20.6 C
Uberlândia
sexta-feira, abril 19, 2024
- Publicidade -
InícioArtigosFilmes antiestáticos permitem menor acúmulo de poeira

Filmes antiestáticos permitem menor acúmulo de poeira

A inovação dos filmes antiestáticos revoluciona a luta contra a poeira.

Glaucio da Cruz Genuncio
Doutor em Nutrição Mineral de Plantas e professor de Fisiologia Vegetal e Fruticultura Tropical – Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT)
glauciogenuncio@gmail.com

Os aditivos antiestáticos permitem menor acúmulo de poeira no filme plástico ao longo do tempo. Quando chegar o tempo de realizar as manutenções de limpeza do plástico, a lavagem é facilitada.

Como resultado, há maior qualidade de luz, com as características de um filme novo para as plantas: manutenção do alto desempenho no desenvolvimento das plantas, da carga produtiva e qualitativa dos produtos.

Crédito: Tropical Estufas

Mais qualidade de luz para as plantas

Quanto maior o acúmulo de poeira, menor a transmissividade da energia na forma de comprimento de ondas, reduzindo substancialmente a fotossíntese das plantas e todos os processos metabólicos em função dela.

Uma irradiância menor que 900 µmol m2 s já reduz substancialmente a produção de parte significativa da maioria das espécies cultivadas sob cultivo protegido. Assim, a lavagem rotineira do filme plástico (uma vez ao ano) tem influência significativa e positiva no desenvolvimento das plantas crescidas em estufas agrícolas.

O acúmulo de cargas elétricas é comum em materiais de baixa condutividade e alta resistência superficial, como os plásticos. Portanto, é crucial adicionar agentes antiestáticos aos plásticos, sendo que este é formado por um revestimento em série de etilsilicato. A camada funcional compreende uma resina de polímero condutor, óleo de silicone contendo hidrogênio, resina de organossilício de vinil, estabilizador composto, lubrificante, agente de reforço e flexibilizador.

Em função disto, aditivos antiestáticos são adicionados aos filmes plásticos para uso agrícola, objetivando a redução de um acúmulo estático e, consequentemente, de poeira. Os aditivos antiestáticos funcionam diminuindo a resistividade e são capazes de neutralizar o campo estático circundante.

Com essa funcionalidade, problemas estáticos, como atração de poeira para superfícies ou descarga eletrostática (ESD), são efetivamente evitados.

Opções

Diferentes aditivos antiestáticos podem ser usados, dependendo do nível de proteção estática necessária. De modo geral, os polímeros dissipativos caracterizam-se por possuírem uma resistividade de superfície entre 105 a 1010 ohms.

Os antiestáticos aplicados são normalmente para gerenciar cargas estáticas, ao serem incorporados a matriz do filme agrícola. Assim, esses aditivos são classificados pela sua natureza inorgânica e orgânica.

Porém, ressalta-se que o uso é dependente da finalidade. Portanto, a seleção dos antiestáticos preferidos é baseada na necessidade e no uso deles, sendo as classes dos aditivos orgânicos as mais utilizadas.

O fosfato, na forma de potássio ou sódio, além das aminas quaternárias, são os mais verificados como aditivos antiestáticos.

Mais vantagens

Modificar um ambiente para cultivar plantas requer que este ambiente atenda à demanda da planta em termos de radiação fotossinteticamente ativa, principalmente nas bandas do azul e vermelho.

Quaisquer barreiras que reduzam ou bloqueiem a disponibilidade desta “luz” afetará a produtividade das plantas. Assim, um filme agrícola que evita o acúmulo de poeira, será uma ferramenta tecnológica de crucial para a garantia de produção, produtividade e qualidade na colheita.

ARTIGOS RELACIONADOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!