23.5 C
Uberlândia
quinta-feira, fevereiro 29, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesEvento de pós-colheita para sustentabilidade do agro

Evento de pós-colheita para sustentabilidade do agro

VIII Conferência Brasileira de Pós-Colheita será aberta hoje (24) e prossegue até quinta-feira (26) no Centro Tecnológico Comigo, em Rio Verde

A Associação Brasileira de Pós-colheita (ABRAPOS) abre oficialmente nesta terça-feira (24), às 8h, a VIII Conferência Brasileira de Pós-colheita (VIIICBP2023), em Rio Verde (GO), com o tema “A gestão da pós-colheita de grãos para sustentabilidade do agronegócio”. O evento, que terá duração de três dias, contará com a participação de especialistas e profissionais do pós-colheita de diferentes regiões do Brasil, que irão compartilhar as novidades e os desafios deste setor. Ao mesmo tempo, será realizado o V Simpósio Goiano de Pós-Colheita de Grãos, que abordará temas específicos da região.

Créditos: Divulgação

As inscrições ainda podem ser realizadas no local do evento, que traz na programação 18 palestras, 6 painéis, sessões de pôsteres com trabalhos científicos e exposição de empresas de várias regiões do Brasil, que oferecem produtos e serviços para o setor.

Dentre os temas que serão discutidos estão a gestão e automação das unidades armazenadoras, capacidade estática brasileira, manejo e controle de contaminantes no armazenamento, processos operacionais nas unidades armazenadoras, segurança operacional e do trabalho, qualidade dos grãos e suas implicações no armazenamento e industrialização, energia, técnicas de secagem e aeração dos grãos com qualidade e inovação de processos e produtos para a armazenagem segura. 

O coordenador da Comissão Organizadora do evento, o engenheiro agrônomo, Osvaldo Resende, do Instituto Federal Goiano, destaca que o objetivo principal do evento é tentar trazer essa discussão geral da área de pós-colheita, do que está sendo desenvolvido atualmente quanto a tecnologia que pode ser aplicada e trazer benefícios na área de armazenagem. “A ideia é trazer soluções para os problemas atuais, antecipando os possíveis obstáculos e como se preparar para eles”, detalha Resende. 

Segundo ele, o espaço dos expositores será uma vitrine tecnológica de produtos, tecnologias e soluções relacionadas a pós-colheita, onde o público poderá ver de perto as inovações do setor que já estão no campo e disponíveis no mercado.

O presidente da Abrapos, José Ronaldo Quirino, ressalta que a conferência é uma oportunidade para conhecer as novas tecnologias, as boas práticas operacionais e a importância da segurança no pós-colheita. “Faremos um dos maiores eventos do pós-colheita”.

Ele destaca que o evento tem o apoio de diversas entidades representativas, como o Instituto Federal Goiano-Campus Rio Verde, o SAGG – Sindicato dos Armazéns Gerais de Goiás, a Caramuru Alimentos e a Comigo-Cooperativa Agroindustrial dos Produtores Rurais do Sudoeste Goiano. “Essas entidades nos ajudam a realizar um evento de alto nível, com conteúdo relevante e atualizado, que contribui para a sustentabilidade da produção agrícola”, afirma Quirino. 

Segurança e armazenagem

O primeiro debate da conferência é a “Segurança operacional e no trabalho nas Unidades Armazenadoras de Grãos”. O engenheiro eletricista e de segurança do trabalho, palestrante Moyses Freire, irá pontuar a importância de trabalhar a percepção de risco, a gestão, a forma de avaliar a segurança na empresa, o cuidado com os colaboradores, a formação dos líderes a fim de que tenham um estreito link com o trabalhador.

“As empresas precisam se atentar que uma coisa é você ter um clima de segurança, outra é você ter uma cultura de segurança, em que ela não é algo a mais, mas está no DNA da empresa. Eu não vejo nenhuma indústria, de nenhum ramo que consiga sobreviver sem olhar a segurança dos trabalhadores, pois eles são o maior ativo da empresa”, explica Freire.

Outro tema importante que será debatido durante a conferência é os “Investimentos e infraestrutura logística de armazenagem”. A moderadora do painel, Denise Deckers do Amaral, vice-presidente da Abrapos e assessora da Diretoria de Operações e Abastecimento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), alerta para a importância de os produtores terem suas estruturas na própria propriedade rural para que tenham ao menos condições de armazenar 30% de sua produção para que não enfrentem uma situação crítica. Medida, que segundo ela, traz vantagens financeiras ao produtor, pois poderá estocar o grão para vender quando o preço melhorar e pagará menos pelo frete do que durante o período da colheita.

“Como desde 2003 estamos batendo recorde em cima de recorde, e a evolução da capacidade não está acompanhando a evolução da produção, então o futuro é preocupante. Costumo dizer que Deus é brasileiro porque mesmo com a defasagem, não tivemos até o momento nenhum problema sério, só pontuais. Porém o que faremos se os nossos compradores resolverem não honrar com os seus compromissos, o que nós vamos fazer com a safra recorde?”, questiona. 

ARTIGOS RELACIONADOS

Embrapa lança cultivares de mandioca de mesa

Seis cultivares de mandioca de mesa adaptadas às condições do Distrito Federal e Entorno serão lançadas, no dia 27 de outubro, na Embrapa Cerrados...

Novos secadores chegam ao mercado

  Adilio Flauzino de Lacerda Filho Doutor em Energia na Agricultura, professor da Universidade Federal de Viçosa (UFV) e consultor técnico alacerda@ufv.br A secagem é o método universal,...

Encontro Brasileiro de Hidroponia reúne profissionais do setor em Florianópolis

Mais de 350 pessoas passaram pelo evento, todos em busca de mais qualidade e sustentabilidade para seu cultivo   O 11º Encontro Brasileiro de Hidroponia, realizado...

Distribuidores de alto alcance poderão ser conhecidos na Bahia Farm Show

Paulista MP Agro Máquinas apresenta durante o evento, em Luís Eduardo Magalhães, de 6 a 10 de junho, melhorias nos já consagrados equipamentos de aço inox, agora dotados de maior precisão, alcançando até 42 metros de largura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!