23.6 C
Uberlândia
quarta-feira, abril 17, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesEmbrapa leva tecnologias de fruticultura para a Agrotins

Embrapa leva tecnologias de fruticultura para a Agrotins

Embrapa leva tecnologias sobre mandioca e fruticultura.

Entre os dias 16 e 20 de maio, a Embrapa Mandioca e Fruticultura (BA), Unidade da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura e Pecuária, participa da 23ª edição da Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins 2023), com o tema Compliance no Agro.

Compliance é o conjunto de disciplinas para fazer cumprir as normas legais e regulamentares, as políticas e as diretrizes estabelecidas para o negócio e para as atividades da instituição ou empresa, bem como evitar, detectar e tratar qualquer desvio ou inconformidade que possa ocorrer. No Brasil, o agronegócio é um dos pioneiros na criação de uma medida oficial para incentivar as empresas a desenvolverem uma cultura efetiva de compliance. A oportunidade surgiu com a criação do selo Agro+Integridade, instituído pelo antigo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) no final de 2017 para empresas que desenvolvem boas práticas de gestão de integridade, ética e sustentabilidade.

Os pesquisadores Aristoteles Pires de Matos e Joselito da Silva Motta são os representantes da Embrapa Mandioca e Fruticultura presentes no evento, onde vão apresentar palestras. Matos vai falar sobre Produção Integrada de Frutas (no dia 16 às 16h e no dia 17 às 11h) enquanto Motta ministra, em três dias do evento, palestras sobre a versatilidade de uso da mandioca na alimentação humana e animal e, também, realizar oficinas de tapiocas coloridas preparadas com ingredientes naturais.

Tecnologias divulgadas pela Embrapa Mandioca e Fruticultura na Agrotins:
Reniva – A “Rede de multiplicação e transferência de materiais propagativos de mandioca com qualidade genética e fitossanitária” é uma estratégia para promover efetivo ganho de qualidade e produtividade no sistema de produção da mandioca, ao promover maior sustentabilidade e competitividade para esta cultura e disponibilizar manivas (material propagativo) em quantidade suficiente e nos períodos de maiores demandas, em função das melhores épocas de plantio.

Produção Integrada de Frutas – A fruticultura vem gradativamente constituindo atividade de grande importância no Estado do Tocantins, com destaque para perímetros irrigados dos projetos Formoso, São João e Manuel Alves, onde se destacam abacaxi, banana, manga e maracujá. A qualidade dos frutos é fator fundamental no processo produtivo uma vez que o consumidor mundial, e o brasileiro em especial, está cada vez mais exigente. A Produção Integrada representa um conjunto de técnicas voltadas à produção de alimentos de alta qualidade, utilizando técnicas de manejo das culturas que assegurem a manutenção dos mecanismos de regulação natural da cultura e das pragas.  Este sistema de produção emprega tecnologias que permitem boas práticas agrícolas, alimentos livres de resíduos de agrotóxicos e proteção do meio ambiente. É um sistema de produção baseado na sustentabilidade, monitoramento e rastreabilidade de todo o processo, favorecendo o aumento de competitividade das empresas rurais e produtores e a redução de custos.

Processamento dos derivados da mandioca e dinâmicas sobre o beneficiamento da mandioca e suas utilizações – Os múltiplos produtos e subprodutos derivados da mandioca, bem como o seu potencial de transformação em itens alimentares, industriais, cosméticos, farmacêuticos, siderúrgicos, entre outros, contribuíram para aumentar o interesse pela planta nos últimos anos. Diferentes técnicas de produção de tipos de farinha, polvilho, goma e beiju podem resultar em produtos de melhor qualidade para o consumo. As orientações a serem apresentadas estão de acordo com as exigências de normas e de legislação vigente no país sobre a segurança dos alimentos.

Beijus coloridos – O beiju ou tapioca, iguaria produzida com goma ou polvilho de mandioca, é muito apreciada, principalmente no Nordeste do País. Tradicionalmente brancos, os beijus ganham novas cores e novos cheiros, sabores e nutrientes quando a água utilizada em sua fabricação é substituída pela polpa de frutas ou extrato de hortaliças.


Serviço:
Evento: Agrotins 2023
Período: 16 a 20/5/2023
Local: Parque Agrotecnológico Engenheiro Agrônomo Mauro Medanha – Palmas (saída para Porto Nacional)
Site: https://agrotins.to.gov.br/

ARTIGOS RELACIONADOS

Influência dos organominerais no café

Os fertilizantes organominerais é uma tecnologia que vem sendo utilizada na lavoura ...

Novas cultivares de mandioca

A Embrapa Cerrados (DF) lança nesta terça-feira (14), às 14h, em evento on-line no canal da ...

Açaí tem crescimento de 739%

O valor de produção do fruto apresentou alta, passou de R$ 243 mil para R$ 6,2 milhões, ...

Revestimento à base de plantas prolonga vida útil do morango

Entre as vantagens do uso desse revestimento, destaca-se a composição de origem totalmente vegetal e natural, sua capacidade antimicrobiana, além da simples tecnologia de obtenção

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!