23.6 C
Uberlândia
terça-feira, abril 16, 2024
- Publicidade -
InícioDestaquesMercado de equinos movimenta R$ 30 bi ao ano no Brasil

Mercado de equinos movimenta R$ 30 bi ao ano no Brasil

Com cerca de 5,5 milhões de animais, o Brasil tem hoje o quarto maior rebanho de equinos do mundo, ficando atrás apenas da China, México e EUA. Responsáveis pelo desenvolvimento dos principais ciclos econômicos do país, desde o Pau-Brasil, passando pelo açúcar e os metais preciosos, esses animais continuam movimentando a economia no século XXI, seja na lida, no lazer ou nas competições.

Segundo estudo que está em andamento e é coordenado pelo engenheiro-agrônomo e professor doutor do departamento de economia, administração e sociologia da Escola Superior de Agricultura Luiz Queiroz (ESALQ), da Universidade de São Paulo (USP), Roberto Arruda Souza Lima, o setor equestre tem uma movimentação financeira hoje que supera R$ 30 bilhões e emprega mais de três milhões de pessoas no Brasil.

Exposição Nacional do Cavalo Mangalarga Marchador
Créditos: Fernando Ulhoa

“O universo que gira em torno da cadeia produtiva e dos negócios da equinocultura vai muito além da compra e venda dos animais. Outros vários segmentos estão relacionados com a criação da raça como fábricas de ração, feno, indústria farmacêutica, ferrageamento, selarias, serviços veterinários, entre diversos outros”, destaca a presidente da ABCCMM, Cristiana Gutierrez.

Entre os destaques desse nicho econômico estão os animais da raça Mangalarga Marchador, que lideram esse rebanho correspondendo a 31% do plantel brasileiro. Fruto do cruzamento de cavalos Álter, de origem portuguesa, com éguas selecionadas para sela, o sucesso da raça se deve à versatilidade que o animal apresenta: o atual plantel de 709 mil cabeças se divide entre animais utilizados no lazer, esporte e trabalho.

A diretoria da Associação Brasileira dos Criadores do Cavalo Mangalarga Marchador (ABCCMM) garante que o cenário é otimista. Hoje a entidade congrega 22 mil associados ativos divididos em 50 núcleos nacionais e internacionais. Números que não param de crescer, são centenas de novos criadores do Mangalarga Marchador todo mês.

Belo Horizonte recebe 40ª Exposição Nacional do Cavalo Mangalarga Marchador

Entre os dias 17 e 29 de julho será realizada a 40ª Exposição Nacional do Cavalo Mangalarga Marchador, no Parque Bolivar de Andrade (Parque de Exposições da Gameleira), em Belo Horizonte (MG). Iniciativa da ABCCMM, o evento é considerado o maior da América Latina que reúne apenas uma única raça, além de ser o maior evento privado, depois do Carnaval, que reúne milhares de pessoas, movimentando a economia e o turismo na capital mineira.

Realizada anualmente, desde 1982, no Parque da Gameleira, a Nacional comemora Bodas de Esmeralda em 2023, um momento muito especial para celebrar quatro décadas de evolução do evento que é o mais esperado pelos criadores e fãs da raça. Concursos de marcha, provas funcionais e sociais, servirão para o julgamento dos animais participantes, provenientes de todas as regiões do Brasil. Palestras técnicas com especialistas e provas esportivas também fazem parte do calendário. O evento conta ainda com atrações para toda a família, entre shows, estandes diversificados e circuito gastronômico com muitas opções. Para a criançada, haverá espaço kids e minifazenda.

ARTIGOS RELACIONADOS

À maior fazenda de acerola orgânica do mundo

Não à toa, o Brasil tem se tornado mais competitivo no mercado internacional de orgânicos ...

Brasil já negociou 225 mil/t de arroz após a isenção da tarifa

O Brasil já negociou um total de 225 mil toneladas de arroz dos Estados Unidos, Índia e Guiana, que deverão entrar no país na segunda quinzena...

Brix e alta produtividade são exigências do mercado

Agora, o ºbrix e a alta produtividade são o foco dos produtores, demarcando uma das tendências para o mercado da horticultura.

Importações devem passar de 105 milhões de toneladas em 2029

Nosso resumo mensal traz os eventos principais de julho e o que observar em agosto. Começando pela economia mundial, o mundo segue acompanhando, diariamente, os impactos das políticas de isolamento, números de infeções e fatalidades e a consequente queda da confiança na economia mundial

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!