20.6 C
Uberlândia
quinta-feira, fevereiro 22, 2024
- Publicidade -
InícioMercadoFloresta 2017 discute sobre oportunidade de negócios por meio da produção de...

Floresta 2017 discute sobre oportunidade de negócios por meio da produção de florestas plantadas nesta sexta-feira em Cuiabá

Solos bem nutridos e corrigidos resultam em florestas mais saudáveis - Créditos Shutterstock
Créditos Shutterstock

Com o tema ‘Mercado e Novos Negócios Florestais’, a Associação de Reflorestadores de Mato Grosso (Arefloresta) e o Serviço de Nacional de Aprendizagem Rural (Senar MT) promovem na próxima sexta-feira (15/08), o Florestar 2017, em Cuiabá. O evento vai contar com a participação de especialistas, que durante as palestras vão discutir sobre como as florestas plantadas podem criar novas oportunidades e alavancar negócios em Mato Grosso.

A primeira palestra do evento acontece a partir das 8h30. Com o tema ‘Cenários e Perspectivas da Economia Brasileira’, a palestra será ministrada pela jornalista especializa em economia, Salette Lemos.  Formada pela Fundação Cásper Libero, com especialização em economia pela Fundação Getúlio Vargas. Atualmente é palestrante, documentarista na BBC e analista econômica da Redetv.

Em seguida acontece o painel de abertura com debate sobre ‘Perspectivas econômicas e educacionais para o desenvolvimento florestal’ e painel vai reunir representantes do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Governo do Estado de Mato Grosso e Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDS). O ato vai ser comandado pelo moderador, Mauro Zanata sócio-diretor da Casa Agro, especialista em comunicação digital para o agronegócio. Zanata, também é comentarista de política e economia no Canal Rural.

Às 10h30, o tema ‘Mercado e Novos Negócios’, com a palestra sobre o ‘Estudo de Caso para Implantação de Cluster para Produção de Madeira Sólida no Mato Grosso’. A palestra vai ser ministrada por Marcelo Ambrogi, diretor do Ima Florestal. Ainda no mesmo contexto de ‘Mercado e Novos Negócios’, às 10h45, tem a palestra sobre ‘Analise do Mercado Potencial para Madeira Serrada no Mato Grosso’. O ministrante do tema será o engenheiro florestal, Nicholas Peter Rogers, especialista em processamento de madeira para o mercado da construção.  O moderador da rodada será Robson Trevisan, diretor do Painel Florestal e curador do Florestar 2017.

Após o intervalo, às 13 horas será o tema ‘ As Vantagens do Uso da Tecnologia Florestal para Construção Civil’. Com a participação do arquiteto urbanista, Rodrigo Queiroz Cabral. Em seguida o engenheiro civil da empresa Ita Construtora, Daniel Salvatore vai falar da ‘Experiência Brasileira com madeira laminada colada de eucalipto’. O moderador será jornalista Mauro Zalafon, da Folha de São Paulo.

O último tema em discussão será ‘Florestas Plantadas e Geração de Energia’. O assunto será divido em duas palestras, uma sobre ‘As Vantagens da Geração Distribuída’, com Janderson Botelho da Fonseca. A outra abordará sobre ‘Oportunidades de Negócios na Geração de Energia Elétrica através de Biomassa’. O palestrante será o técnico em Engenharia Elétrica, Luiz Otávio Koblitz. A moderadora da rodada será a jornalista e editora da Revista Dinheiro Rural, Vera Ondei.

O evento vai acontecer no Teatro do Zulmira Canavarros ao lado da Assembleia Legislativa de Mato Grosso. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pelo site florestar.paginas.site . O Florestar 2017 conta com o patrocínio da Cargill e Mirex-s, com o apoio do Sistema Famato, Ima Gestão Florestal, Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea), Cooper Flora Brasil, Aprosoja Mato Grosso, Crea MT, Fundo Mato-grossense de Apoio à Cultura da Semente (Fase MT), Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT).

 

ARTIGOS RELACIONADOS

Polo da Rota do Mel em Minas Gerais é lançado por Ministério da Integração e Codevasf

Novas famílias foram estruturadas com kits de apicultura em Ubaí e Januária; semiárido mineiro já produz 730 toneladas anuais de mel A produção de mel...

Vantagens das calhas de isopor para as HF

Já conhecidas no mercado pelo alto rendimento, as calhas de isopor® para plantio de morango, pimentão, tomate, pepino e folhosas, tem inúmeras vantagens, por...

Potencial do cultivo de milho doce no Brasil

Jose Luis Ramírez Ascheri Pesquisador da Embrapa Agroindústria de Alimentos jose.ascheri@embrapa.br Israel Alexandre Pereira Filho José Carlos Cruz Rodrigo Veras da Costa Pesquisadores da Embrapa Milho e Sorgo   O milho...

PESQUISADORES ESTUDAM MODELO DE PRODUÇÃO INTEGRADA DA FAZENDA JERIVÁ

Parceria entre Embrapa e diversas instituições internacionais envolve pesquisadores do Brasil, África, América Latina e Caribe. Produção integrada e sustentável será analisada para servir...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!