23.1 C
São Paulo
quinta-feira, janeiro 20, 2022
- Publicidade -
- Publicidade -
Inicio Destaques Formação de raízes e vigor das mudas

Formação de raízes e vigor das mudas

Liliane Marques de Sousa Graduanda em Agronomia – Universidade Federal da Amazônia (UFRA)liliane.engenheira007@gmail.com

Alasse Marques de SousaTécnico em Agronegócio e graduando em Agronomia – UFRAalasse.oliveira77@gmail.com

Bianca Cavalcante da SilvaDoutoranda em Agronomia/Produção Vegetal – Universidade Estadual Paulista (FCAV/UNESP)bianca.cavalcante@unesp.br

Mudas – Crédito: Sérgio Alves

A fruticultura brasileira é uma atividade econômica de grande importância para o País. É dentro desse segmento que a citricultura se destaca, visto que o Brasil é o maior produtor de frutas cítricas do mundo, gerando emprego e renda, e contribuindo para o crescimento do agronegócio brasileiro (FAO, 2015).

Nesse contexto, visando o desenvolvimento de uma citricultura sustentável, tem-se utilizado bioestimulantes e fertilizantes à base de algas na produção de mudas de citros, sendo que esses produtos começaram a ser comercializados para uso na agricultura desde meados da década de 1940.

Na natureza, existem inúmeras espécies com características potenciais para uso na agricultura como fonte de nutrientes e estimulantes naturais, sendo a Ascophyllum nodosum a mais pesquisada e utilizada.

Entretanto, há outras espécies, como a Laminaria spp, que tem se destacado por aumentar a resistência das plantas a doenças, Ecklonia maxima, Sargassum spp. e Durvillaea spp., assim como as algas verdes Enteromorpha intestinalis e Ulva lactuca e a alga vermelha Kappaphycus alvarezii se apresentam com grande potencial para uso na agricultura.

Mudas citrícolas

Atualmente, o uso de mudas saudáveis e certificadas na citricultura se faz necessário, devido à presença de pragas e doenças que podem dizimar áreas de cultivo de citros. Entre as fases de produção de mudas de citros, a produção dos porta-enxertos corresponde a 60% do tempo demandado, aumentando os custos e tempo de produção das mudas (Sousa et al., 2002).

Vantagens das algas

As principais vantagens do uso de produtos bioestimulantes à base de algas são a promoção do crescimento, desenvolvimento e, sobretudo, o incremento da produtividade das culturas.

Diante disso, a utilização de bioestimulantes à base de algas marinhas, como a Ascophyllum nodosum, é uma alternativa viável para a maior uniformidade da produção de porta-enxertos e diminuição do tempo de produção de mudas de citros, com elevado padrão para serem levadas ao campo.

Outros benefícios proporcionados são: aumento de vigor das plantas, do desenvolvimento radicular e da síntese de clorofila; promoção de florescimento precoce, frutificação e uniformidade dos frutos; retardamento da senescência, prolongamento da vida útil do produto; melhoria da qualidade nutricional; tolerância ao estresse hídrico, salinidade e geada; resistência às bactérias e fungos; auxilia no controle de pragas, insetos e nematoides do solo; além de apresentar ação adjuvante em misturas de pesticidas.

Manejo

Para ler o restante deste artigo você tem que estar logado. Se você já tem uma conta, digite seu nome de usuário e senha. Se ainda não tem uma conta, cadastre-se e aguarde a liberação do seu acesso.

Inicio Destaques Formação de raízes e vigor das mudas