor agrícola nunca foram tão complexos e isso se dá por conta da necessidade de aumentar a produção para alimentar uma população global em crescimento, além da pressão para minimizar o impacto ambiental e a demanda por alimentos de melhor qualidade e segurança.

Neste sentido, a inteligência de dados surge como a chave para uma agricultura mais eficiente e sustentável, entregando resultados consolidados que viram ferramentas fundamentadas para tomada de decisões do produtor. Alguns exemplos estão na coleta de dados com o uso de drones e sensores, agricultura de precisão com orientações avançadas sobre plantio, irrigação, fertilização e manejo de pragas. Como consequência, é possível economizar reduzindo o desperdício de insumos, melhorar a qualidade, gerando produtos mais saudáveis e competitivos e aprimorar as práticas de conservação e monitoramento ambiental. 

Mariana Caetano, CEO da Salva, empresa especializada em inteligência de dados ambientais e agroclimáticos, ressalta que a integração de sensores e dispositivos de Internet das Coisas (IoT) está revolucionando o monitoramento das condições do solo, clima e saúde das plantas. 

“Ao implantar uma rede de sensores agrícolas, os agricultores têm acesso a dados em tempo real sobre variáveis ambientais e agronômicas, além de reduzir potenciais erros de entradas de informações manuais em sistemas de gestão. Esses sensores podem medir a umidade relativa do ar e do solo, temperatura, níveis de nutrientes e até mesmo detectar a presença de pragas e doenças”.

Com essas informações detalhadas, os produtores podem tomar decisões mais precisas, ajustando suas práticas de cultivo para maximizar o rendimento das colheitas, enquanto minimizam o uso de recursos e reduzem os impactos ambientais. 

Impulsionada pela inteligência de dados, a agricultura de precisão está remodelando a maneira como os agricultores personalizam suas práticas agrícolas para atender às necessidades específicas de cada área ou cultura. Ao coletar e analisar uma vasta gama de dados, desde informações sobre solo, clima, doenças e pragas até crescimento das plantas, os produtores podem tomar decisões com maior segurança e de maneira mais assertiva. “Essa abordagem permite ajustes precisos no plantio, irrigação, fertilização e manejo de pragas, levando em consideração as condições únicas de cada talhão. Como resultado, podem garantir uma agricultura mais eficiente, lucrativa e resiliente aos impactos climáticos”, completa Caetano.

Com base no Protocolo GHG, a Salva utiliza algoritmos e modelagens proprietárias para automatizar a geração de relatórios e dashboards de balanço de emissões de gases de efeito estufa. Isso permite que os produtores identifiquem suas próprias áreas para investimentos na transição para práticas de baixo carbono. Além disso, a climate tech emprega a ciência de dados para detectar e monitorar mudanças no uso do solo e sistemas de plantio em propriedades, complementando as informações de rastreabilidade e garantindo conformidade com o Código Florestal Brasileiro.

“Essa abordagem integrada e avançada da Salva oferece aos agricultores uma vantagem competitiva significativa, ao mesmo tempo em que promove a sustentabilidade e a eficiência em toda a cadeia de produção agrícola, trazendo segurança à indústria de alimentos, exportadoras, bancos e ao consumidor”, salienta a executiva.

ARTIGOS RELACIONADOS

Agricultura Digital ao Alcance de Todos é o novo projeto dos Webinares InCeres em 2018

A evolução da tecnologia tem contribuído para a otimização das atividades agrícolas e beneficiado produtores em todo mundo, e no Brasil não é diferente....

Agricultura de precisão e digital asseguram melhor manejo de nematoides

Tema foi debatido em painel durante o 37º Congresso Brasileiro de Nematologia, que acontece em Ribeirão Preto até amanhã (04/08)

Baldan apresenta plantadeira inédita

A Baldan vai apresentar, durante a Tecnoshow, uma plantadeira inédita fabricada com exclusivo sistema de trabalho e transporte, possibilitando o deslocamento da máquina de...

Máquinas Autônomas: avanços e desafios

Uma máquina que siga uma rota determinada e tome decisões precisas levando em consideração as melhores condições para produtividade no campo — tudo isso sozinha, a partir de câmeras, sensores e GPS, sem necessidade de um operador. Essa é a proposta das máquinas autônomas, veículos que geram brilho nos olhos de gestores agrícolas que buscam mais eficiência e economia para suas produções.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!