23.1 C
São Paulo
quinta-feira, janeiro 27, 2022
- Publicidade -
- Publicidade -
Inicio Revistas Hortifrúti De que adianta a banana ser bonita, se não tem nutrientes?

De que adianta a banana ser bonita, se não tem nutrientes?

Crédito Shutterstock

Todos já ouviram a recomendação de comer banana para evitar câimbras. Um dos minerais responsáveis que auxilia na prevenção dessa sensação dolorida é o potássio, nutriente presente em muitos alimentos e um dos principais componentes da célula humana.

Entretanto, o que pouca gente sabe é que as plantas também necessitam desse mineral, e quem o fornece é o solo. Este, por sua vez, é potencializado pela utilização de adubos, os chamados fertilizantes, sendo capazes de prover os nutrientes necessários para a planta e, consequentemente, fornecer um alimento saudável e de qualidade.

Essencial

Douglas Guelfi, doutor e professor do Departamento de Ciências do Solo da Universidade Federal de Lavras (UFLA), o potássio exerce uma função fundamental para a sobrevivência da planta. Ele participa da produção do amido, do açúcar e das proteínas, aumenta a resistência a doenças e proporciona o vigor, além de ser o responsável por transportar carboidratos das folhas para os frutos.

A carência de potássio acarreta frutos malformados e sem valor comercial. A adubação do potássio é feita via solo e deve ocorrer de maneira criteriosa, aplicando-se a dose correta, na época e local adequados.

Importante na agricultura, o potássio também é indispensável para a saúde humana. Entre os benefícios estão a ajuda na manutenção do ritmo cardíaco, no equilíbrio da quantidade de água no organismo, na regulação da pressão arterial, na prevenção de acidente vascular cerebral (AVC), sem contar com a característica de ser um aliado dos músculos.

Por outro lado, os sintomas que indicam deficiência nesse quesito são a fraqueza muscular, fadiga, câimbras, alterações cardíacas, anorexia e apatia mental. “Além de benefícios gerais para toda a população, pessoas da terceira idade, que fazem uso frequente de diuréticos, têm como efeito colateral a eliminação de potássio. Por isso, esse grupo é extremamente beneficiado com o consumo de alimentos ricos em potássio e outros minerais”, afirma o cardiologista Daniel Magnoni.

Na quantidade certa

Existem muitos alimentos que são fonte de potássio e auxiliam na manutenção da quantidade ideal desse nutriente no corpo. Os principais protagonistas são os vegetais e as frutas frescas, tais como tomate, laranja, abacate, amêndoa, espinafre, banana, beterraba, brócolis, entre tantos outros. Recomenda-se ingerir de 2,5 a 3,5 gramas por dia.

 O desperdício de alimentos é também uma das grandes preocupações atuais. Nesse cenário, o trabalho em conjunto entre fertilizantes e potássio pode amenizar as consequências do problema. A adubação intensifica a capacidade do solo de fornecer nutrientes, entre eles o potássio, que ajuda a melhorar o aspecto visual e a resistência ao manuseio e estocagem, aumentando o tempo de preservação dos frutos e atrasando seu apodrecimento.

 O engenheiro agrônomo e florestal Valter Casarin, coordenador científico do Nutrientes para a Vida (NPV), acredita que a utilização de fertilizantes contendo potássio, juntamente com a informação para os consumidores, pode levar a um melhor aproveitamento dos alimentos e, consequentemente, diminuir o desperdício: “Precisamos pensar em comprar o necessário, e para isso é fundamental o planejamento no momento da compra. Saber reaproveitar os alimentos, ou mesmo partes deles, como a casca, por exemplo, e também como armazenar os alimentos para que eles permaneçam mais tempo saudáveis, são formas eficientes de reduzir o desperdício.  É nesse momento que nutrientes como o potássio fazem a diferença”, finaliza.

Inicio Revistas Hortifrúti De que adianta a banana ser bonita, se não tem nutrientes?