26.6 C
Uberlândia
terça-feira, abril 23, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesFormulação para a Requeima é lançada

Formulação para a Requeima é lançada

Produtores de batata e tomate estão sempre em alerta quando se fala na Requeima, uma doença causada pelo Phytophthora infestans, um microrganismo semelhante a um fungo e que devido à rápida disseminação e elevado potencial destrutivo, em poucos dias pode causar perda total da produção. A partir de agora eles têm mais um aliado, a multinacional portuguesa Ascenza, pertencente ao Grupo Rovensa, está lançando o Asbelto Pro. Este é um fungicida, sobretudo para fungos Oomicetes, com atividade preventiva, curativa e anti-esporulante, e que chega ao mercado brasileiro em uma formulação inédita, que une os ingredientes ativos Cloridrato de Propamocarbe e Dimetomorfe.

Créditos: Divulgação

“Estes princípios ativos já são utilizados separadamente, porém, esta é a primeira vez que eles são apresentados juntos em uma mistura. O produto é indicado para o manejo, principalmente para um cenário de alerta, ou seja, quando há condições ambientais extremamente favoráveis ao desenvolvimento da doença”, explica a engenheira agrônoma e expert em marketing e desenvolvimento, Patricia Cesarino.

Além da eficácia dos dois ingredientes ativos, a combinação apresenta um mecanismo de ação complementar que contribui no controle e mitigação do aparecimento de organismos resistentes, já que possui diferentes modos de ação. “Além disso, pode ser facilmente manuseado e aplicado”, reforça.

Mais detalhes

O Asbelto Pro possui uma capacidade sistêmica importante e que permite uma adequada proteção dos novos tecidos vegetais, acompanhando o crescimento da cultura. “É importante destacar que mesmo em condições favoráveis para a Requeima, pelo seu alto nível de controle o novo fungicida tem alto desempenho para evitar a proliferação do Phytophthora infestans”, completa Patricia.

Mais sobre a doença na batata

A Requeima pode ocorrer em qualquer fase do desenvolvimento da cultura, podendo afetar severamente folhas, hastes, pecíolos e tubérculos. Cultivares suscetíveis ou com baixos níveis de resistência, associados a períodos com baixas temperaturas e alta umidade, são fatores altamente favoráveis à doença. Apesar de muito pesquisada, ainda é uma grande dor de cabeça para o agricultor, pois tem difícil controle.

A pesquisadora do departamento de Fitopatologia da Universidade do Havaí nos Estados Unidos, Janice Uchida, relata que as lesões foliares começam com manchas pequenas, de formato irregular, verde claro e cinza. Em ambientes frios e úmidos se expandem rapidamente para formar grandes podridões negras que se espalham por toda a folha e nos caules da folha e da própria planta.

“A podridão do tubérculo também se desenvolve e é caracterizada por áreas ligeiramente afundadas que têm uma pele marrom arroxeada. Em tubérculos jovens, as infecções são escuras, marrom-avermelhadas e de 5 a 15 mm de profundidade”, cita a pesquisadora. Já em tubérculos armazenados, ela diz que as podridões são afundadas, secas e marrom-claras, mas as áreas infectadas não são distintas do tecido saudável. “Frequentemente ocorre invasão secundária de fungos e bactérias e todo o tubérculo apodrece”, finaliza.

ARTIGOS RELACIONADOS

Experiência Enlist® 360º

A Corteva Agriscience realiza, em fevereiro e março, a 6° edição do Experiência Enlist® 360º ...

Corteva Agriscience apresenta ferramentas contra o greening

Linha Citrus conta com tecnologias que integram o manejo recomendado pelo Fundecitrus; os inseticidas Delegate® e Verter® SC pertencem aos grupos químicos das espinosinas e sulfoxaminas, que não possuem resistência ao psilídeo.

Primeiro potencializador de fungicidas

Produto da De Sangosse Brasil, com tecnologia única e patenteada, é um potencializador específico para fungicidas com efeito tixotrópico, ou seja, com capacidade de alterar dinamicamente a fluidez e viscosidade da calda de pulverização.

Hora do cafezinho!!! ☕️ O momento pelo qual você esperava já é realidade. O Anuário do Café da Revista Campo & Negócios acaba de sair, e vai diretinho para o seu endereço, como você desejar. É só fazer contato com nosso departamento de assinaturas e ficar por dentro de toda a cafeicultura brasileira. Nesta edição, além de informações econômicas, você vai conferir a prática no campo, com produtores que se diferenciam nos cafés especiais. Vamos juntos?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!