16.6 C
Uberlândia
terça-feira, junho 18, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioDestaquesMercado nacional ganha registro de biofungicida multissítio para diversas culturas

Mercado nacional ganha registro de biofungicida multissítio para diversas culturas

Divulgação

O aumento da incidência e da severidade das doenças foliares nas diversas culturas agrícolas são um dos grandes desafios na produção de alimentos. Por esse motivo, a busca por ferramentas que contribuam para minimizar os danos causados por fungos e patógenos é constante no agronegócio. O setor está atento ao desenvolvimento e a oferta de soluções mais sustentáveis e que promovam, em associação ao que já existe, o bom estabelecimento e desenvolvimento dos cultivos. A subsidiária brasileira do grupo francês De Sangosse, buscando suprir essa necessidade, inova ao registrar, no mercado nacional, o produto Restrict®, biofungicida multissítio para o controle de doenças foliares em mais de 20 culturas.

A biossolução Restrict® traz a associação exclusiva de duas bactérias, Bacillus amyloliquefaciens cepa CPQBA 040-11DRM 01 e Bacillus amyloliquefaciens cepa CPQBA 040-11DRM 04. É uma composição que gera múltiplos mecanismos de ação para a resistência da planta aos patógenos, conforme explica Flávio Matarazzo, diretor de Desenvolvimento da De Sangosse. “De forma direta, o produto atua sobre fungos e bactérias, através de competição por espaço e nutrientes, antibiose e antagonismo, e de forma indireta, estimulando a resistência natural das plantas e o crescimento”, pontua.

O amplo espectro de controle do Restrict® inclui as seguintes doenças foliares: Colletotrichum lindemuthianum (Antracnose), Colletotrichum truncatum (Antracnose), Corynespora cassiicola (Mancha alvo), Phaeosphaeria maydis (Mancha foliar de phaoeosphaeria) e Ramularia areola (Ramulária). As culturas atendidas pelo produto são soja, feijão, algodão, milho, cana-de-açúcar, citros, café, tomate envarado, tomate rasteiro, batata, hortaliças brássicas, alho, cebola, cenoura, morango, pimentão e beterraba.

Diferenciais

Com relação aos produtos biológicos indicados para o manejo de controle das doenças foliares, a nova biossolução traz diversos diferenciais, que vão desde sua composição ao seu modo de ação. “Além do mix de bactérias que possui capacidade de produzir biofilmes para a proteção da planta, enquanto a maioria possui apenas um microrganismo, a alta concentração de ingredientes ativos em sua formulação líquida, traz uma grande carga de metabólitos e alta agressividade das duas cepas”, explica o diretor.

Em contraponto aos produtos químicos indicados para o manejo das mesmas doenças, além da eficiência comprovada de controle, a formulação do Restrict® oferece facilidades operacionais. “Tem alta compatibilidade com outros produtos, ou seja, com diversas faixas de pH de calda de inseticidas, herbicidas e fungicidas, por exemplo. E não exige armazenamento refrigerado”, destaca o profissional.

Ação multissítio

O efeito multissítio do Restrict® se dá através dos diferentes metabólitos produzidos na multiplicação das bactérias. São elas: Surfactina, Marihysina, Heptamycina, Nobilamida, que vão atuar em diversas estruturas da célula fúngica, como na respiração, síntese de proteína e parede celular. “Essa ação múltipla e simultânea de mecanismos em diferentes locais e processos na célula fúngica propiciam o bom controle dos patógenos com baixo risco para criação de resistência”, reforça Matarazzo.

Resultados de produtividade

O Restrict® obteve incremento de produtividade em várias culturas, com relação aos fungicidas químicos aplicados para o controle de antracnoses e manchas foliares. Na cultura da soja, o ganho foi de 3,2 sacas por hectare (sc/ha), em milho 4,4 sc/ha, na comparação no feijão obteve 1,5 sc/ha de incremento e, na cultura do algodão, 1,5 sc/ha.

Para o diretor de desenvolvimento da De Sangosse, além do ganho em produtividade, os produtores devem observar os conceitos de sustentabilidade da solução biológica. “Tem baixo impacto ambiental e maior segurança para a manipulação do produto em campo”, completa.

O Restrict® possui efeito fitotônico, de crescimento da planta, tem carência zero e em culturas frutíferas o produto não deixa resíduos nos frutos.

Observação importante

O profissional ressalta que na maioria dos casos é importante que o Restrict® seja aplicado junto com os fungicidas de sítio específico, pois a solução entrará no manejo como fungicida protetor, da mesma forma que os protetores químicos. “É também de extrema importância uma boa tecnologia de aplicação para que o produto seja bem distribuído na lavoura, e evitar a aplicação junto com bactericidas, que afetam as bactérias do produto”, finaliza.

ARTIGOS RELACIONADOS

Novo multissítio biológico promove o controle das doenças de final de ciclo na soja

A cultura da soja representa um dos pilares mais fortes da economia brasileira, com posição ...

Novo biofungicida da BASF

A BASF traz ao mercado brasileiro um novo fungicida e bactericida biológico com ampla recomendação para uso em frutas e hortaliças.

Agrivalle lança biofungicida Twixx-A®,

A Agrivalle, empresa pioneira no segmento de bioinsumos no Brasil, lançou o Twixx-A®, ...

Fungicida multíssitio recebe sinal verde para ser utilizado em FLV

Em uma nova campanha estratégica de marketing, a multinacional Ascenza, pertencente ...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!