21.3 C
Uberlândia
domingo, julho 14, 2024
- Publicidade -spot_img
InícioNotíciasMICROGEO® divulga a adubação biológica na Agrotins

MICROGEO® divulga a adubação biológica na Agrotins


A empresa defende a prática para melhoria da produtividade

A empresa brasileira MICROGEO® participa da Feira de Tecnologia Agropecuária do Tocantins (Agrotins), entre os dias 09 e 13 de maio de 2017, em Palmas, capital do Estado. Com o estande de número 22, no pavilhão central do evento, a empresa vai expor o Adubo Biológico MICROGEO® multifuncional capaz de melhorar as condições do solo e favorecer o aumento da produtividade.

No estande número 22, os visitantes poderão conhecer os benefícios proporcionados pelo MICROGEO®, com a adoção de um programa de agricultura sustentável. “Com o início da aplicação do MICROGEO®, ele reduz a compactação do solo, a erosão, pressão das pragas e doenças e aumenta o enraizamento“, lista o Gerente Regional de Vendas, Célio Mauro Santiago.

Santiago acrescenta que, durante a Agrotins, os agricultores saberão como o MICROGEO® pode ajudá-los a enfrentar a escassez de chuvas. Dados da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento do Tocantins apontam que, a safra 2015/2016 de grãos como soja e milho sofreu queda em decorrência da escassez de chuvas.

Os ensaios¹ sobre a Adubação Biológica MICROGEO® indicam que, quando analisada a reestruturação física, houve aumento de 41% na macroporosidade do solo, o que significa mais benefícios como agregação, retenção de umidade,grumosidade, aeração, enraizamento e eficiência do fertilizante. Na sanidade vegetal foi observado um incremento de 11% à produtividade de soja através da supressão de nematoides², graças ao uso do Adubo Biológico.

SEM aplicacao de Microgeo
SEM aplicacao de Microgeo
COM aplicacao de Microgeo
COM aplicacao de Microgeo

Como funciona o MICROGEO®?
Considerando que o MICROGEO® é um componente balanceado para nutrir, regular e manter a produção contínua do Adubo Biológico, ele deve ser produzido pelo próprio agricultor, com suporte da empresa. Isso é possível com a instalação da Biofábrica CLC (Compostagem Líquida Contínua®) constituída por tanque, filtro, registro e agitador, em um local com disponibilidade de água não clorada e com incidência solar, dimensionada para atender o volume de aplicação do Adubo Biológico.

A produção no local de aplicação é estratégica. Afinal, parte dos micro-organismos e nutrientes metabólicos envolvidos na Compostagem Líquida Contínua® são exclusivos da localidade. Esse cuidado estimula a microbiota essencial no condicionamento das propriedades físicas, químicas e biológicas do solo, seja para agricultura, pecuária ou reflorestamento.

A Compostagem Líquida Contínua® é uma biotecnologia inovadora para a produção do MICROGEO® de forma contínua pelo próprio agricultor no campo. Com a estrutura da Biofábrica, 15% do volume do tanque devem ter esterco ou conteúdo ruminal, outros 5% do tanque com MICROGEO® e o restante deve ser preenchido com água limpa não clorada. A mistura deve ser agitada duas vezes por semana. Depois de 15 dias, o Adubo Biológico estará pronto para ser aplicado no sulco ou via pulverização e fertirrigação, em qualquer temperatura, luminosidade ou mesmo umidade, em conjunto com defensivos químicos, biológicos e insumos foliares.

Fontes dos ensaios:

1 ” CCGL Tec

2 ” Fundação MT


Informações para a imprensa:

ADRIANA ROMA
adriana@hd7.com.br
skype: adriana-roma
+55 (19) 9 9265-9955

ARTIGOS RELACIONADOS

A oportunidade para produtores de grãos em um mercado diferenciado

A era da informação traz como consequência o aumento do interesse dos consumidores pela qualidade e pela origem dos alimentos. Com isso, valores como a rastreabilidade, composição nutricional e sistemas de produção diferenciados passam a ser cada vez mais importantes para o consumidor final.

Granblack é a revolução da agricultura

Simone Cristina Picchi, pesquisadora e CEO da CiaCamp, palestrou, durante o Congresso Andav, sobre o lançamento do produto Granblack, recomendado para a citricultura. “Esse produto nasceu...

Perfilhamento da cana é favorecido pelo uso de biológico no sulco de plantio

A cana-de-açúcar é uma cultura de grande importância no Brasil, país que ocupa a primeira posição entre os maiores produtores do mundo, além de ser uma excelente alternativa energética. O plantio convencional é um dos problemas desta cultura, devido ao gasto excessivo de colmos que poderiam ser destinados à indústria, além de aumentar o risco de difusão de pragas e doenças. A cana é extremamente dependente da adubação nitrogenada, por ser o nitrogênio um dos nutrientes responsáveis pela sua nutrição, absorvido em maior quantidade.

Cochonilhas podem atacar e causar a morte do cafeeiro

Lenira Viana Costa Santa-Cecília Engenheira agrônoma e pesquisadora do IMA/EPAMIG Sul/EcoCentro/Lavras (MG) Brígida Souza Engenheira agrônoma e professora do Departamento de Entomologia da UFLA/ Lavras...

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!