23.7 C
Uberlândia
quinta-feira, fevereiro 29, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesFormação de raízes e vigor das mudas

Formação de raízes e vigor das mudas

Liliane Marques de Sousa Graduanda em Agronomia – Universidade Federal da Amazônia (UFRA)liliane.engenheira007@gmail.com

Alasse Marques de SousaTécnico em Agronegócio e graduando em Agronomia – UFRAalasse.oliveira77@gmail.com

Bianca Cavalcante da SilvaDoutoranda em Agronomia/Produção Vegetal – Universidade Estadual Paulista (FCAV/UNESP)bianca.cavalcante@unesp.br

Mudas – Crédito: Sérgio Alves

A fruticultura brasileira é uma atividade econômica de grande importância para o País. É dentro desse segmento que a citricultura se destaca, visto que o Brasil é o maior produtor de frutas cítricas do mundo, gerando emprego e renda, e contribuindo para o crescimento do agronegócio brasileiro (FAO, 2015).

Nesse contexto, visando o desenvolvimento de uma citricultura sustentável, tem-se utilizado bioestimulantes e fertilizantes à base de algas na produção de mudas de citros, sendo que esses produtos começaram a ser comercializados para uso na agricultura desde meados da década de 1940.

Na natureza, existem inúmeras espécies com características potenciais para uso na agricultura como fonte de nutrientes e estimulantes naturais, sendo a Ascophyllum nodosum a mais pesquisada e utilizada.

Entretanto, há outras espécies, como a Laminaria spp, que tem se destacado por aumentar a resistência das plantas a doenças, Ecklonia maxima, Sargassum spp. e Durvillaea spp., assim como as algas verdes Enteromorpha intestinalis e Ulva lactuca e a alga vermelha Kappaphycus alvarezii se apresentam com grande potencial para uso na agricultura.

Mudas citrícolas

Atualmente, o uso de mudas saudáveis e certificadas na citricultura se faz necessário, devido à presença de pragas e doenças que podem dizimar áreas de cultivo de citros. Entre as fases de produção de mudas de citros, a produção dos porta-enxertos corresponde a 60% do tempo demandado, aumentando os custos e tempo de produção das mudas (Sousa et al., 2002).

Vantagens das algas

As principais vantagens do uso de produtos bioestimulantes à base de algas são a promoção do crescimento, desenvolvimento e, sobretudo, o incremento da produtividade das culturas.

Diante disso, a utilização de bioestimulantes à base de algas marinhas, como a Ascophyllum nodosum, é uma alternativa viável para a maior uniformidade da produção de porta-enxertos e diminuição do tempo de produção de mudas de citros, com elevado padrão para serem levadas ao campo.

Outros benefícios proporcionados são: aumento de vigor das plantas, do desenvolvimento radicular e da síntese de clorofila; promoção de florescimento precoce, frutificação e uniformidade dos frutos; retardamento da senescência, prolongamento da vida útil do produto; melhoria da qualidade nutricional; tolerância ao estresse hídrico, salinidade e geada; resistência às bactérias e fungos; auxilia no controle de pragas, insetos e nematoides do solo; além de apresentar ação adjuvante em misturas de pesticidas.

Manejo

[rml_read_more]

Os meios de aplicação desses produtos são: via semente, solo, fertirrigação ou pulverizações na parte aérea das plantas. Esses organismos são ricos em macro e micronutrientes, vitaminas e glicoproteínas, funcionando como bioestimulantes vegetais e estimulantes naturais para as culturas.

No transplantio das mudas em campo, a aplicação desses produtos ajuda a melhorar o enraizamento e pegamento das mudas. Diante disso, o emprego de produtos à base de extratos de algas nos cultivos, além de contribuir com nutrientes, estimula a divisão celular, favorecendo a formação das raízes e promovendo, dessa forma, o melhor aproveitamento da água e dos nutrientes.

ARTIGOS RELACIONADOS

Nutrição da gravioleira

O manejo correto garante ao produtor o produto final de qualidade e quantidade na mesa, e atrelado a isso, a nutrição mineral é um fator primordial para que essa produtividade seja alcançada.

Produção de mamão no Brasil

A cultura do mamão possui grande importância na fruticultura nacional, e o Brasil se destaca como segundo produtor mundial da fruta

Resistência às pragas em híbridos de milho

Autora Patrícia de Oliveira Alvim Veiga Doutora em Fitotecnia, professora da Universidade Federal de Lavras e coordenadora do Curso de Agronomia do Ifsuldeminas Campus...

Como fazer o manejo do estresse hídrico para uniformização da florada?

Autor Guy Carvalho  Produtor de cafés especiais, consultor agronômico e Coffee Producer Influencer A florada do cafeeiro é, sem dúvidas, um dos momentos mais bonitos da...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!