Inicio Mercado DuPont Brasil premia produtores campeões de produtividade de soja na safra 2014/15

DuPont Brasil premia produtores campeões de produtividade de soja na safra 2014/15

0
236

dupont

Empresa reuniu no dia 28 de agosto, em São Paulo, os 13 finalistas da etapa nacional do concurso de produtividade DuPont Colheita Farta 

A DuPont Proteção de Cultivos divulgou no último dia 28, em São Paulo os nomes dos sojicultores vencedores do concurso DuPont Colheita Farta na safra 2014-15. Treze finalistas de um total de 308 inscritos foram selecionados para a final nas etapas regionais do concurso, realizadas até o mês passado em toda a fronteira agrícola da soja brasileira. Eles se reuniram no hotel Unique, com a liderança da DuPont e personalidades do agronegócio, como o ex-ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues.

De acordo com a DuPont, a edição deste ano do concurso, a quarta consecutiva, premiou produtores seguindo o critério por região, ou seja, apontou os campeões de produtividade das regiões Cerrado e Leste.

Cada produtor inscrito no programa de produtividade da DuPont reservou cerca de 30 hectares cultivados com a oleaginosa ” o mínimo exigido era de 10 hectares ” para aplicar exclusivamente o programa DuPont Soja no controle de pragas e doenças. Trata-se de uma metodologia de manejo fitossanitário formada pelo fungicida Aproach® Prima e os inseticidas Avatar®, Dermacor®, Lannate® e Premio®.

Segundo a DuPont, o monitoramento dessas lavouras ocorreu durante toda a safra, com apoio da equipe de engenheiros agrônomos da companhia e também de auditores independentes, desde a fase da dessecação da soja até a finalização da colheita.

O vice-presidente da DuPont Brasil Proteção de Cultivos, Mario Tenerelli, ressaltou que o concurso DuPont Colheita Farta está se tornando uma tradição entre os produtores de soja.

“A inciativa da DuPont tem dado contribuições importantes para o desenvolvimento de tecnologias de suporte ao agricultor ao longo da safra“, enfatizou Tenerelli. Segundo o executivo, o concurso amplia o conhecimento do campo no tocante à inovação tecnológica, ao papel da tecnologia na rentabilidade da cadeia produtiva e ainda dissemina boas práticas agrícolas como o uso correto e seguro de defensivos e o manejo de resistência a inseticidas.

De acordo com Tenerelli, a cadeia produtiva da soja responde por cerca de 50% das vendas de agroquímicos da DuPont no Brasil.

Na edição 2013-14 do concurso os vencedores foram os produtores Alexandre Seitz, de Guarapuava (PR), com a marca de 99,8 sacas por hectare, seguido por Paulo Sérgio Ferrari, de Campo Mourão (PR), que atingiu 90,5 sacas/ha.

Mercado
No ano passado, as vendas da DuPont Proteção de Cultivos romperam a barreira de 1 bilhão de dólares no Brasil. Para este ano, o vice-presidente da DuPont prefere ainda não antecipar previsões, frente ao cenário de retração econômica. Ele acredita, contudo, que o mercado de agroquímicos ainda poderá reagir até o final do ano.

“Mesmo frente à tendência de queda para os preços de commodities agrícolas e a restrição ao crédito, a alta do dólar está superando previsões e reanimando as cadeias exportadoras de produtos agrícolas“, assinala Tenerelli.

O executivo adianta que tecnologias recentemente introduzidas no Brasil, como os inseticidas Avatar® e Dermacor® (leia texto anexo), deverão ajudar a empresa a impulsionar vendas. Dermacor® marcou a entrada da DuPont no mercado de tratamento de sementes e sua comercialização, somada à de outros dois produtos, já resultou em vendas da ordem de US$ 100 milhões.

Mario Tenerelli reforça que o mercado de tratamento de sementes é um dos alvos da DuPont Proteção de Cultivos nos próximos anos. Ele revela que no dia 15 de setembro próximo a companhia inaugura seu CP&D de Paulínia ” Centro de Pesquisa & Desenvolvimento “, no interior do Estado de São Paulo, um laboratório de última geração inteiramente voltado ao desenvolvimento de tecnologias nessa área.

Confira a classificação final do concurso:

Torre Cerrado
1º lugar: Eduardo Basso Valim, Sidrolândia (MS). Produtividade média concurso Colheita Farta: 93,43/ha. Fazenda São Paulo. Área plantada de soja na safra 2014/15: 1.080 ha.

2º lugar: Mário José Possamai, Canarana (MT): 90,68/ha. Fazenda São Francisco de Assis. Área plantada de soja na safra 2014/15: 662 ha.

3º lugar: Elton Zanella, Campos de Júlio (MT): 83,33/ha. Fazenda Zanella. Área plantada de soja na safra 2014/15: 12.000 ha.

4º lugar: Maria G. Fries e Filhos, Mineiros (GO): 82,33/ha. Fazenda Jacuba. Área plantada de soja na safra 2014/15: 2.500 ha.

5º lugar: Dirceu Montani: São Desidério (BA): 81,33/ha. Fazenda Pinna. Área plantada de soja na safra 2014/15: 985 ha.

6º lugar: Leivandro Fritzen: Gilbués (PI): 77,73/ha. Fazenda Alvorada. Área plantada de soja na safra 2014/15: 12.000 ha.

7º lugar: Deorgenes Fredy Rame: Itaúba (MT): 77,67/ha. Fazenda Mourão. Área plantada de soja na safra 2014/15: 1.280 hectares.

Torre Leste
1º lugar: Alexandre Seitz, Guarapuava (PR): 109,31/ha. Fazenda São Bento, Guarapuava (PR). Área plantada de soja na safra 2014/15: 1.000 hectares.

2º lugar: Walter Paini, Corbélia (PR): 99,00/ha. Fazenda Paini. Área plantada de soja na safra 2014/15: 150 ha

3º lugar: Rogerio Ferreira Pacheco, Carazinho (RS): 94,47/ha. Fazenda Ipê. Área plantada de soja na safra 2014/15: 970 ha.

4º lugar: Massaru Hachiya, Bonfinópolis de Minas (MG): 89,07/ha. Fazenda Bela Vista. Área plantada de soja na safra 2014/15: 3.300 ha.

5º lugar: Oswaldo Corso, Iguatama (MG): 88,81/ha. Fazenda São Félix. Área plantada de soja na safra 2014/15: 1.270 ha

6º lugar: Mauricio Liscio Lisauskas, Itapeva (SP): 80,94/ha. Fazenda Ipê Roxo. Área plantada de soja na safra 2014/15: 266 ha.

SEM COMENTÁRIO