29.4 C
Uberlândia
quarta-feira, fevereiro 28, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesCooxupé desenvolve programa para garantir a sustentabilidade e padronização do café perante...

Cooxupé desenvolve programa para garantir a sustentabilidade e padronização do café perante o mercado

“Protocolo Gerações” incentiva cooperados a adotarem práticas sustentáveis na lavoura e ratifica compromisso ambiental da cooperativa cafeeira.

Protocolo elevará nível de sustentabilidade entre cooperativa e cooperados
Crédito Cooxupé

Garantir uma produção responsável e digna para todos os elos envolvidos da cadeia produtiva cafeeira faz com que a sustentabilidade seja um dos pilares indispensáveis à cafeicultura.

E atenta aos anseios do mercado brasileiro e internacional, a Cooperativa Regional de Cafeicultores em Guaxupé – Cooxupé elaborou o Protocolo “Gerações”, que apresenta diretrizes e níveis que envolvem tanto a cooperativa quanto seus cooperados.

O projeto, antes de tudo, compreende que uma produção economicamente sustentável só ocorre em harmonia com o meio ambiente, com os cooperados, suas famílias e seus funcionários.

“O protocolo foi concebido pensando no consumidor do futuro, que é engajado com boas práticas perante o mercado e tem suas decisões pautadas na sustentabilidade”, explica o gerente ESG da Cooxupé, Alexandre Vieira Costa Monteiro.

Protocolo Gerações

Com o Gerações, a Cooxupé e seus mais de 17 mil cooperados se comprometeram a adotar as melhores práticas para garantir resiliência, aprimorar ainda mais as condições de trabalho nas propriedades e, consequentemente, viabilizar uma produção embasada em responsabilidade social.

Para isso, o Protocolo de Sustentabilidade apresenta requisitos e compromissos que deverão ser cumpridos tanto pela cooperativa como pelos seus cooperados, que variam em tamanho de produção, localização geográfica, experiência, objetivos, atividades e recursos.

Isso se traduz em equilíbrio econômico ao produtor que traciona as ações socioambientais para garantir produtividade, mercado, rastreabilidade, remuneração por qualidade, crédito mais barato, fornecimento de insumos e, também, tecnologia.

Por meio do “Gerações”, a cooperativa tem como objetivo atender a todos, indistintamente das suas diferenças, para que alcancem o mais alto nível de sustentabilidade possível. E são quatro os níveis que fazem parte do processo de sustentabilidade:

  1. NÍVEL 1: Consciente da Sustentabilidade
  2. NÍVEL 2: Envolvido na Sustentabilidade
  3. NÍVEL 3: Praticando a Sustentabilidade
  4. NÍVEL 4: Excelência em Sustentabilidade

Todos esses níveis congregam um conjunto de requisitos. Nesse sentido, os cooperados deverão cumprir com os compromissos mínimos de sustentabilidade (Nível 1), aumentando tais compromissos para, assim, progredir aos demais níveis.

Assim, todos em algum momento chegarão ao topo, como acrescenta o gerente de ESG da Cooxupé. “Neste protocolo estão também previstos requisitos à Cooxupé para dar ao cooperado todo suporte necessário para evoluir, implantar a sustentabilidade e chegar ao objetivo final de atingir o Nível 4, que é o mais alto em excelência da prática sustentável”, detalha Monteiro.

Alinhado ao mercado

O modelo cooperativista por si só é sustentável, pois é feito de pessoas para pessoas. Além disso, permite a inclusão de pequenos produtores para que eles sejam protagonistas desse desenvolvimento sustentável, com o devido suporte da cooperativa.

E com a crescente exigência do mercado junto aos cooperados, independentemente do tamanho da propriedade e da produção, a diretoria da Cooxupé resolveu externar os benefícios através do protocolo.

Nesse sentido, o superintendente comercial da Cooxupé, Lúcio de Araújo Dias, aponta que, atenta aos movimentos do mercado mundial de cafés, a cooperativa estende essa necessidade de melhoria dos processos ao cooperado.

“Queremos mostrar ao produtor o que ele precisa fazer para produzir esse café sustentável. Queremos trazer todos os cooperados e produtores de café que estão a nossa volta para que produzam um café que crie atributos e desperte no consumidor a vontade de adquirir este café. Esse é o grande desafio”, frisa Dias.

Gerar ações para as futuras gerações

O superintendente reforça, ainda, que o nome deste programa traduz o engajamento dos produtores que produzem com responsabilidade, pensando nas futuras gerações.

“Esse é o principal foco do ‘Gerações’: gerarmos ações para que as pessoas façam o melhor possível. O nome deste programa é brasileiro e forte para contar ao mundo que sabemos o que fazer e como fazer para produzirmos um produto de altíssima qualidade e com muita responsabilidade. Tudo isso advém do novo consumidor que espera que façamos além da necessidade”, conclui.

Desenvolvimento da ferramenta

O Protocolo de Sustentabilidade “Gerações” foi desenvolvido pela Cooxupé com o apoio da SCS Global Services (“SCS”), um órgão global de certificação com mais de 40 anos de experiência no ramo ambiental, de sustentabilidade e de qualidade de alimentos.

E como garantia da transparência e credibilidade do processo, a cooperativa e seus cooperados serão regularmente visitados e submetidos a um processo de verificação por terceiros para garantir a adesão e evolução dos produtores de acordo com os diferentes níveis de sustentabilidade, bem como verificar o engajamento da Cooxupé no apoio a seus cooperados. 

ARTIGOS RELACIONADOS

Novas instalações da Unidade de Torrefação e Processamento de Café do Campo Experimental de Machado

A EPAMIG inaugurou quarta-feira (13), em Machado (Sul de Minas), a nova Unidade de Torrefação e Processamento de Café do Campo Experimental. Além de processar,...

Alfaces especiais

Dentre as hortaliças folhosas, a alface representa a mais popular e consumida em todo o planeta ...

Entenda por que os fertilizantes organominerais melhoram a produtividade da cana

Laila de Carvalho Henrique Graduanda em Engenharia Agronômica da Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ)" CSL e coordenadora de Ensino e Extensão - Gefit lailah94@gmail.com Paula...

O dólar e a agricultura – O duelo continua

  Enquanto os produtores que exportam sua produção estão rindo à toa, com a alta do dólar, outros amargam prejuízos pelo custo elevado dos insumos,...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!