20.6 C
Uberlândia
sábado, abril 20, 2024
- Publicidade -
InícioNotíciasDiversificação de cultivos no RS gera oportunidades

Diversificação de cultivos no RS gera oportunidades

O avanço do trigo e da soja em áreas tradicionais de arroz abre novas possibilidades à região e produtores precisam cada vez mais fazer uso de tecnologias como as da FertiSystem, focadas em plantio sustentável e eficiente

Nos últimos anos a paisagem da metade sul do Rio Grande do Sul tem se modificado. Segundo dados da Embrapa, o avanço da soja na região, tradicionalmente ocupada pela rizicultura e pecuária, chegou a 64% na última década. Também é neste cenário que cereais como trigo, aveia e triticale começam a ganhar espaço no melhor aproveitamento das áreas no inverno.

Créditos: Divulgação

Segundo Rafael Luche, gerente de negócios da FertiSystem, em função de questões culturais, a metade sul do Estado sempre esteve vocacionada para as duas atividades (cultivo de arroz e pecuária, bovinos e ovinos). Contudo, na última década começou a ter uma mudança nesse cenário, principalmente com a chegada da soja na região.

A princípio, a oleaginosa foi escolhida como uma alternativa de rotação para combater uma invasora da lavoura de arroz. Mas, devido ao preço atraente de terras e a localização privilegiada para escoamento da produção, estando a cerca de 100 quilômetros do porto de Rio Grande, ganhou força e foi tendo as áreas ampliadas. “Além disso, produtores da metade norte do Estado, empolgados com o valor atrativo das terras, também foram migrando para a metade sul e nesse movimento acabaram levando a cultura do trigo também”, completou o profissional.

Diante dessa diversificação, abriram-se novas oportunidades à classe produtora local. Porém, tanto o cultivo de soja quanto o trigo, em função da grande competitividade e relevância no mercado internacional, exigiram mais tecnologia e nesse sentido a FertiSystem começou a se destacar na região.

A empresa desenvolveu e oferece soluções focadas no agro sustentável, um portfólio completo de motores de plantio que facilitam a calibração, fazendo com que a quantidade ideal de sementes e fertilizantes seja depositada. Entre os produtos de destaque estão o IsoPlanter64, o controlador VRA PRO, o sistema TXF MB e o FertiSystem Auto-lub AP NG, todos dentro da aplicação eletrônica.

O IsoPlanter64 é indicado para todas as culturas de sementes graúdas e finas e leva em consideração os principais conceitos da Agricultura de Precisão. Possui controle de desligamento linha-a-linha, taxa variável e compensação em curvas. É controlado através do próprio monitor original do trator, desde que a comunicação seja pela norma Isobus (ISO 11783). O sistema é o único do mercado que pode controlar e fazer seções de mais de uma linha de plantio.

Já o TXF MB (Taxa Fixa Mobile) é o sistema de controle de aplicação de fertilizantes por meio de smartphone ou tablet. Através dele, a dosagem e deposição do adubo no solo é mais precisa e há real controle do que acontece com o implemento durante a atividade. A ferramenta é simples de operar, acessível a todos os produtores e desenvolvida para ser utilizada em adubadoras, semeadoras, cultivadores ou sulcadores.

O Auto-Lub é um dosador de adubo que garante uniformidade, alta durabilidade, fácil manutenção e precisão ao longo da linha de plantio, além de oferecer a dose certa no local certo. “Quando não se usa motores elétricos, não se alcança a taxa desejada, seja de adubo ou de semente, porque as semeadoras ou adubadoras trabalham com engrenagens de regulagem específica onde não se é possível escolher a dosagem precisa”, explica o especialista da FertiSystem.

Novidade na Expointer 2023

Durante a Expointer deste ano, que será realizada de 26 de agosto a 3 de setembro, no parque Assis Brasil, em Esteio/RS, a FertiSystem estará presente no estande de sua parceira Gihal Indústria de Implementos Agrícolas Ltda. Na oportunidade, acontece o lançamento do novo equipamento da marca, o qual já sairá de fábrica com a tecnologia da FertiSystem na automação da linha de adubo.

Segundo Luche, a automatização da linha de adubo significa ao produtor facilidade de calibração, atividade essa na qual o produtor gasta tempo, combustível e não consegue ter eficiência por falta de praticidade. “A nossa tecnologia veio para mudar esse cenário, todo esse processo pode ser feito em poucos minutos. Com o app no celular é possível calibrar e regular a máquina em tempo real, dentro da cabine de forma muito mais prática, ou seja, entregamos facilidade, eficiência operacional e conforto”, acrescenta.

Os produtores interessados poderão conferir de perto a novidade, diretamente no estande da Gihal. “Estaremos presentes com nossa equipe técnica e comercial, tirando dúvidas e apresentando as três dicas básicas para melhor resultado do dosador nas máquinas do parceiro”, finaliza o gerente de negócios da FertiSystem.

ARTIGOS RELACIONADOS

Retomada das chuvas na pecuária abrem oportunidades

Especialista da SIA alerta que agora é hora de comprar o gado que será vendido daqui a dois anos

Agricultura Familiar deve movimentar R$ 42 bi na região Sul

Plano Safra foi lançado dia 21 do mês passado, em Chapecó (SC), com a presença do ministro Paulo Teixeira e do presidente do Sebrae, Décio Lima

Oportunidades no agronegócio para empresas

O agronegócio abre portas para empresas.

Holding Uby Agro amplia diversificação

Com investimento total de R$ 100 milhões, Vitales vai ofertar inicialmente soluções para cana, soja, milho, café e pastagem

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!